Tags Post com a tag "Gol"

Tag: Gol

IMAGENS: Boeing 737-800 com pintura especial de 10 anos da companhia aérea GOL

2
5853801769 9f28067ceb b - IMAGENS: Boeing 737-800 com pintura especial de 10 anos da companhia aérea GOL
O Boeing 737-800 especialmente pintado de laranja para comemorar os 10 anos da companhia aérea Gol. (Foto: GOL Linhas Aéreas)

A partir dessa terça-feira, dia 21 de junho, a Gol Linhas Aéreas vai colocar em operação um de seus Boeing 737-800 Next Generation com uma pintura e adesivagem especial. Em vez do padrão branco, a aeronave recebeu um banho de tinta laranja e carrega o famoso aviãozinho com a faixa “GOL 10 anos”.

5853429240 0d843ed8dc b - IMAGENS: Boeing 737-800 com pintura especial de 10 anos da companhia aérea GOL
Após a pintura, foram aplicados os adesivos relacionados ao evento de 10 anos da companhia aérea. (Foto: GOL Linhas Aéreas)

O processo de pintura do Boeing teve duração de seis dias e foi feito no Centro de Manutenção de Aeronaves da GOL, em Confins (Minas Gerais). Os adesivos foram aplicados em seguida, após a secagem completa da tinta.

5853802081 41c9fd619d z - IMAGENS: Boeing 737-800 com pintura especial de 10 anos da companhia aérea GOL
Todo processo de pintura e adesivagem foi feito no Centro de Manutenção da Gol em Minas Gerais. (Foto: GOL Linhas Aéreas)

A criação da peça, feita em parceria com a agência de publicidade AlmapBBDO, é parte da campanha “Imaginação”, que teve inicio em setembro de 2010, em comemoração ao marco da primeira década de voos de baixa tarifa no Brasil.

O primeiro voo comercial da aeronave após os trabalhos será o G3 1357, que partirá às 6h do Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, com destino ao Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro. O avião, de matrícula PR-GTF, realizará voos por toda a malha da companhia.

Anúncios

GOL é a primeira companhia aérea da América do Sul a operar com o novo Sky Interior da Boeing

20
MG 5896 - GOL é a primeira companhia aérea da América do Sul a operar com o novo Sky Interior da Boeing
A Gol apresentou seu novo Boeing 737 com o Sky Interiorda Boeing. (Foto: Gol Linhas Aéreas)

A GOL Linhas Aéreas Inteligentes, a maior companhia aérea de baixo custo e baixa tarifa da América Latina, e a fabricante norte-americana de aviões Boeing anunciaram nessa terça-feira, dia 31 de maio, que a empresa brasileira vai receber sua primeira aeronave 737-800 Next Generation configurada com o inovador padrão de interior Sky Interior. Veja a seguir um vídeo que mostra como ficou o novo interior do jato 737 da Gol.

“A GOL foi uma das primeiras companhias no mundo a encomendar o Sky Interior e agora será a primeira na América do Sul a operar com esse equipamento, que oferece o estado-da-arte da tecnologia e uma experiência inigualável de passageiros”, destacou Claudia Pagnano, vice-presidente de Mercado e Novos Negócios da GOL. “Estamos muito felizes por poder trazer essa experiência única para nossos clientes. Eles vão se surpreender e saberão com absoluta certeza que estarão voando GOL assim que estiverem a bordo de um dos nossos novos aviões equipados com esse interior futurista”.

O Sky Interior apresenta nova iluminação e arquitetura, que criam uma experiência distinta de viagem. Os passageiros poderão desfrutar de uma cabine mais aberta e de um suave céu azul projetado no teto, simulado por iluminação em light-emitting diode (LED). O novo interior também traz novas e modernas paredes laterais esculpidas, e as molduras internas das janelas foram modificadas para melhorar o ângulo de visão dos viajantes.

“A GOL tem sido líder na incorporação dos últimos avanços tecnológicos em seus produtos desde que começou a operar, dez anos atrás”, disse Van Rex Gallard, vice-presidente de Vendas para a América Latina, Caribe e África da Boeing Commercial Airplanes. “Seu compromisso com a melhoria contínua começou com a introdução do modelo 737-800 SFP (Short Field Performance) e tem sido revalidado a todo tempo com investimentos não só em hardware e software, que tornam seus aviões ainda mais eficientes, mas também em tecnologia como o Sky Interior, que aumenta o conforto dos seus passageiros”.

