Saab

Inicio Tags Gol

Tag: Gol

Em reviravolta, Justiça descarta decretar falência da Avianca Brasil

0
Airbus A320neo da Avianca.

Em uma reviravolta, os desembargadores da 2ª Câmara de Direito Empresarial do TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo) decidiram nesta terça-feira (10), por três votos a dois, não decretar a falência da companhia aérea Avianca Brasil, que está com a concessão suspensa desde 21 de junho.

Anúncios

GOL anuncia configuração interna para seus Boeing 737 MAX-8

2
A GOL receberá em breve as novas aeronaves 737 MAX 8 e vai combinar o interior com redução de custos operacionais e melhor experiência do cliente.

A GOL Linhas Aéreas Inteligentes, a maior companhia aérea doméstica do Brasil, anuncia hoje a utilização de novas tecnologias de cabine e assentos para configurar a sua frota de novas aeronaves 737 MAX-8 e aeronaves Boeing 737-800 Next Generation (NG), aumentando o número de assentos em 5%, dos atuais 177 para 186 assentos.

Motor de Boeing 737-800 da GOL pega fogo antes de decolagem no Aeroporto de Brasília

11
GOL - Boeing 737-8EH, prefixo PR-GXA
Marca escura na lateral de avião da Gol no aeroporto de Brasília provocada por fogo em turbina (Foto: Juliana Maglio/Arquivo Pessoal)

O motor direito do Boeing 737-8EH, prefixo PR-GXA, pegou fogo neste domingo (14) enquanto a aeronave se preparava para decolar do Aeroporto de Brasília rumo a Congonhas, em São Paulo. A aeronave teve de ser esvaziada. Pelo menos uma das janelas do Boeing que fazia o voo 1415 chegou a ficar trincada. Ninguém se feriu. O aeroporto não foi fechado nem houve atraso de outros voos.

BRASIL: Em crise, cias aéreas devem ter primeira retração em 13 anos

14
GOL Transportes Aéreos Boeing 737-800 PR-GUG, Foto - Ricardo Hebmüller
Entre as aéreas brasileiras, a Gol é a que está em situação mais grave. Somente nos primeiros nove meses de 2015, a companhia registrou R$ 3,2 bilhões de prejuízo / Foto: Boeing 737-800, por Ricardo Hebmüller, em caráter ilustrativo

Depois de vivenciar a era dourada da aviação, quando a demanda chegou a crescer mais de 20% em um único ano, a crise por que passa o setor se agravou em 2015 e não dá sinais de trégua em 2016. Com o dólar alto e a recessão econômica, especialistas já preveem retração na demanda por voos este ano, algo que não acontecia desde 2003. Para enfrentar a turbulência — já são cinco anos de prejuízos bilionários — as companhias aéreas fazem um pouso forçado, com corte de pessoal e redução na oferta doméstica de até 9% em 2016.

Boeing 737 da Gol sai da pista e fecha aeroporto Santos Dumont, no Rio

11
25set2015---aviao-derrapa-na-pista-e-aeroporto-de-santos-dumont-no-rio-e-fechado-1443225971283_615x300
25.set.2015 – Avião derrapa na pista e aeroporto de Santos Dumont, no Rio, é fechado

Aeronave ia para Belo Horizonte quando roda ficou travada.
Mais de 30 decolagens foram canceladas e 11 aterrissagens desviadas.

GOL anuncia nova marca para celebrar atual momento da companhia

5
Nova identidade visual da companhia aérea GOL. (Foto: GOL Linhas Aéreas)
Nova identidade visual da companhia aérea GOL. (Foto: GOL Linhas Aéreas)

A GOL Linhas Aéreas Inteligentes celebra o atual momento de importantes conquistas e investimentos em produtos, serviços, tecnologia e atendimento, apresentando sua nova marca. O anúncio foi feito na manhã de hoje, em evento para comemorar também a chegada da sua centésima aeronave de última geração, diretamente da Boeing. O avião foi o escolhido para receber a nova pintura, tornando-se um marco na história da empresa.

Qatar Airways quer comprar a GOL

14
Aeronaves Boeing 737 da GOL no pátio do Aeroporto Internacional Salgado Filho em Porto Alegre. (Foto: Sandro Bandeira Colaço / Cavok Brasil Team)

A Qatar Airways quer comprar a GOL, segundo a coluna Radar da edição desta semana de Veja. A revista afirma que executivos da companhia aérea árabe reuniram-se com a direção da GOL na semana passada.

O modelo preferido pelos árabes é o seguido pela associação da chilena LAN com a brasileira TAM, que criou a maior companhia aérea do planeta, em valor de mercado. Como, por lei, companhias aéreas brasileiras não podem ter seu controle transferido para estrangeiros, LAN e TAM optaram por criar uma holding no Chile, a Latam, com participação societária da família Amaro, donos da TAM, e dos Cueto, da LAN.

Segundo a coluna Radar, as conversas estão apenas começando, e ninguém sabe se vingarão.

Reestruturação

A Gol vem promovendo, desde o ano passado, uma série de medidas para voltar ao lucro – algo que não vê desde 2010. A GOL registrou lucro líquido em apenas dois dos últimos seis trimestres – no primeiro e no quarto trimestres do ano passado. No segundo trimestre, a empresa perdeu 715 milhões de reais.

