Saab

fiqueemcasa

Inicio Tags Líbano

Tag: Líbano

Força Aérea do Líbano recebe os dois primeiros A-29 Super Tucano

0
Os dois primeiros A-29 Super Tucanos entregues para Força Aérea do Líbano. (Foto: Forças Armadas do Libano)

A Força Aérea Libanesa recebeu nesta manhã, em Hamat, seus dois primeiros Embraer/Sierra Nevada A-29 Super Tucano, parte dos seis aviões que serão entregues como uma doação por parte das autoridades dos EUA, dentro do programa de ajuda oferecida ao Líbano.

Anúncios

IMAGENS: Piloto libanês realiza nos EUA primeiro voo em aeronave A-29 Super Tucano

14
Um piloto libanês realizou o primeiro voo de treinamento na aeronave Super Tucano, durante um treinamento na Base Aérea de Moody, Georgia. (Foto: U.S. Air Force / Tech. Sgt. Zachary Wolf)

Um piloto libanês do A-29 Super Tucano, junto ao 81º Esquadrão de Caça da USAF, realizou no dia 22 de março a primeira sessão de treinamento “no banco da frente” da aeronave, durante uma missão na Base Aérea de Moody, Georgia.

Base Aérea de Moody selecionada para treinar pilotos de A-29 do Líbano

5
Pilotos da Força Aérea Libanesa serão treinados nos A-29 na Base Aérea de Moody, onde os pilotos afegãos são treinados. (Foto: Airman 1st Class Dillian Bamman / US Air Force)

Membros da Força Aérea dos EUA anunciaram hoje que a Base Aérea de Moody, na Georgia, receberá uma missão estadunidense para treinar pilotos da Força Aérea do Líbano e pessoal de manutenção nas aeronaves Embraer A-29 Super Tucano.

Embraer com produção em andamento dos primeiros A-29 Super Tucano para o Líbano

1
As aeronaves A-29 Super Tucano para o Líbano estão sendo fabricadas nos Estados Unidos. (Foto: Embraer)
As aeronaves A-29 Super Tucano para o Líbano estão sendo fabricadas nos Estados Unidos. (Foto: Embraer)

A produção está em andamento dos primeiros Embraer A-29 Super Tucanos para a Força Aérea libanesa, com a entrega devendo começar no início de 2017.

Super Tucano para a Nigéria?

14
An Afghan air force A-29 Super Tucano flies over Afghanistan during a training mission April 6, 2016. Train, Advise, Assist Command-Air worked daily with the Afghan air force to help build a professional, sustainable and capable air force. (U.S. Air Force photo by Capt. Eydie Sakura)
A-29 Super Tucano – Força Aérea Afegã (AAF) / © Capt. Eydie Sakura – USAF, em caráter ilustrativo

O governo dos Estados Unidos busca aprovar a venda de até 12 aeronaves de ataque leve A-29 Super Tucano, da Embraer, para a Nigéria como auxílio no combate ao grupo extremista Boko Haram, disseram autoridades norte-americanas, em um voto de confiança à reforma conduzida pelo presidente Muhammadu Buhari para mudar o manchado histórico militar do país africano.

Arábia Saudita cancela ajuda de US$ 3 bilhões em armas para Líbano. Encomenda dos Super Tucano não deve ser afetada

4
A-29-SNC (2)
O fornecimento dos Super Tucano ao Líbano se dará através do programa LAS / Foto: USAF, em caráter ilustratvo

A Arábia Saudita cancelou um acordo de cooperação com o Líbano no valor de US$ 3 bilhões em armamentos. Segundo a agência de notícias estatal saudita SPA, o cancelamento deve-se às recentes posições diplomáticas libanesas diante da disputa entre a Arábia Saudita e o Irã. Ainda de acordo com as informações, o fornecimento à Força Aérea Libanesa (LAF) de seis unidades da aeronave de ataque leve e contra-insurgência Embraer A-29 Super Tucano, que também é custeado com recursos sauditas, não será afetado com a medida.