O Sky Interior oferece, ainda, compartimentos de bagagem mais amplos, permitindo que os passageiros acomodem as malas mais perto de suas poltronas. A tecnologia desses compartimentos permite que os clientes guardem e retirem seus pertences com mais agilidade, reduzindo ou eliminando a fila no corredor nos momentos do embarque e do desembarque. É a primeira vez que a Boeing incorpora esse sistema em aeronaves de corredor único.

“O sucesso da GOL foi construído por nossa filosofia de inovação, eficiência e conveniência para nossos clientes”, acrescentou Pagnano. “Com o novo interior, estamos levando essa filosofia para dentro das aeronaves, com elementos que são tangíveis aos nossos passageiros, acrescentando não só uma experiência de viagem mais agradável, mas que permite um processo de embarque mais eficiente”.

O Boeing 737 Sky Interior é a mais recente de uma série de melhorias destinadas a empresas e passageiros que utilizam a família de aeronaves 737 Next Generation. A fabricante também trabalha em um pacote para aumentar o desempenho, reduzindo as emissões de carbono e consumo de combustível em 2% – os aviões 737-700 e 737-800 operados pela GOL já são cerca de 7% mais eficientes do que 737s de geração anterior.

IMAGENS: Cavok Brasil participa de visita ao Centro de Manutenção da Gol em Minas Gerais

15
IMG 7312 - IMAGENS: Cavok Brasil participa de visita ao Centro de Manutenção da Gol em Minas Gerais
Uma aeronave Boeing 767-200ER do Grupo GOL/Varig dentro do hangar 3 de Centro de Manutenção da GOL em Confins. (Foto: Fernando Valduga / Cavok)

Nessa sexta-feira, dia 10 de dezembro, o Cavok foi convidado pela Relações Públicas de Mídias Digitais da GOL para conhecer o moderno Centro de Manutenção da companhia aérea localizado junto ao Aeroporto Internacional Tancredo Neves (Confins), em Lagoa Santa, Minas Gerais, próximo da capital Belo Horizonte. Durante a visita pudemos conhecer vários setores do centro, considerado um dos mais modernos do mundo. Veja a seguir um vídeo institucional feito pela Gol sobre o Centro de Manutenção.

IMG 7278 - IMAGENS: Cavok Brasil participa de visita ao Centro de Manutenção da Gol em Minas Gerais
Dentro do hangar 1, até cinco aeronaves Boeing 737 podem passar por manutenção ao mesmo tempo. (Foto: Fernando Valduga / Cavok)
IMG 7280 - IMAGENS: Cavok Brasil participa de visita ao Centro de Manutenção da Gol em Minas Gerais
Os gigantescos dutos do sistema de exaustão no hangar de pintura de aeronaves.(Foto: Fernando Valduga / Cavok)
IMG 7287 - IMAGENS: Cavok Brasil participa de visita ao Centro de Manutenção da Gol em Minas Gerais
Um Boeing 737-800 prestes a iniciar testes de motores no pátio em frente aos hangares. (Foto: Fernando Valduga / Cavok)

A GOL Linhas Aéreas Inteligentes, holding controladora das marcas GOL e VARIG, possui atualmente 3 hangares no seu Centro de Manutenção de Aeronaves em Confins (MG), numa área total de 45.600 m2 reservada a trabalhos de manutenção e apoio. O pátio possui 47.000 m2, totalizando 107.220 m² de área útil distribuída entre os três hangares.

IMG 7370 - IMAGENS: Cavok Brasil participa de visita ao Centro de Manutenção da Gol em Minas Gerais
Uma vista dos hangares 1 e 2 do Centro de Manutenção da GOL.(Foto: Fernando Valduga / Cavok)
IMG 7352 - IMAGENS: Cavok Brasil participa de visita ao Centro de Manutenção da Gol em Minas Gerais
Vista do hangar 3 e do prédio com os novos escritórios.(Foto: Fernando Valduga / Cavok)
IMG 7387 - IMAGENS: Cavok Brasil participa de visita ao Centro de Manutenção da Gol em Minas Gerais
Área onde está sendo construído o novo hangar 4, que será responsável pela pintura de aeronaves 767 da companhia.(Foto: Fernando Valduga / Cavok)

Uma nova fase de ampliação já está em andamento, na qual está sendo construído o Hangar 4, que será responsável pela pintura de aeronaves de grande porte como os 767 utilizados pela companhia nos voos internacionais.