Entre as ações, estiveram a demissão de funcionários e a nomeação de um novo presidente executivo – Paulo Kakinoff, em meados de junho. Na ocasião, chegaram a circular notícias de que a maior missão do ex-presidente da Audi seria preparar a venda da GOL, algo que Kakinoff negou posteriormente.

Outro rumor que circulou nas últimas semanas é de que as dificuldades financeiras da GOL a fariam vender ativos.

A Qatar Airways já é uma parceira da GOL no programa de fidelidade Smiles, cujo IPO é uma das medidas esperadas pelo mercado.

Fonte: Exame.com

Dica do amigo Matheus Pires. Obrigado 😉

Enhanced by Zemanta

ANAC autoriza expansão dos serviços de manutenção da GOL

1
Uma aeronave Boeing 737-800 junto ao Centro de Manutenção da Gol Linhas Aéreas em Confins, Minas Gerais. (Foto: Fernando Valduga / Cavok)

A Gol Linhas Aéreas Inteligentes recebeu a autorização da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) para fornecer a outras companhias aéreas serviços de pintura eletrostática, pesagem e recalibração no seu centro de manutenção em Confins, Belo Horizonte.

A autorização da ANAC engloba este tipo de trabalhos em aeronaves Boeing 737-300, 737-700 e 737-800, aeronaves que compõem a atual frota atual da GOL e da sua subsidiária Webjet.

Um porta-voz da transportadora revelou que estes serviços serão efetuados num moderno centro de manutenção com 6.596 metros quadrados e construído em 2010, onde serão também efetuados trabalhos nos trens de pouso, sistemas de freios, pintura e interiores.

Fonte: AIN – Tradução: Cavok

Delta adquire participação da GOL para acordo de aliança comercial exclusiva

2
A Gol Linhas Aéreas atualmente opera com jatos Boeing 737NGs em rotas domésticas curtas e médias. (Foto: Sandro Bandeira Colaço / Cavok)

A Delta Air Lines e a GOL Linhas Aéreas Inteligentes concordaram em criar uma aliança comercial exclusiva de longo prazo. Pelo acordo, a Delta Air Lines e a GOL, que tem 40 por cento de quota de mercado no Brasil e que até agora também tem um acordo de cooperação com a American Airlines, vai expandir a cooperação para aproveitar os pontos fortes um do outro e a aumentando a rede de ligação da Delta com uma das maiores companhias aéreas do Brasil.

Como parte do acordo, a Delta vai investir US$ 100 milhões em ações da GOL Linhas Aéreas Inteligentes e terá um assento no conselho de administração da GOL. Os US$ 100 milhões da Delta vão comprar uma participação de 3 por cento na GOL, de acordo com a agência nacional de aviação civil (ANAC) do Brasil.

“A GOL tem sido uma parceira forte para Delta no Brasil e América Latina. Este acordo reforça o nosso relacionamento e move a Delta um passo mais perto de alcançar o objetivo de tornar-se a melhor transportadora dos EUA na região”, disse Richard Anderson, diretor executivo da Delta Air Lines. “Ao formar uma parceria comercial de longo prazo, vamos aproveitar os pontos fortes da nossas duas redes para proporcionar benefícios expandidos para o cliente e melhor servir o mercado Brasil-EUA”.

“O acordo está em linha com a estratégia da GOL de buscar parcerias de longo prazo e fortalecer sua estrutura de capital com foco na geração de valor para seus acionistas”, disse Constantino de Oliveira Junior, diretor executivo da GOL.

“A vasta experiência da Delta nos EUA, o mercado mais desenvolvido da indústria, combinado com o potencial da aviação comercial brasileira em crescimento, oferece uma oportunidade para melhorar o nosso modelo de negócio e aumentar o retorno sobre o capital investido nos próximos anos”, disse de Oliveira. “Nossos clientes irão se beneficiar de opções de vôos adicionais, mais flexibilidade e novos produtos e serviços.”

A economia do Brasil passou por um período notável de crescimento nos últimos anos com o PIB agora em 3,7 trilhões. O Brasil é agora a sétima maior economia do mundo e está previsto que logo se torne a quinta maior. A demanda de vôos entre os Estados Unidos e o Brasil devem crescer 11 por cento nos próximos quatro anos.

A Delta Airlines opera voos internacionais entre os EUA e o Brasil e a Gol poderá se beneficiar desses voos. (Foto: Sandor Bandeira Colaço / Cavok)

A Delta acredita que o Brasil está destinado a se tornar o quarto maior mercado de aviação do mundo em 2014, com mais de 90 milhões de passageiros. As duas operadoras dizem que o seu novo acordo oferece abrangentes opções de viagem, não só no Brasil, mas para os EUA e além, com a Delta podendo ganhar acesso nos diversos destinos domésticos da Gol, e a GOL tendo acesso à rede globa sem paralelo da Delta.