Embraer confirma fornecimento de seis unidades do A-29 Super Tucano ao Líbano

1
Embraer A-29 Super Tucano (6)
Embraer A-29 Super Tucano, Dubai Airshow 2015 / Foto: Embraer

A República do Líbano confirmou hoje a aquisição de seis aeronaves turboélice A-29 Super Tucano da Embraer Defesa & Segurança e da Sierra Nevada Corporation (SNC). O contrato inclui suporte logístico para a operação das aeronaves, bem como um sistema de treinamento completo para pilotos e mecânicos da Força Aérea Libanesa. A venda foi aprovada em junho pelo Departamento de Estado dos Estados Unidos.

Super Tucano para o Líbano: Contrato Assinado

41
A-29-SNC (2)
Embraer-SNC A-29 Super Tucano / Foto: USAF

A Sierra Nevada Corporation (SNC) recebeu um contrato no valor de aproximadamente US$ 173 milhões para o fornecimento à Força Aérea Libanesa (LAF) de seis unidades da aeronave de ataque leve e contra-insurgência Embraer-SNC A-29 Super Tucano, que serão entregues até 2019.

Governo dos EUA confirma fornecimento dos A-29 para o Líbano

40
Embraer Super Tucano - SNC
Embraer EMB 314 / A-29 Super Tucano (Foto: USAF)

A despeito do contínuo quadro de instabilidade política no Líbano, está confirmado o fornecimento para a força aérea daquele país de seis unidades da aeronave de ataque leve e contra-insurgência Super Tucano, desenvolvidas pela Embraer, e que serão fabricadas pela Sierra Nevada Corporation (SNC), sediada em Jacksonville, no estado americano da Flórida.

Governo dos EUA aprova venda do A-29 para o Líbano

45

6e217d84f2d41f004aa77ab96bb9fafaLíbano quer comprar seis aeronaves A-29 Super Tucano via FMS.

Super Tucano para o Líbano: Negócio Fechado

0
Embraer EMB 314 / A-29 Super Tucano (Foto: Embraer)

A Força Aérea Libanesa (LAF) receberá seis unidades da aeronave de ataque leve, vigilância aérea e contra-insurgência Super Tucano, que serão entregues em 2018, como parte do programa de assistência militar contínua dos EUA na região.

SUPER TUCANO
Embraer EMB 314 / A-29 Super Tucano (Foto: Força Aérea Brasileira)

No dia 26/01/2015, o Cavok já tinha informado, em primeiríssima mão, que havia uma negociação em curso para o fornecimento das aeronaves.

Embraer EMB 314 / A-29 Super Tucano (Foto: Força Aérea Brasileira)

O objetivo é impulsionar a capacidade militar do Líbano, que, de forma mais contida, em comparação com o que tem ocorrido do Iraque e Síria, já registra atividades terroristas do EI ao longo de sua fronteira.

Embraer EMB 314 A-29 Super Tucano 1
Embraer EMB 314 / A-29 Super Tucano (Foto: Força Aérea Brasileira)

Ao longo dos últimos oito anos, os EUA já proveram mais de US$ 1 bilhão em assistência militar ao Líbano, incluindo dois aviões Cessna 208B Caravan, modificados em plataformas de inteligência, vigilância e reconhecimento (ISR).

 

FONTE: IHS Jane’s – EDIÇÃO: Cavok

IMAGENS: Meramente ilustrativas

NOTA DO EDITOR: Em sua área restrita a assinantes, o IHS Jane’s divulgou que oficiais americanos confirmaram que o fornecimento dos Super Tucano ao Líbano será através do programa LAS.

Preocupada com o avanço do EI, Força Aérea Libanesa demonstra interesse no Super Tucano!

44
Super Tucano - Noite
Divulgação/Johnson Barros/FAB

O objetivo, segundo o jornal Al Joumhouria, seria para 8 a 10 aeronaves.

Líbano recebe dos EUA seis helicópteros Bell UH-1 Huey II

0
Os primeiros helicópteros Huey II entregues pelos EUA para o Líbano chegaram no país no dia 12 de dezembro.
Os primeiros helicópteros Huey II entregues pelos EUA para o Líbano chegaram no país no dia 12 de dezembro.

