Notícias de aviação militar e civil, com destaque para fotografias e debate sobre assuntos aeronáuticos
TwitterFacebookGooglePinterestYouTubeEmailRSS

Companhia aérea Cubana adquire aeronaves An-158 e Il-96-400s

Dentre o pedido da Cubana estão três aviões An-158. (Foto: Antonov)

Dentre o pedido da Cubana estão três aviões An-158. (Foto: Antonov)

Cuba vai comprar US$ 650 milhões em aviões da Rússia, informou o ministro da indústria e comércio da Rússia nesta sexta-feira. As aeronaves, incluindo An-158s e Il-96-400s, serão operadas pela companhia aérea Cubana de Aviación.

“No total, vamos entregar US$ 650 milhões em aeronaves para Cuba,” disse Denis Manturov aos jornalistas.

A empresa de leasing russa Ilyushin Finance Company (IFC) e a Cuban Aviation Corporation assinaram um contrato de opção para entrega de três aviões de passageiros Antonov An-158 e uma série de outros acordos na presença do primeiro-ministro russo Dmitry Medvedev e do líder cubano Raúl Castro.

Cuba também confirmou que estava interessada em comprar da Ilyushin Finance três aeronaves Ilyushin Il-96-400 com capacidade para transportar 350 pessoas.

Um acordo sobre a entrega dos Il-96-400s também foi assinada em Havana.

Medvedev chegou em Cuba na quinta-feira depois de uma visita ao Brasil.

Fonte: RIA Novosti – Tradução e Adaptação do texto: Cavok

Enhanced by Zemanta

Novos postos de comando voadores entram em produção na Rússia

Um novo posto de comando aéreo será fabricado numa aeronave Il-476. (Foto: UAC)

Um novo posto de comando aéreo será fabricado numa aeronave Il-476. (Foto: UAC)

A Rússia deu início à construção de novos postos de comando voadores a partir do avião Il-476 para substituir os antecessores instalados no avião Il-22 e desenvolvidos nos anos 1960, informou o Estado-Maior das Forças Armadas russas.

Os novos postos de comando voadores devem operar em modo digital e garantir uma comunicação de duas vias segura e confiável, além de possuir equipamento para neutralizar os meios de guerra eletrônica inimigos.

“O novo posto será integrado aos escalões operacional, tático e estratégico de um sistema automatizado de comando das Forças Armadas que está sendo criado”, diz o comunicado divulgado pelo Estado-Maior.

De acordo com os militares, os postos de comando voadores Il-22 existentes estão desatualizados. Por outro lado, o IL-476 não pode substituir completamente o Il-22 por ter uma autonomia reduzida e elevado consumo de combustível.

“Os postos de comando voadores são necessários a comandantes de diferentes níveis. Por isso, precisamos de, pelo menos, 20, e, de preferência, 40 postos voadores”, disse uma fonte da indústria armamentista russa.

Segundo o site oficial do Kremlin, o presidente russo Vladímir Pútin, que exerce também as funções de Comandante Supremo das Forças Armadas do país, receberá neste ano dois novos aviões presidenciais IL-96-300 equipados com um posto de comando.

Atualmente, o chefe de Estado tem à sua disposição quatro aviões: um IL-96-300, um Il-62, um Tu-154 e um Yak-40.

A imprensa russa divulgou recentemente que os novos aviões presidenciais serão equipados com meios de comunicação e controle modernos, bem como sistemas de laser para desorientar e neutralizar os mísseis antiaéreos a serem lançados contra o avião.

A aeronave Il-87 Aimak (Il-80/Il-86VKP) usado como posto de comando aéreo na Força Aérea da Rússia. (Foto: Kirill Naumenko / Airliners)

A aeronave Il-87 Aimak (Il-80/Il-86VKP) usado como posto de comando aéreo na Força Aérea da Rússia. (Foto: Kirill Naumenko / Airliners)

Conforme o contrato com o Centro de Desenvolvimento em Tecnologias Aeronáuticas Ilyushin, o custo de dois aviões presidenciais beira os 10,39 bilhões de rublos (cerca de R$ 650 milhões), enquanto um avião comum desse tipo custa 1,2 a 1,5 bilhões de rublos (cerca de R$ 90 milhões).