Junto com a capacidade de acumular e resgatar prêmios de vôo, a aliança entre Delta e GOL também vai dar outros benefícios aos clientes:

Alinhamento melhorado dos planos de fidelidade, oferecendo um serviço diferenciado e de reconhecimento para os clientes premium de cada companhia aérea;

  • Codeshare expandido para incluir o código da GOL em vôos da Delta entre os EUA e o Brasil, assim como os vôos dentro das redes das operadoras nacionais e para outros destinos internacionais chaves;
  • O acesso recíproco aos lounges do aeroporto;
  • Esforços de venda coordenados esforços permitindo maior acesso ao mercado, e
  • Co-localização de instalações nos aeroportos para conexões mais fáceis de passageiros e check-in.

Pendente de aprovações regulatórias, as operadoras irão usar os seus acordos comerciais a longo prazo para o intercâmbio das melhores práticas em todas as operações, marketing e vendas.

A Delta disse que o novo acordo com a GOL complementa a relação de codeshare da Delta com a Aerolineas Argentinas, que irá juntar-se à aliança SkyTeam em 2012, bem como uma relação de longa data de codeshare com a atual parceira da Delta SkyTeam, a Aeromexico – em que a Delta está planejando investir numa participação acionária.

Desde a sua formação em 2001, a GOL tem estimulado a demanda de vôo no Brasil por meio de uma extensa rede de rotas e tarifas competitivas, com a companhia aérea vendo um crescimento médio anual de passageiros de 11 por cento.

A GOL disse que sua aliança reforçada com a Delta, juntamente com o relatório da GOL com um forte balanço financeiro e uma plataforma de comércio eletrônico de grande porte, solidifica a forte posição da empresa no mercado brasileiro e aumenta a sua presença internacional, preservando a sua estratégia de operação nos voos de curto e médio alcance com uma frota padronizada de aeronaves de corredor único Boeing 737NGs.

De acordo com as duas companhias, um número significativo de passageiros da Delta/GOL virá da expansão da classe média do Brasil, que agora responde por 46 por cento do poder de compra do país. O número de pessoas no Brasil com os recursos financeiros para voar está projetado num aumento de 19,5 por cento até 2020, onde vai alcançar a marca de 153 milhões.

Cade congela compra da WebJet pela Gol até julgamento final

0
Um dos Boeing 737-300 da WebJet.

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) congelou nesta quarta-feira a compra da WebJet pela Gol. Segundo um assessor de imprensa do órgão antitruste, a Gol celebrou um Acordo de Preservação da Reversibilidade da Operação (Apro), que valerá até o final do julgamento do processo pelo Cade.

O acordo foi semelhante ao feito pela Diagnósticos da América (Dasa), referente à associação da empresa com a MD1 Diagnósticos. Às 14h09 (horário de Brasília), a ação da Gol era negociada na Bovespa com alta de 0,15%, a R$ 13,09. No mesmo instante, o Ibovespa subia 0,58%.

A Gol fechou em julho um acordo para compra de 100% do capital de sua rival de menor porte Webjet, que voa para 14 destinos do País, incluindo as principais capitais, em uma faixa que vai de Porto Alegre a Fortaleza. A frota da empresa, que opera em modelo de baixas tarifas, é formada por 24 jatos 737 da Boeing, mesmo fornecedor da Gol.

Segundo a Gol, a compra será feita por meio de sua controlada Varig. A Webjet foi avaliada em R$ 310,7 milhões, mas o valor a ser pago pela aquisição será de R$ 96 milhões, de acordo com fato relevante. A Webjet encerrou maio com participação no mercado de aviação brasileiro de 5,16%, enquanto a Gol registrou 35,39%, ante 36,47% um ano antes.

A aquisição formaria um grupo com 40,55% do mercado doméstico, ante os 44,43% registrados pela líder TAM. A última aquisição feita pela Gol ocorreu quando a empresa comprou ativos da Varig em 2007 por US$ 275 milhões, operação que custou à empresa anos para ser totalmente digerida.

Fonte: Reuters, via Terra

GOL lança nova plataforma de entretenimento de bordo individual inédita na aviação

0
O mais novo jato Boeing 737-800 (PR-GUJ) recebido pela Gol Linhas Aéreas.

A GOL vai lançar no dia 1° de setembro uma solução de entretenimento de bordo inovadora e inédita na aviação mundial! Por meio do seu aparelho pessoal, os passageiros terão acesso a um conteúdo gratuito e de qualidade, tornando a experiência de voo muito mais agradável e divertida. O “GOL NO AR” vai disponibilizar artigos de jornais e revistas, programas de TV, esportes, jogos e canais de música de grandes parceiros e veículos de comunicação do Brasil.

O acesso poderá ser feito durante o voo e o conteúdo será atualizado a cada pouso, inicialmente, em nove aeroportos: São Paulo/Congonhas, São Paulo/Guarulhos, Rio de Janeiro/Santos Dumont, Rio de Janeiro/Galeão, Belo Horizonte/Confins, Salvador, Porto Alegre, Brasília, Belém e Fortaleza. A instalação dos equipamentos necessários na frota será gradual, sendo que o sistema já está implantado em 35 aeronaves. Neste primeiro momento, a GOL vai oferecer o produto em cerca de 250 voos diários, principalmente na Ponte Aérea entre Rio de Janeiro e São Paulo, o mercado mais movimentado do Brasil. A previsão é que haja expansão para cerca de 380 voos diários até o fim do ano.