IMG 7295 - IMAGENS: Cavok Brasil participa de visita ao Centro de Manutenção da Gol em Minas Gerais
Os escritórios dentro do hangar 3 estão preparados aguardando o aumento do número de funcionários já previsto para 2011.(Foto: Fernando Valduga / Cavok)
IMG 7294 - IMAGENS: Cavok Brasil participa de visita ao Centro de Manutenção da Gol em Minas Gerais
O estoque de peças e equipamentos, com destaque para o grande número de assentos.(Foto: Fernando Valduga / Cavok)

No hangar 3, finalizado em 2009, escritórios, almoxarifado, depósitos e áreas de apoio adicionais ainda estão novos em folha. Dava para ver diversas salas ainda com os computadores recém instalados, mas a empresa vai crescendo bastante, no mesmo ritmo da chegada de novas aeronaves, estando previsto a chegada de mais um 737 no dia 18 de dezembro, que será entregue pela Boeing.

IMG 7304 - IMAGENS: Cavok Brasil participa de visita ao Centro de Manutenção da Gol em Minas Gerais
As cabines de pinturas de peças, onde devido ao eficiente sistema de exaustão não sente-se nenhum cheiro de tinta.(Foto: Fernando Valduga / Cavok)
IMG 7318 - IMAGENS: Cavok Brasil participa de visita ao Centro de Manutenção da Gol em Minas Gerais
Janelas das aeronaves 737s passando por um processo de limpeza e troca no caso de defeitos e riscos.(Foto: Fernando Valduga / Cavok)
IMG 7319 - IMAGENS: Cavok Brasil participa de visita ao Centro de Manutenção da Gol em Minas Gerais
Oficina de reparo dos assentos, onde são consertados os assentos dos passageiros, dos tripulantes e dos pilotos.(Foto: Fernando Valduga / Cavok)

O Centro de Manutenção da GOL é relativamente novo, iniciando as atividades em 2006, e atualmente pode atender até 110 aeronaves. A ampliação está sendo feita para poder atender ao acréscimo da frota prevista para os próximos anos.

IMG 7300 - IMAGENS: Cavok Brasil participa de visita ao Centro de Manutenção da Gol em Minas Gerais
Um Boeing 767-200ER nas cores da Varig, pertencente ao Grupo GOL.(Foto: Fernando Valduga / Cavok)
IMG 7303 - IMAGENS: Cavok Brasil participa de visita ao Centro de Manutenção da Gol em Minas Gerais
Um Boeing 767-200ER da Varig dentro do Hangar 3.(Foto: Fernando Valduga / Cavok)
IMG 7332 - IMAGENS: Cavok Brasil participa de visita ao Centro de Manutenção da Gol em Minas Gerais
Um Boeing 737-800 da GOL quase preparado para entrar novamente em serviço.(Foto: Fernando Valduga / Cavok)
IMG 7335 - IMAGENS: Cavok Brasil participa de visita ao Centro de Manutenção da Gol em Minas Gerais
Um Boeing 737-700 da Gol sem a pintura, durante processo de manutenção no centro de manutenção da GOL.(Foto: Fernando Valduga / Cavok)
IMG 7344 - IMAGENS: Cavok Brasil participa de visita ao Centro de Manutenção da Gol em Minas Gerais
Um Boeing 737-700 nas cores da Varig dentro do Hangar 1 do Centro de Manutenção da GOL.(Foto: Fernando Valduga / Cavok)

Atualmente o Centro de Manutenção da GOL pode oferecer todos tipos de serviços para as aeronaves 737 e 767 de empresas nacionais, pois possui a certificação emitida pela ANAC. Previsto ainda para 2010, a GOL deverá receber a certificação da FAA, a administração de aviação civil dos EUA, possibilitando que o centro possa efetuar manutenção em aeronaves de empresas estrangeiras.

IMG 7298 - IMAGENS: Cavok Brasil participa de visita ao Centro de Manutenção da Gol em Minas Gerais
O auditório feito com diversos materiais reciclados, inclusive poltronas de aviões que seriam jogadas fora e tinta que já estava vencida.(Foto: Fernando Valduga / Cavok)
IMG 7289 - IMAGENS: Cavok Brasil participa de visita ao Centro de Manutenção da Gol em Minas Gerais
O pequeno avião 737 da Gol feito com material reciclado que tornou-se "ponto turístico" dos visitantes do centro.(Foto: Fernando Valduga / Cavok)

O que mais chama atenção no moderno centro é o cuidado com as questões ecológicas, presente em todos setores da empresa. No centro, a excelência nos serviços e o cuidado com a natureza é evidente inclusive nas oficinas e hangares, onde o investimento em equipamentos que diminuem o impacto na natureza é mostrado com orgulho pelos diretores e funcionários.