Oficiais da Força Aérea do Líbano e funcionários norte americanos da embaixada dos EUA em Beirute acompanharam a entrega de seis helicópteros militares UH-1 Huey II, para ajudar a aumentar as capacidades das forças armadas libanesas. A entrega também incluiu peças de reposição para as aeronaves, que deverão ficar baseadas no Aeroporto Internacional Rafik Hariri.

Os seis helicópteros Huey IIs partiram da fábrica de helicópteros da Bell de Alliance Airport, em Grand Prairie, Texas, a bordo de aviões de transporte An-124, no dia 10 de dezembro. Depois de uma escala na Escócia, a aeronave chegou com segurança em Beirute no dia 12 de dezembro.

Os equipamentos militares fazem parte de uma revisão mais ampla da assistência de segurança para o Líbano por parte dos EUA. Os helicópteros vão reforçar as forças que vêm lutando para lidar com a violência se espalhando ao longo da fronteira da Síria.

Oficialmente conhecido como Bell UH-1 Iroquois, o helicóptero fabricado pela Bell Helicopter é capaz de transportar uma carga de 11.200 libras e pode acomodar 13 passageiros.

Atualmente, a frota da Força Aérea libanesa inclui 24 helicópteros Huey e 11 helicópteros Gazelles feitos pela Aerospatiale Helicopter Corporation. Ambos tipos de helicópteros podem ser armados com mísseis e lançadores de foguetes.

Os EUA forneceram mais de US$ 720 milhões em ajuda militar para as forças armadas libanesas, entre 2006 e abril de 2011, incluindo o fornecimento de equipamentos e treinamento avançado. O pedido dos helicópteros ao Governo dos EUA foi feito no início deste ano, e no final de julho o Congresso dos EUA foi notificado pela Agência de Cooperação de Segurança e Defesa (DSCA) da possível Venda Militar Estrangeira (FMS) avaliada em US$ 63 milhões.

Forças sírias ocasionalmente tem violado a fronteira libanesa n batalha com os rebeldes que lutam para derrubar o presidente sírio, Bashar al-Assad, e refugiar-se em cidades de fronteira libanesa. Morteiros sírios também atacaram aldeias libanesas.

Agradecemos as contribuições até o momento. Graças à colaboração de algumas pessoas estamos conseguindo manter o site no ar, pois o valor necessário para manter o Cavok no ar é alto. Continuamos pedindo a ajuda de todos com as contribuições, que podem ser de qualquer valor. Se cada um ajudar um pouco, poderemos assim manter esse local como o melhor site de aviação do Brasil. Continuamos também lutando para conseguir um patrocínio, que ajudaria bastante nas despesas mensais do site. Para contribuir, utilize as formas de pagamento online abaixo ou nos botões localizados na barra lateral. Quem quiser também poderá doar através de depósito na conta corrente: Banco do Brasil – Agência: 0181-3 – C/C: 12.742-6 – Favorecido: Fernando Valduga. Desde já meu muito obrigado!




Enhanced by Zemanta

Sete aeronaves israelenses invadem espaço aéreo libanês num curto espaço de tempo

16
O Líbano tem declarado que Israel vem violando uma resolução da ONU ao entrar no seu espaço aéreo seguidas vezes com aeronaves militares.

Sete aeronaves militares israelenses entraram no espaço aéreo libanês e sobrevoaram áreas do país, em flagrante violação de uma resolução do Conselho de Segurança da ONU.

Um avião de reconhecimento israelense cruzou o espaço aéreo libanês sobre a cidade fronteiriça do sul de Alma al-Shaab às 7 da manhã, hora local (04:00 GMT) na terça-feira, de acordo com um comunicado divulgado pelos militares libaneses.

O avião não tripulado realizou vôos de vigilância sobre várias áreas no sul do Líbano e Beirute antes de deixar o espaço aéreo libanês por volta das 14:15 hora local (11:15 GMT) ao sobrevoar a aldeia de al-Naqoura, que está situado à 91 km (57 milhas) ao sul de Beirute.