“A inovação está no DNA da GOL e foi com muita criatividade que desenvolvemos para os nossos clientes uma opção de entretenimento de bordo que oferece programação de alta qualidade, com baixos custos de implantação”, destaca Claudia Pagnano, vice-presidente de Mercado e Novos Negócios da GOL. “Inicialmente, o produto poderá ser acessado via iPhones, iPads, iPods touch, netbooks e notebooks equipados com a tecnologia WI-FI. Futuramente, também estará disponível para outros tipos de tablets e smartphones”.

O GOL NO AR permite que cada parceiro escolha a melhor forma de enviar seu conteúdo (FTP, XML, WebService, etc).

Uma vez enviadas, as atualizações são centralizadas em um servidor da Amazon (em cloud computing) e, na medida em que ocorre o embarque e desembarque dos passageiros, a aeronave solicita os conteúdos novos ao servidor via wi-fi.

Tudo é feito de forma automatizada e inteligente, o que permite que um conteúdo disponibilizado pelo parceiro, possa estar disponível na aeronave em seu primeiro pouso, levando minutos para estar acessível ao passageiro; enquanto em um modelo tradicional de entretenimento de bordo esse conteúdo pode levar semanas.

VÍDEO: Homenagem de Dia dos Pais surpreende os passageiros de voo da GOL

1
O Comandante Sérgio Sternberg e o seu filho, o co-piloto Guilherme Sternberg, a bordo de uma aeronave da companhia aérea Gol, numa homenagem ao Dia dos Pais. (Foto: Gol Linhas Aéreas)

Para comemorar o Dia dos Pais, o pessoal da GOL organizou uma homenagem especial durante o voo 1396, entre São Paulo e Salvador, com escala em Ilhéus, onde foi reunido o comandante Sérgio Sternberg, há 4 anos trabalhando na companhia, e seu filho, o copiloto, Guilherme Sternberg, que está a dois anos na GOL. Durante o voo, um speech personalizado do comandante emocionou os passageiros, conforme pode ser visto no vídeo abaixo.

Guilherme disse que desde pequeno acompanha a vida de um piloto de companhia aérea, mas foi somente a pouco tempo que resolveu abandonar a carreira de administrador para seguir a carreira aeronáutica, a qual seu pai já está a 37 anos. O Comandante Sérgio brincou que durante o voo especial estava atuando como “Paimandante” e que mandava o equivalente a duas vezes no voo. Vejam mais fotos do voo especial no Flickr oficial da GOL.

Gol anuncia negociação com Webjet

7
A Gol anunciou nessa sexta-feira, dia 8 de julho, a intenção de compra da empresa WebJet. (Foto: Fernando Valduga / Cavok)

A Gol informou nesta sexta-feira (8) que está em tratativas com a Webjet, sem especificar qual seria o teor das negociações. Desde o início da tarde, rumores dão conta de que a empresa aérea, a segunda maior do país, estaria negociando a compra da concorrente.

Os rumores impulsionam as ações da Gol. Por volta das 15h, os papéis preferenciais da companhia registravam alta de 4,40%, a R$ 19,94. No mesmo horário, o Ibovespa, principal indicador da bolsa paulista, caía 1,19%.

A  Webjet pertence ao empresário Guilherme Paulus, acionista minoritário, fundador e presidente do conselho de administração da operadora de turismo CVC. Paulus é o único acionista da Webjet. Em janeiro do ano passado, o empresário vendeu participação de 63,6% da CVC para o grupo norte-americano Carlyle.

Empresa resultante
A Webjet é a quarta maior companhia aérea do país, com 5,16% do fluxo de passageiros em voos domésticos em maio, segundo a Agência Nacional de Aviação Civil. A Gol, a segunda maior empresa brasileira, teve 35,39% da demanda doméstica em maio. Juntas, as duas empresas responderam por 40,55% do mercado brasileiro.

Mesmo com a união das duas companhias, a empresa resultante não ultrapassaria a Tam, que ficou com 44,43% do mercado nacional em maio.

Fonte: G1

IMAGEM DA SEMANA: Boeing 737-800 “Gol 10 anos”

4
O Boeing 737-800 da Gol, com a pintura especial de 10 anos da companhia aérea, decola de Recife, tendo ao fundo o Embraer 190 (VC-2) da FAB e uma aeronave C-95 Bandeirante. (Foto: Wagner Damasio / Cavok) Clique na imagem para ampliar.

A companhia aérea Gol Linhas Aérea Inteligentes comemora 10 anos, e para essa data especial pintou a sua aeronave Boeing 737-8EH, prefixo PR-GTF (cn 34279) com uma pintura especial. Toda aeronave foi pintada de laranja, com um grande adesivo lembrando os 10 anos da companhia na lateral e um avião de brinquedo que está sendo utlizado na campanha publicitária. Nós divulgamos a notícia da nova aeronave aqui, a qual passou por um processo de pintura de seis dias no Centro de Manutenção da Gol em Confins. Para parabenizar a companhia aérea e também a iniciativa, divulgamos como imagem da semana a bela foto feita pelo nosso colaborador Wagner Damasio, que “fritou” o “Gol Invertido” quando decolava do Aeroporto Internacional dos Guararapes, no Recife.