“O avião presidencial é um posto de comando voador das tropas. Possui um monte de antenas de transmissão e recepção, além de sensores de toda a espécie que não podem ser colocados na superfície exterior da fuselagem. Caso contrário, o avião presidencial teria uma aparência terrível”, explicou uma fonte do Ministério da Defesa em entrevista ao jornal russo “Izvéstia”. “Por isso, muitos dos equipamentos são embutidos nas asas, empenagem, revestimento da fuselagem etc.”

Fonte: Andrêi Lvov / Gazeta Russa

Nota do Editor: Embora o texto fale de aeronaves Il-22 usadas como postos de comandos aéreos com a Força Aérea da Rússia, somente encontramos a informação que a Rússia utiliza os aviões Il-87 Aimak (Il-80/Il-86VKP) nesse tipo de tarefa, o qual a Força Aérea russa possui quatro aeronaves. A Rússia ainda possui uma versão AWACS do Il-76, que é designada A-50 Mainstay. Não sabemos ao certo qual dos dois a notícias se refere, ou qual exatamente é a aeronave Il-22 descrita no texto. Se alguém souber a resposta, coloque nos comentários.

 

Enhanced by Zemanta

Companhia de leasing de aviação da Rússia adquire 32 aviões Bombardier CSeries com opção para mais 10

Uma aeronave CSeries CS300 nas cores da Ilyushin Finance. (Foto: Bombardier Aircraft)

Uma aeronave CSeries CS300 nas cores da Ilyushin Finance. (Foto: Bombardier Aircraft)

A Bombardier Aerospace anunciou na quarta-feira, dia 20 de fevereiro, que a empresa de leasing Ilyushin Finance Co. (IFC), baseada em Moscou, assinou um acordo de compra para adquirir 32 aviões CS300 e opções para 10 aeronaves CS300 adicionais. A transação, que vem depois da carta de intenções assinada pela IFC em 2011, está sujeita à aprovação dos acionistas da empresa. A cerimônia de assinatura, para comemorar o acordo foi realizada no mesmo dia durante uma visita de dignitários da IFC e da Rússia na instalação de montagem final da aeronave CSeries da Bombardier em Mirabel, Quebec.

Com base no preço de lista das aeronaves CS300, o pedido firme de 32 aeronaves para IFC está avaliado em cerca de US$ 2,56 bilhões. Caso a IFC exerça as suas 10 opções, o contrato terá um valor total de aproximadamente US$ 3,42 bilhões.

“O mundo de leasing de aeronaves está mudando rapidamente”, disse Alexander Rubtsov, Diretor Geral da IFC. “Já que aeronaves mais velhas e com projetos menos eficientes apresentam desafios as companhias aéreas – dados aos custos elevados de combustível e aumento das preocupações ambientais – as aeronaves CSeries oferecem alcance transcontinental, e desempenho de operações em pistas, que colocam o transporte aéreo no século 21.”

Rubtsov também observou que a encomenda para os jatos CSeries tecnologicamente avançados é o seu primeiro grande pedido de aeronaves não-russas, acrescentando que a aeronave CSeries, com sua capacidade e desempenho, está idealmente localizada entre as aeronaves russas Superjet e MC-21, que a IFC se comprometeu a comprar.

“Esta é uma oportunidade marcante para a Bombardier Aerospace e suas aeronaves CSeries”, disse Mike Arcamone, presidente da Bombardier Commercial Aircraft. “A aeronave CSeries foi feita sob medida para operação nesta vasta região e tem o potencial de oferecer uma mudança radical no transporte aéreo na Rússia e em toda a Comunidade de Estados Independentes.”