Na segunda-feira, dois aviões de combate israelenses violaram o espaço aéreo libanês sobre a aldeia no sul de Rmeish, às 17:00 hora local (14:00 GMT). Os aviões de guerra deixaram o espaço aéreo mas permaneceram 15 minutos depois voando sobre a fronteira sul do Líbano.

No início de terça-feira, um veículo aéreo não tripulado israelense violou o espaço aéreo libanês sobre o sul da vila de al-Naqoura às 12:10 hora local (09:10 GMT) e sobrevoou as cidades de Baalbek, al-Harmel, e al-Arz. A aeronave sobrevoou a fronteira sul do Líbano às 18:50 hora local (15:50 GMT) e deixou o espaço aéreo do país.

Um drone israelense violou o espaço aéreo do Líbano sobre a cidade fronteiriça de Alma al-Shaab às 11:45 hora local (08:45 GMT) na segunda-feira, e voou sobre áreas do sul do país. Ele deixou espaço aéreo libanês às 16:20 hora local (13:20 GMT).

E dois aviões de guerra israelenses cruzaram o espaço aéreo libanês na segunda-feira sobre a aldeia de Kfar Kila na fronteira, localizado à 96 km (59 milhas) ao sul de Beirute, às 11h05 hora local (08:15 GMT) e sobrevoaram várias áreas do Líbano.

As aeronaves israelense deixaram o espaço aéreo libanês em torno de 12:50 hora local (09:50 GMT) ao sobrevoar a aldeia sul de Rmeish.

Israel violou o espaço aéreo do Líbano quase que diariamente, alegando que os vôos servem para fins de vigilância”, disse o governo libanês.

O governo do Líbano, o movimento de resistência Hezbollah, e a Força Interina da ONU no Líbano, conhecida como Unifil, têm repetidamente condenado os sobrevoos, dizendo que eles são uma clara violação da Resolução 1701 e da soberania do país.

A Resolução 1701 do Conselho de Segurança da ONU, que mediou um cessar-fogo na guerra de agressão contra o Líbano, lançada por Israel em 2006, apela que Israel respeite a soberania do Líbano e a integridade territorial.

Em 2009, o Líbano apresentou uma queixa junto as Nações Unidas, apresentando mais de 7.000 documentos relativos a violações israelenses do território libanês.

Fonte: PressTV – Tradução: Cavok

Enhanced by Zemanta

Governo do Líbano solicita compra de seis helicópteros Bell Huey II

6
O Líbano pretende adquirir seis helicópteros Bell Huey II.

A Agência de Cooperação de Segurança e Defesa (DSCA) notificou hoje o Congresso dos EUA de uma possível Venda Militar Estrangeira (FMS) ao Governo do Líbano de seis helicópteros Huey II e equipamentos associados, peças, treinamento e apoio logístico num custo estimado de US$ 63 milhões.

O Governo do Líbano solicitou a possível venda de seis helicópteros Bell Huey II, garantia, equipamento de apoio, de reposição e peças de reposição, treinamento de pessoal e equipamento de treinamento, publicações e dados técnicos, assistência técnica contratada, e outros apoios logísticos relacionados.

Esta proposta de venda serve os interesses econômicos e de segurança nacional dos EUA, fornecendo para o Líbano recursos de mobilidade necessárias para manter a segurança interna, cumprir as resoluções 1559 e 1701 das Nações Unidas, e combater as ameaças terroristas.

A proposta de venda destas aeronaves permitirá ao Líbano enfrentar os desafios presentes e futuros decorrentes de ameaças à segurança interna e de fronteira, evacuações, busca e salvamento, e operações de interdição de drogas. Os Huey II vão aumentar a antiga frota de helicópteros UH-1H do Líbano.

O principal contratante será a Bell Helicopter de Fort Worth, Texas.

FARNBOROUGH: Middle East Airlines assina carta de intenção com a Airbus para 10 aeronaves da Família A320neo

1
A Middle East Airlines do Líbano assinou com a Airbus um Memorando de Entendimento para 5 aeronaves A321neo. (Foto: Fixion / Airbus)

A Middle East Airlines-Air Liban (MEA), a transportadora de bandeira do Líbano, assinou um Memorando de Entendimento (MoU) para cinco Airbus A320neo e cinco aeronaves A321neo além de mais oito opções. A MEA irá anunciar a sua escolha de motor numa data posterior.