IMG 7325 - IMAGENS: Cavok Brasil participa de visita ao Centro de Manutenção da Gol em Minas Gerais
Um Boeing 767-300ER da Varig aguardando para entrar em manutenção no Centro da GOL.(Foto: Fernando Valduga / Cavok)

Desde o material utilizado para pintura do piso dos hangares, passando pelos eficientes exaustores no hangar de pintura, até o reaproveitamento de água da chuva e utilização de paineis solares para captar energia para os chuveiros dos vestiários, faz com que a companhia aérea GOL sirva de exemplo para muitas outras empresas no quesito “ecologicamente correto”. Muitos dos processos executados na empresa excedem em muito as exigências de órgãos reguladores. Isso pode ser visto principalmente no hangar de pintura, onde os gigantescos sistemas de exaustão fazem com que mesmo durante o processo de pintura de uma aeronave, o nível de tinta suspenso no ar seja quase imperceptível.

IMG 7368 - IMAGENS: Cavok Brasil participa de visita ao Centro de Manutenção da Gol em Minas Gerais
Detalhes de um Boeing 737-800 da Gol.(Foto: Fernando Valduga / Cavok)

E falando em reaproveitamento, muito dos materiais que supostamente seriam descartados, são aproveitados pelo pessoal que com ótimas ideias transformam esse material em um Espaço Ecumênico, num Auditório para cerca de 300 pessoas e até num pequeno avião 737 que virou “ponto turístico” numa das entradas do hangar. Nesses espaços foram utilizados assentos que seriam jogados fora, tintas vencidas, carpetes inutilizados, peças de aeronaves, entre outras coisas.

IMG 7374 - IMAGENS: Cavok Brasil participa de visita ao Centro de Manutenção da Gol em Minas Gerais
O grupo de convidados que participou da visita ao Centro de Manutenção da Gol. O editor do Cavok Brasil, Fernando Valduga, é o primeiro da esquerda para direita.

Atualmente cerca de 1.100 funcionários trabalham no Centro de Manutenção da GOL, que também possui um outro centro no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, e possui técnicos e engenheiros em todas as bases operacionais da GOL pelo país, sendo esses responsáveis pelos diferentes tipos de manutenções realizadas de forma inteligente e compentente em toda frota de aeronaves da companhia.

Agradecemos ao Fábio Lobo, Gerente de Comunicação On-Line da GOL, e a Juliana Guerra, da Burson-Marsteller, responsável pelos veículos de comunicação digital da empresa GOL, que gentilmente convidou o Cavok para participar dessa interessante visita.

Jato Legacy do acidente da Gol chega aos EUA

8
constant aviationjpg fb0d071123b97b34 - Jato Legacy do acidente da Gol chega aos EUA
A aeronave Legacy 600 permanecerá em Cleveland por três meses para reparos. (Foto: Joshua Gunter / The Plain Dealer)

O jato executivo Embraer Legacy 600 que colidiu com um Boeing 737 da Gol sobre a floresta amazônica no Brasil em 2006 chegou aos Estados Unidos após mais de 4 anos parado na Base Aérea do Cachimbo, no Brasil, aguardando a investigação.

A colisão ocorrida numa altitude de 37.000 pés em 2006 ocasionou a morte de 145 pessoas que estava a bordo do 737 e danificou o jato Legacy, mas a tripulação conseguiu efetuar um pouso de emergência da Base Aérea do Cachimbo, onde a aeronave permaneceu até o dia 19 desse mês. O incidente iniciou uma briga diplomática internacional e uma discussão legal, fazendo com que os dois pilotos do Legacy ficassem detidos no Brasil por quase dois meses.