Atualmente, 95 jatos regionais CRJ e aeronaves Dash-8/Q Series estão em serviço ou encomendadas na Rússia e na Comunidade de Estados Independentes. Além disso, a Bombardier também está explorando oportunidades para seus aviões turboélice Q400 NextGen na Rússia.

Enhanced by Zemanta

Força Aérea da Rússia pretende adquirir 31 novos aviões de reabastecimento Il-78

Um avião de reabastecimento aéreo ilyushin Il-78 Midas da Força Aérea da Rússia sendo acompanhado em voo por um MiG-29. (Foto: Maxim Maksimov / Airliners)

Um avião de reabastecimento aéreo Ilyushin Il-78 Midas da Força Aérea da Rússia sendo acompanhado em voo por um MiG-29. (Foto: Maxim Maksimov / Airliners)

O Ministério da Defesa da Rússia planeja aumentar os pedidos de aeronaves feitos para Aviastar-SP de Ulyanovsk. O ministério já havia confirmado a compra de 39 aeronaves de transporte militar Il-476 (Il-76MD-90A), e agora pretende assinar um contrato para o fornecimento de 31 novos aviões-tanque IL-78. No total, o valor de compra dessas novas aeronaves é de cerca de 280 bilhões de rublos (US$ 9,3 bilhões), que o Ministério da Defesa russo somente vai começar a pagar no início de 2017.

Segundo disse uma fonte da United Aircraft Corporation ao jornal “Vedomosti”, não existe até o momento um orçamento militar disponível para fabricação dessas aeronaves. Até 2017, a Aviastar teria que construir 20 das 70 aeronaves, e a verba para a sua produção teria que ser através de empréstimos de bancos, incluindo o Sberbank. Estão em curso as negociações sobre os termos de empréstimos, cuja taxa de juros normalmente é de seis a oito por cento ao ano. O pagamento de juros e os pagamentos de empréstimos serão colocados no orçamento militar.

De acordo com estimativas preliminares, a fabricação de aeronaves pela Aviastar num futuro próximo exigirá cerca de um bilhão de dólares (30 bilhões de rublos).

No âmbito do programa estadual de armamentos da Rússia, até 2020, os militares devem receber mais do que mil novos e atualizados aviões de vários tipos. Em particular, a Força Aérea da Rússia vai receber centenas de aeronaves de transporte, incluindo os modelos IL-112, IL-476, Il-76MD, An-124 e An-70.

 

Enhanced by Zemanta

Força Aérea da Rússia vai receber 48 aeronaves Il-476 até 2020

Até 2020, a Força Aérea da Rússia vai receber 48 novas aeronaves de transporte Il-476. A primeira aeronave já está realizando voos de testes.

Até 2020, a Força Aérea da Rússia vai receber 48 novas aeronaves de transporte Il-476. A primeira aeronave já está realizando voos de testes.

A Aviação de Transporte Militar (MTA) da Força Aérea da Rússia vai receber um total de 48 novas aeronaves de transporte militar Ilyushin Il-476 até 2020, ao invés de 39 afirmado anteriormente, informou o seu comandante, o coronel-general Vladimir Benediktov nessa terça-feira.

O Ministério de Defesa russo disse em outubro que tinha assinado um contrato no valor de cerca de 140 bilhões de rublos (US$ 4 bilhões) com a United Aircraft Corporation da Rússia (UAC) para o fornecimento de 39 aviões Il-476 até 2020.

“O MTA receberá seus primeiros Il-476 produzidos em série até 2014, e um total de 48 até 2020″, disse Benediktov.

O Il-476, (também conhecido como o Il-76-MD-90A) é uma variante significativamente modernizada do avião de transporte Il-76 Candid, com um sistema totalmente digital de controle de vôo, novos aviônicos e motores PS-90A-76 com sistemas mais eficientes de combustível.