IMAGENS: Boeing 737-800 com pintura especial de 10 anos da companhia aérea GOL

2
O Boeing 737-800 especialmente pintado de laranja para comemorar os 10 anos da companhia aérea Gol. (Foto: GOL Linhas Aéreas)

A partir dessa terça-feira, dia 21 de junho, a Gol Linhas Aéreas vai colocar em operação um de seus Boeing 737-800 Next Generation com uma pintura e adesivagem especial. Em vez do padrão branco, a aeronave recebeu um banho de tinta laranja e carrega o famoso aviãozinho com a faixa “GOL 10 anos”.

Após a pintura, foram aplicados os adesivos relacionados ao evento de 10 anos da companhia aérea. (Foto: GOL Linhas Aéreas)

O processo de pintura do Boeing teve duração de seis dias e foi feito no Centro de Manutenção de Aeronaves da GOL, em Confins (Minas Gerais). Os adesivos foram aplicados em seguida, após a secagem completa da tinta.

Todo processo de pintura e adesivagem foi feito no Centro de Manutenção da Gol em Minas Gerais. (Foto: GOL Linhas Aéreas)

A criação da peça, feita em parceria com a agência de publicidade AlmapBBDO, é parte da campanha “Imaginação”, que teve inicio em setembro de 2010, em comemoração ao marco da primeira década de voos de baixa tarifa no Brasil.

O primeiro voo comercial da aeronave após os trabalhos será o G3 1357, que partirá às 6h do Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, com destino ao Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro. O avião, de matrícula PR-GTF, realizará voos por toda a malha da companhia.

GOL é a primeira companhia aérea da América do Sul a operar com o novo Sky Interior da Boeing

20
A Gol apresentou seu novo Boeing 737 com o Sky Interiorda Boeing. (Foto: Gol Linhas Aéreas)

A GOL Linhas Aéreas Inteligentes, a maior companhia aérea de baixo custo e baixa tarifa da América Latina, e a fabricante norte-americana de aviões Boeing anunciaram nessa terça-feira, dia 31 de maio, que a empresa brasileira vai receber sua primeira aeronave 737-800 Next Generation configurada com o inovador padrão de interior Sky Interior. Veja a seguir um vídeo que mostra como ficou o novo interior do jato 737 da Gol.

“A GOL foi uma das primeiras companhias no mundo a encomendar o Sky Interior e agora será a primeira na América do Sul a operar com esse equipamento, que oferece o estado-da-arte da tecnologia e uma experiência inigualável de passageiros”, destacou Claudia Pagnano, vice-presidente de Mercado e Novos Negócios da GOL. “Estamos muito felizes por poder trazer essa experiência única para nossos clientes. Eles vão se surpreender e saberão com absoluta certeza que estarão voando GOL assim que estiverem a bordo de um dos nossos novos aviões equipados com esse interior futurista”.

O Sky Interior apresenta nova iluminação e arquitetura, que criam uma experiência distinta de viagem. Os passageiros poderão desfrutar de uma cabine mais aberta e de um suave céu azul projetado no teto, simulado por iluminação em light-emitting diode (LED). O novo interior também traz novas e modernas paredes laterais esculpidas, e as molduras internas das janelas foram modificadas para melhorar o ângulo de visão dos viajantes.

“A GOL tem sido líder na incorporação dos últimos avanços tecnológicos em seus produtos desde que começou a operar, dez anos atrás”, disse Van Rex Gallard, vice-presidente de Vendas para a América Latina, Caribe e África da Boeing Commercial Airplanes. “Seu compromisso com a melhoria contínua começou com a introdução do modelo 737-800 SFP (Short Field Performance) e tem sido revalidado a todo tempo com investimentos não só em hardware e software, que tornam seus aviões ainda mais eficientes, mas também em tecnologia como o Sky Interior, que aumenta o conforto dos seus passageiros”.

O Sky Interior oferece, ainda, compartimentos de bagagem mais amplos, permitindo que os passageiros acomodem as malas mais perto de suas poltronas. A tecnologia desses compartimentos permite que os clientes guardem e retirem seus pertences com mais agilidade, reduzindo ou eliminando a fila no corredor nos momentos do embarque e do desembarque. É a primeira vez que a Boeing incorpora esse sistema em aeronaves de corredor único.

“O sucesso da GOL foi construído por nossa filosofia de inovação, eficiência e conveniência para nossos clientes”, acrescentou Pagnano. “Com o novo interior, estamos levando essa filosofia para dentro das aeronaves, com elementos que são tangíveis aos nossos passageiros, acrescentando não só uma experiência de viagem mais agradável, mas que permite um processo de embarque mais eficiente”.

O Boeing 737 Sky Interior é a mais recente de uma série de melhorias destinadas a empresas e passageiros que utilizam a família de aeronaves 737 Next Generation. A fabricante também trabalha em um pacote para aumentar o desempenho, reduzindo as emissões de carbono e consumo de combustível em 2% – os aviões 737-700 e 737-800 operados pela GOL já são cerca de 7% mais eficientes do que 737s de geração anterior.