A aeronave Legacy estava efetuando o voo de translado para os EUA e havia recém sido entregue nova para o cliente norte americano, e foi declarado como perda total pela seguradora. Ela foi então adquirida por outro cliente norte americano, o qual contratou a empresa de reparo Constant Aviation, de Cleveland, para consertar e retornar ela aos EUA.

constant aviationjpg cb928bf75d9af2fe - Jato Legacy do acidente da Gol chega aos EUA
O jato executivo Embraer Legacy 600 chegou no dia 19 de novembro na unidade da Constant Aviation do Aeroporto Internacional Cleveland Hopkins depois de mais de quatro anos no Brasil. (Foto: Joshua Gunter / The Plain Dealer)

A aeronave passou por vários reparos estruturais incluindo a troca do estabilizador horizontal, o qual, juntamente como winglet esquerdo, foram danificados na colisão. O Legacy ficou parado ao sol por 18 meses, os quais exigiram, entre outras coisas, a troca de todos aviônicos. Foram feitos intensivos testes boroscópicos para verificar a validade e funcionamento dos motores. A fuselagem passou no teste de corrosão que não detectou nenhum sinal de ferrugem.

Foram necessárias 10 pessoas e três semanas de testes e análises para ter certeza que a aeronave estava segura para poder voar novamente.

Gol faz acordo para comprar até 30 aeronaves da Boeing

1
4387554354 4e84d0d1c5 o - Gol faz acordo para comprar até 30 aeronaves da Boeing
Uma das aeronaves Boeing 737-800 da Gol Linha Aéreas durante pouso em Salvador. (Foto: Sandro Bandeira Colaço / Cavok)

A companhia aérea Gol fechou com a Boeing um contrato para aquisição de até 30 aeronaves B737-800 – sendo 20 delas como pedidos firmes e outras 10 unidades como opções de compra. Os pedidos firmes perfazem um valor aproximado de US$ 2,7 bilhões e serão entregues entre 2014 e 2017.

Em teleconferência com jornalistas, Constantino de Oliveira Júnior, presidente da companhia, afirmou que o negócio foi fechado durante esta semana e que o comprometimento para o pagamento dessas aeronaves não é “tão expressivo” até data de início das entregas. Assim, o financiamento da transação não será definido agora – possivelmente apenas em 2013.

Com a encomenda à Boeing, a Gol passa a ter 104 pedidos firmes de aeronaves, mais 40 opções de compra, cujos adiantamentos para aquisição começam em 2012. A companhia fechou setembro com uma frota total de 121 aeronaves.

No total, os compromissos de desembolsos da Gol com a compra de aviões somam R$ 14,178 bilhões, sendo R$ 6,839 bilhões deste total apenas a partir de 2015.

Fonte: Valor Econômico – Eduardo Laguna

Mais aviões para atender a demanda de voos no Brasil

0
5011859843 f66044ea85 b - Mais aviões para atender a demanda de voos no Brasil
A Azul Linhas Aéreas foi uma das companhias brasileiras que mais investiu no aumento da frota de aeronaves. (Foto: Sandro Bandeira Colaço / Cavok)

Em crescimento há 16 meses consecutivos, a demanda por voos domésticos está motivando as empresa aéreas brasileiras a rever para cima seus planos de expansão de frota. Azul e TAM aumentaram suas previsões e compraram neste ano aeronaves não programadas inicialmente. A Gol não descarta a possibilidade de fazer o mesmo a partir de 2014, mas não revela números. A regional Trip também deverá ampliar sua encomenda prevista para os próximos três anos.

“Se o Brasil confirmar esse crescimento atual nos próximos anos, poderemos rever o planejamento de frota para 2014”, afirmou o vice-presidente financeiro e de relações com investidores da Gol, Leonardo Pereira.

Pela atual programação, o aumento de frota da Gol até o fim de 2014, em relação ao total de aviões em 2010, é de 11 aviões. A preços de tabela, o investimento programado equivale a US$ 880 milhões, considerando-se que cada Boeing 737-800, avião que a empresa tem dado prioridade em sua frota, custa cerca de US$ 80 milhões.

3368806357 aee6491cc6 z - Mais aviões para atender a demanda de voos no Brasil
Outra companhia aérea brasileira que adquiriu mais aeronaves do que estava planejado foi a GOL, que trouxe novas aeronaves 737-800 para sua frota. (Foto: Sandro Bandeira Colaço / Cavok)

Pereira, também admite que a companhia poderá aumentar sua previsão de crescimento do mercado doméstico em 2010, prevista atualmente em 21%. De janeiro a setembro, a demanda doméstica acumula alta de 27%. Se a Gol revisar sua projeção, ela só deverá ser conhecida na divulgação do balanço do terceiro trimestre.

“Estamos em processo de avaliação e análise para o replanejamento da frota. Como o setor está realmente aquecido, deveremos fazer uma revisão para os próximos três anos. Ainda não temos números definidos, apenas a sinalização de que os números serão revistos para cima”, afirma o presidente da Trip, José Mário Capriolli.