Um protótipo do avião realizou um voo inaugural a partir da planta Aviastar-SP em Ulyanovsk, em setembro e vai passar por um programa abrangente de teste durante um ano.

Os militares russos não recebem um número significativo de novos aviões grandes de transporte há mais de 20 anos.

Fonte: RIA Novosti – Tradução: Cavok

Solicitamos mais uma vez a ajuda de todos com contribuições espontâneas para o site, que ajudam muito nas despesas de hospedagem. Para contribuir, utilize as formas de pagamento online abaixo ou nos botões localizados na barra lateral. Se você gosta de ver notícias atualizadas aqui, colabore para manter o site no ar. Quem quiser também poderá doar através de depósito na conta corrente: Banco do Brasil – Agência: 0181-3 – C/C: 12.742-6 – Favorecido: Fernando Valduga. Desde já, muito obrigado!

Enhanced by Zemanta

Aeronave de transporte Il-476 realiza primeiro voo de longa duração na Rússia

A aeronave de testes Il-476 já recebeu sua pintura, e realizou recentemente um voo de longa duração. (Foto: Aviastar-SP)

A aeronave de testes Il-476 já recebeu sua pintura, e realizou recentemente um voo de longa duração. (Foto: Aviastar-SP)

A aeronave de transporte aéreo militar Ilyushin Il-76MD-90A (Il-476) usada para testes de voo, com sucesso completou um voo de longa duração, como parte dos testes de fábrica, informou a fábrica Aviastar-SP baseada em Ulyanovsk. Com o piloto de testes e herói da Rússia Nicolai Kuimova no comando, a aeronave permaneceu em voo por 4 horas e 25 minutos. O novo jato de transporte já recebeu a pintura final.

De acordo com a Avistar-SP, a aeronave realizou o voo de teste a partir do aeroporto Ulyanovsk-Vostochny, e atingiu uma altitude de 10 mil pés. Durante o voo, foram testados sistemas e equipamentos de partida do motor, bem como avaliados o sistema de piloto automático, além das características de estabilidade, controlabilidade e aproximações para pouso. Espera-se que num futuro próximo, o Il-476 seja enviado para o Centro de Testes de Voo de Zhukovsky para continuar os ensaios em voo.

O Il-476 cargueiro é uma modernização profunda da aeronave Il-76MD. O avião fez seu primeiro vôo no dia 22 de setembro de 2012. A aeronave está equipada com novos motores PS-90A-76 e tem uma asa reforçada. Com um peso máximo de decolagem de 210 toneladas, a aeronave é capaz de transportar cargas de até 60 toneladas. O IL-476 está equipado com um cockpit no conceito full glass. O novo cargueiro é capaz de atingir velocidades de até 850 km/h, e possui um raio de ação de seis mil quilômetros.

O Estado-Maior das Forças Armadas da Rússia definiu os termos de referência para o estabelecimento de um novo Centro de Comando em Voo baseado no IL-476. Como esperado, a sua construção poderia começar no final de 2013. Os novos centros de comando em voo que integram de forma única os sistemas de gerenciamento das Forças Armadas da Rússia, serão para substituir os antigos Il-22.

No início de outubro, o Ministério da Defesa da Rússia assinou um contrato para aquisição de 39 aeronaves de transporte Il-476. Como parte do programa de armas da Rússia, a Aviação de Transporte Militar da Força Aérea russa deve receber até 2020 cerca de uma centena de novos aviões de transporte.

Solicitamos mais uma vez a ajuda de todos com contribuições espontâneas para o site, que ajudam muito nas despesas de hospedagem. Para contribuir, utilize as formas de pagamento online abaixo ou nos botões localizados na barra lateral. Se você gosta de ver notícias atualizadas aqui, colabore para manter o site no ar. Quem quiser também poderá doar através de depósito na conta corrente: Banco do Brasil – Agência: 0181-3 – C/C: 12.742-6 – Favorecido: Fernando Valduga. Desde já, muito obrigado!




Enhanced by Zemanta