IMAGENS: Cavok Brasil participa de visita ao Centro de Manutenção da Gol em Minas Gerais

15
Uma aeronave Boeing 767-200ER do Grupo GOL/Varig dentro do hangar 3 de Centro de Manutenção da GOL em Confins. (Foto: Fernando Valduga / Cavok)

Nessa sexta-feira, dia 10 de dezembro, o Cavok foi convidado pela Relações Públicas de Mídias Digitais da GOL para conhecer o moderno Centro de Manutenção da companhia aérea localizado junto ao Aeroporto Internacional Tancredo Neves (Confins), em Lagoa Santa, Minas Gerais, próximo da capital Belo Horizonte. Durante a visita pudemos conhecer vários setores do centro, considerado um dos mais modernos do mundo. Veja a seguir um vídeo institucional feito pela Gol sobre o Centro de Manutenção.

Dentro do hangar 1, até cinco aeronaves Boeing 737 podem passar por manutenção ao mesmo tempo. (Foto: Fernando Valduga / Cavok)
Os gigantescos dutos do sistema de exaustão no hangar de pintura de aeronaves.(Foto: Fernando Valduga / Cavok)
Um Boeing 737-800 prestes a iniciar testes de motores no pátio em frente aos hangares. (Foto: Fernando Valduga / Cavok)

A GOL Linhas Aéreas Inteligentes, holding controladora das marcas GOL e VARIG, possui atualmente 3 hangares no seu Centro de Manutenção de Aeronaves em Confins (MG), numa área total de 45.600 m2 reservada a trabalhos de manutenção e apoio. O pátio possui 47.000 m2, totalizando 107.220 m² de área útil distribuída entre os três hangares.

Uma vista dos hangares 1 e 2 do Centro de Manutenção da GOL.(Foto: Fernando Valduga / Cavok)
Vista do hangar 3 e do prédio com os novos escritórios.(Foto: Fernando Valduga / Cavok)
Área onde está sendo construído o novo hangar 4, que será responsável pela pintura de aeronaves 767 da companhia.(Foto: Fernando Valduga / Cavok)

Uma nova fase de ampliação já está em andamento, na qual está sendo construído o Hangar 4, que será responsável pela pintura de aeronaves de grande porte como os 767 utilizados pela companhia nos voos internacionais.

Os escritórios dentro do hangar 3 estão preparados aguardando o aumento do número de funcionários já previsto para 2011.(Foto: Fernando Valduga / Cavok)
O estoque de peças e equipamentos, com destaque para o grande número de assentos.(Foto: Fernando Valduga / Cavok)

No hangar 3, finalizado em 2009, escritórios, almoxarifado, depósitos e áreas de apoio adicionais ainda estão novos em folha. Dava para ver diversas salas ainda com os computadores recém instalados, mas a empresa vai crescendo bastante, no mesmo ritmo da chegada de novas aeronaves, estando previsto a chegada de mais um 737 no dia 18 de dezembro, que será entregue pela Boeing.

As cabines de pinturas de peças, onde devido ao eficiente sistema de exaustão não sente-se nenhum cheiro de tinta.(Foto: Fernando Valduga / Cavok)
Janelas das aeronaves 737s passando por um processo de limpeza e troca no caso de defeitos e riscos.(Foto: Fernando Valduga / Cavok)
Oficina de reparo dos assentos, onde são consertados os assentos dos passageiros, dos tripulantes e dos pilotos.(Foto: Fernando Valduga / Cavok)

O Centro de Manutenção da GOL é relativamente novo, iniciando as atividades em 2006, e atualmente pode atender até 110 aeronaves. A ampliação está sendo feita para poder atender ao acréscimo da frota prevista para os próximos anos.

Um Boeing 767-200ER nas cores da Varig, pertencente ao Grupo GOL.(Foto: Fernando Valduga / Cavok)
Um Boeing 767-200ER da Varig dentro do Hangar 3.(Foto: Fernando Valduga / Cavok)
Um Boeing 737-800 da GOL quase preparado para entrar novamente em serviço.(Foto: Fernando Valduga / Cavok)
Um Boeing 737-700 da Gol sem a pintura, durante processo de manutenção no centro de manutenção da GOL.(Foto: Fernando Valduga / Cavok)
Um Boeing 737-700 nas cores da Varig dentro do Hangar 1 do Centro de Manutenção da GOL.(Foto: Fernando Valduga / Cavok)

Atualmente o Centro de Manutenção da GOL pode oferecer todos tipos de serviços para as aeronaves 737 e 767 de empresas nacionais, pois possui a certificação emitida pela ANAC. Previsto ainda para 2010, a GOL deverá receber a certificação da FAA, a administração de aviação civil dos EUA, possibilitando que o centro possa efetuar manutenção em aeronaves de empresas estrangeiras.

O auditório feito com diversos materiais reciclados, inclusive poltronas de aviões que seriam jogadas fora e tinta que já estava vencida.(Foto: Fernando Valduga / Cavok)
O pequeno avião 737 da Gol feito com material reciclado que tornou-se "ponto turístico" dos visitantes do centro.(Foto: Fernando Valduga / Cavok)

O que mais chama atenção no moderno centro é o cuidado com as questões ecológicas, presente em todos setores da empresa. No centro, a excelência nos serviços e o cuidado com a natureza é evidente inclusive nas oficinas e hangares, onde o investimento em equipamentos que diminuem o impacto na natureza é mostrado com orgulho pelos diretores e funcionários.