A Trip tem 38 aeronaves e vai encerrar este ano com 40. Para 2011, quer ter pelo menos 50 aviões entre turboélices da franco italiana ATR e jatos da Embraer.

Em julho, durante a feira internacional de aviação de Farnborough, na Inglaterra, a Trip já havia anunciado a compra de um avião da Embraer diferente do seu plano inicial. Naquela ocasião, a empresa anunciou a aquisição de dois modelos 190, para 106 passageiros.

A Avianca Brasil, antiga Oceanair, deverá promover uma alteração em seu plano inicial de frota. Isso porque ela deve anunciar na segunda-feira a primeira rota internacional com a nova bandeira. Segundo o site da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), a Avianca foi autorizada a operar um voo diário entre São Paulo e Bogotá (Colômbia) a partir de 4 de novembro. A empresa deve operar aviões da Airbus, modelo A330.

Quando ainda era Oceanair, a empresa operou voos para a Cidade do México em meados de 2007 com um Boeing 767-200. Foi quando a companhia anunciou a intenção de voar para as cidades africanas de Lagos (Nigéria) e Luanda (Angola), mas essas rotas não chegaram a ser operadas.

“O mercado está aquecido, influenciado pela desvalorização do dólar”, diz o especialista em negociação de aviões da consultoria Jet Design, Ricardo Mendes.

Em abril, a TAM foi a primeira a elevar suas compras e aumentou em US$ 200 milhões seu investimento em frota. Com esses recursos, ela ampliou de 5 para 11 o aumento de sua frota em 2010.

A Azul fechou a compra de 20 turboélices ATR 72-600, para 70 passageiros, que não estavam programadas em seu planejamento inicial de frota. O pedido inclui mais 20 opções de compra do mesmo modelo que, se forem exercidas, levam o investimento a US$ 850 milhões a preços de tabela.

A empresa também comprou mais cinco jatos da Embraer, modelo 195, para 118 passageiros, num pedido de US$ 211 milhões com valores de mercado. O plano de frota da Azul para 2010 previa inicialmente 21 aviões, mas ele foi ampliado para 26 unidades.

O mercado de negociação de aviões está aquecido em todo o mundo. Em julho, apenas Airbus, Boeing e Embraer fecharam pedidos na feira de Farnborough que ultrapassam US$ 50 bilhões, considerando-se pedidos firmes, opções e intenções de compra para cerca de 600 aviões.

Fonte: Valor Econômico

Gol pode rever plano de frota

3
4387554354 774a3181bb z - Gol pode rever plano de frota
Um dos jatos Boeing 737-700 da companhia aérea GOL. (Foto: Sandro Bandeira Colaço / Cavok)

A Gol pode comprar mais modelos 737 da Boeing para atender a demanda impulsionada pela expansão da economia e pela Copa do Mundo e Olimpíada que serão realizadas no Brasil.

O plano de frota pode ser revisto nos próximos meses e há a possibilidade de vender ações ou emitir dívida no segundo semestre do ano que vem para financiar as aquisições das aeronaves, disse ontem Leonardo Pereira, diretor financeiro da empresa.

A economia brasileira deve crescer 7,5% em 2010, segundo pesquisa semanal do Banco Central. A Gol baseou o atual plano de frota num crescimento de 4% nos próximos cinco anos, disse Pereira, acrescentando que os novos aviões devem elevar a oferta de assentos a tempo para a Copa do Mundo de 2014 e para a Olimpíada de 2016.

“Caso o Brasil continue a crescer num ritmo mais rápido do que pensávamos, teremos que rever nosso plano de frota”, disse Pereira em entrevista em Londres, numa conferência para companhias aéreas de baixo custo. Os grandes eventos esportivos são outro componente nessa revisão. “Se você quer encomendar um avião para 2014, precisa encomendar hoje.”

A Gol encomendou 127 Boeings 737 Next Generation desde 2004 e deve incorporar de 3 a 4 aviões por ano à frota até que todos sejam entregues em 2016. A companhia também tem opções para comprar mais 40 unidades do 737 e pode convertê-las em pedidos firmes caso decida reforçar mais sua frota.

Fonte: Bloomberg via Valor Econômico

Cavok nas redes sociais

61,696FãsCurtir
340Inscritos+1
6,265SeguidoresSeguir
10,510SeguidoresSeguir
2,300InscritosInscrever
Anúncios