Um Boeing 767-300ER da Varig aguardando para entrar em manutenção no Centro da GOL.(Foto: Fernando Valduga / Cavok)

Desde o material utilizado para pintura do piso dos hangares, passando pelos eficientes exaustores no hangar de pintura, até o reaproveitamento de água da chuva e utilização de paineis solares para captar energia para os chuveiros dos vestiários, faz com que a companhia aérea GOL sirva de exemplo para muitas outras empresas no quesito “ecologicamente correto”. Muitos dos processos executados na empresa excedem em muito as exigências de órgãos reguladores. Isso pode ser visto principalmente no hangar de pintura, onde os gigantescos sistemas de exaustão fazem com que mesmo durante o processo de pintura de uma aeronave, o nível de tinta suspenso no ar seja quase imperceptível.

Detalhes de um Boeing 737-800 da Gol.(Foto: Fernando Valduga / Cavok)

E falando em reaproveitamento, muito dos materiais que supostamente seriam descartados, são aproveitados pelo pessoal que com ótimas ideias transformam esse material em um Espaço Ecumênico, num Auditório para cerca de 300 pessoas e até num pequeno avião 737 que virou “ponto turístico” numa das entradas do hangar. Nesses espaços foram utilizados assentos que seriam jogados fora, tintas vencidas, carpetes inutilizados, peças de aeronaves, entre outras coisas.

O grupo de convidados que participou da visita ao Centro de Manutenção da Gol. O editor do Cavok Brasil, Fernando Valduga, é o primeiro da esquerda para direita.

Atualmente cerca de 1.100 funcionários trabalham no Centro de Manutenção da GOL, que também possui um outro centro no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, e possui técnicos e engenheiros em todas as bases operacionais da GOL pelo país, sendo esses responsáveis pelos diferentes tipos de manutenções realizadas de forma inteligente e compentente em toda frota de aeronaves da companhia.

Agradecemos ao Fábio Lobo, Gerente de Comunicação On-Line da GOL, e a Juliana Guerra, da Burson-Marsteller, responsável pelos veículos de comunicação digital da empresa GOL, que gentilmente convidou o Cavok para participar dessa interessante visita.

Jato Legacy do acidente da Gol chega aos EUA

8
A aeronave Legacy 600 permanecerá em Cleveland por três meses para reparos. (Foto: Joshua Gunter / The Plain Dealer)

O jato executivo Embraer Legacy 600 que colidiu com um Boeing 737 da Gol sobre a floresta amazônica no Brasil em 2006 chegou aos Estados Unidos após mais de 4 anos parado na Base Aérea do Cachimbo, no Brasil, aguardando a investigação.

A colisão ocorrida numa altitude de 37.000 pés em 2006 ocasionou a morte de 145 pessoas que estava a bordo do 737 e danificou o jato Legacy, mas a tripulação conseguiu efetuar um pouso de emergência da Base Aérea do Cachimbo, onde a aeronave permaneceu até o dia 19 desse mês. O incidente iniciou uma briga diplomática internacional e uma discussão legal, fazendo com que os dois pilotos do Legacy ficassem detidos no Brasil por quase dois meses.

A aeronave Legacy estava efetuando o voo de translado para os EUA e havia recém sido entregue nova para o cliente norte americano, e foi declarado como perda total pela seguradora. Ela foi então adquirida por outro cliente norte americano, o qual contratou a empresa de reparo Constant Aviation, de Cleveland, para consertar e retornar ela aos EUA.

O jato executivo Embraer Legacy 600 chegou no dia 19 de novembro na unidade da Constant Aviation do Aeroporto Internacional Cleveland Hopkins depois de mais de quatro anos no Brasil. (Foto: Joshua Gunter / The Plain Dealer)

A aeronave passou por vários reparos estruturais incluindo a troca do estabilizador horizontal, o qual, juntamente como winglet esquerdo, foram danificados na colisão. O Legacy ficou parado ao sol por 18 meses, os quais exigiram, entre outras coisas, a troca de todos aviônicos. Foram feitos intensivos testes boroscópicos para verificar a validade e funcionamento dos motores. A fuselagem passou no teste de corrosão que não detectou nenhum sinal de ferrugem.

Foram necessárias 10 pessoas e três semanas de testes e análises para ter certeza que a aeronave estava segura para poder voar novamente.

Gol faz acordo para comprar até 30 aeronaves da Boeing

1
Uma das aeronaves Boeing 737-800 da Gol Linha Aéreas durante pouso em Salvador. (Foto: Sandro Bandeira Colaço / Cavok)

A companhia aérea Gol fechou com a Boeing um contrato para aquisição de até 30 aeronaves B737-800 – sendo 20 delas como pedidos firmes e outras 10 unidades como opções de compra. Os pedidos firmes perfazem um valor aproximado de US$ 2,7 bilhões e serão entregues entre 2014 e 2017.

Em teleconferência com jornalistas, Constantino de Oliveira Júnior, presidente da companhia, afirmou que o negócio foi fechado durante esta semana e que o comprometimento para o pagamento dessas aeronaves não é “tão expressivo” até data de início das entregas. Assim, o financiamento da transação não será definido agora – possivelmente apenas em 2013.

Com a encomenda à Boeing, a Gol passa a ter 104 pedidos firmes de aeronaves, mais 40 opções de compra, cujos adiantamentos para aquisição começam em 2012. A companhia fechou setembro com uma frota total de 121 aeronaves.

No total, os compromissos de desembolsos da Gol com a compra de aviões somam R$ 14,178 bilhões, sendo R$ 6,839 bilhões deste total apenas a partir de 2015.

Fonte: Valor Econômico – Eduardo Laguna

Mais aviões para atender a demanda de voos no Brasil

0
A Azul Linhas Aéreas foi uma das companhias brasileiras que mais investiu no aumento da frota de aeronaves. (Foto: Sandro Bandeira Colaço / Cavok)

Em crescimento há 16 meses consecutivos, a demanda por voos domésticos está motivando as empresa aéreas brasileiras a rever para cima seus planos de expansão de frota. Azul e TAM aumentaram suas previsões e compraram neste ano aeronaves não programadas inicialmente. A Gol não descarta a possibilidade de fazer o mesmo a partir de 2014, mas não revela números. A regional Trip também deverá ampliar sua encomenda prevista para os próximos três anos.

“Se o Brasil confirmar esse crescimento atual nos próximos anos, poderemos rever o planejamento de frota para 2014”, afirmou o vice-presidente financeiro e de relações com investidores da Gol, Leonardo Pereira.

Pela atual programação, o aumento de frota da Gol até o fim de 2014, em relação ao total de aviões em 2010, é de 11 aviões. A preços de tabela, o investimento programado equivale a US$ 880 milhões, considerando-se que cada Boeing 737-800, avião que a empresa tem dado prioridade em sua frota, custa cerca de US$ 80 milhões.

Outra companhia aérea brasileira que adquiriu mais aeronaves do que estava planejado foi a GOL, que trouxe novas aeronaves 737-800 para sua frota. (Foto: Sandro Bandeira Colaço / Cavok)

Pereira, também admite que a companhia poderá aumentar sua previsão de crescimento do mercado doméstico em 2010, prevista atualmente em 21%. De janeiro a setembro, a demanda doméstica acumula alta de 27%. Se a Gol revisar sua projeção, ela só deverá ser conhecida na divulgação do balanço do terceiro trimestre.

“Estamos em processo de avaliação e análise para o replanejamento da frota. Como o setor está realmente aquecido, deveremos fazer uma revisão para os próximos três anos. Ainda não temos números definidos, apenas a sinalização de que os números serão revistos para cima”, afirma o presidente da Trip, José Mário Capriolli.

A Trip tem 38 aeronaves e vai encerrar este ano com 40. Para 2011, quer ter pelo menos 50 aviões entre turboélices da franco italiana ATR e jatos da Embraer.

Em julho, durante a feira internacional de aviação de Farnborough, na Inglaterra, a Trip já havia anunciado a compra de um avião da Embraer diferente do seu plano inicial. Naquela ocasião, a empresa anunciou a aquisição de dois modelos 190, para 106 passageiros.

A Avianca Brasil, antiga Oceanair, deverá promover uma alteração em seu plano inicial de frota. Isso porque ela deve anunciar na segunda-feira a primeira rota internacional com a nova bandeira. Segundo o site da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), a Avianca foi autorizada a operar um voo diário entre São Paulo e Bogotá (Colômbia) a partir de 4 de novembro. A empresa deve operar aviões da Airbus, modelo A330.

Quando ainda era Oceanair, a empresa operou voos para a Cidade do México em meados de 2007 com um Boeing 767-200. Foi quando a companhia anunciou a intenção de voar para as cidades africanas de Lagos (Nigéria) e Luanda (Angola), mas essas rotas não chegaram a ser operadas.

“O mercado está aquecido, influenciado pela desvalorização do dólar”, diz o especialista em negociação de aviões da consultoria Jet Design, Ricardo Mendes.

Em abril, a TAM foi a primeira a elevar suas compras e aumentou em US$ 200 milhões seu investimento em frota. Com esses recursos, ela ampliou de 5 para 11 o aumento de sua frota em 2010.

A Azul fechou a compra de 20 turboélices ATR 72-600, para 70 passageiros, que não estavam programadas em seu planejamento inicial de frota. O pedido inclui mais 20 opções de compra do mesmo modelo que, se forem exercidas, levam o investimento a US$ 850 milhões a preços de tabela.

A empresa também comprou mais cinco jatos da Embraer, modelo 195, para 118 passageiros, num pedido de US$ 211 milhões com valores de mercado. O plano de frota da Azul para 2010 previa inicialmente 21 aviões, mas ele foi ampliado para 26 unidades.

O mercado de negociação de aviões está aquecido em todo o mundo. Em julho, apenas Airbus, Boeing e Embraer fecharam pedidos na feira de Farnborough que ultrapassam US$ 50 bilhões, considerando-se pedidos firmes, opções e intenções de compra para cerca de 600 aviões.

Fonte: Valor Econômico

Cavok nas redes sociais

61,782FãsCurtir
340Inscritos+1
6,287SeguidoresSeguir
2,505SeguidoresSeguir
10,510SeguidoresSeguir
2,380InscritosInscrever
Anúncios