“A MEA está focada em continuar a crescer e melhorar sua rentabilidade, enquanto ao mesmo tempo oferece aos seus passageiros um serviço muito luxuoso”, disse o Presidente e Diretor-Geral da MEA, Mohamad El Hout. “Adicionando o A320neo à nossa frota significa que podemos alcançar todos estes objetivos ao mesmo tempo, beneficiando-se de uma economia de combustível de 15 por cento e rentabilidade.”

A MEA também pretende adquirir cinco jatos A320neo. (Foto: Fixion / Airbus)

“Nós agradecemos pela confiança continuada da MEA na Airbus e estamos confiantes de que esse pedido para o nosso A320neo eficiente em combustível irá colocá-los à frente da concorrência”, disse John Leahy, COO da Airbus para Clientes. “Estamos ansiosos para ver o A320neo operacional na MEA e sem interrupção ao lado de sua família de geração atual A320, e fornecer uma economia através da manutenção reduzida e dos custos de formação de pilotos através do alto grau de comunalidade entre os modelos.”

A MEA opera uma das frotas mais modernas da região do Oriente Médio, com quatro aeronaves A330-200, quatro A321 e nove A320.

Airbus entrega a aeronave A320 com número de série 5.000

6
A aeronave A320 com número de série 5000 da Airbus, foi entregue para a Middle East Airlines do Líbano. (Foto: Airbus)

A Airbus entregou o A320 com número de série 5000 para a companhia aérea nacional do Líbano, a Middle East Airlines (MEA). A aeronave foi entregue na Airbus em Hamburgo, na Alemanha, e é alimentada por motores International Aero Engines V2500.

A aeronave A320 especial recebeu um adesivo na lateral da fuselagem. (Foto: Airbus)

A aeronave MSN5000 completa a entrega da encomenda total da MEA para sete aviões A320. É um marco significativo para a Airbus e para a Família A320 no começo de 2012, quando a produção aumenta de 38 para 40 jatos A320 por mês durante o primeiro trimestre do ano.

“Estamos honrados por se tornar o operador do novo A320 com o seu número distintivo de série 5000, durante o ano do 25º aniversário do primeiro vôo do A320”, disse o Presidente e Diretor Geral da MEA, Mohamad El Hout.

A MEA opera uma das frotas mais modernas da região, com quatro A330-200, seis A321 e incluindo o MSN5000, agora com sete aeronaves A320.

Rússia dará seis helicópteros de ataque Mi-24 Hind para o Líbano

7
O Líbano deverá receber seis helicópteros Mi-24 Hind de graça da Rússia.

O jornal israelense Haaretz.com informou que a Rússia dará para o Líbado seis helicópteros de ataque Mi-24 Hind como um “presente incondicional”, além de tanques e equipamentos de artilharia.

A oferta foi feita pela Primeiro Ministro Russo Vladimir Putin durante um encontro com o Primeiro Ministro do Líbano Sa’ad Hariri. O anúncio vem após o Comitê da Câmara dos Assuntos Externos dos EUA decidir por liberar a assistência financeira para o exército do Líbano.

Os helicópteros Mi-24s da oferta serão de segunda-mão que foram retirados de operação da Força Aérea da Rússia, os quais estão sendo substituídos pelos Mi-28N Night Hunter. A Força Aérea do Líbano atualmente opera cerca de cinco aeronaves de antigos helicópteros Bell UH-1Hs nas missões de ataque e os Mi-24 serão uma significativa melhoria para as forças armadas do país.

Rússia aceita fornecer de graça helicópteros Mi-24 para o Líbano

1
Helicóptero de combate Mil Mi-24 Hind-D doado pela Rússia para o Líbano.

Autoridades russas entraram num acordo para fornecer de graça para o Líbano 10 helicópteros militares avançados Mi-24 ao invés de 10 caças MiG-29 que já haviam se comprometido em fornecer. Havíamos divulgado aqui no Cavok sobre a recente oferta das aeronaves MiG-29 para o Líbano.

De acordo com uma reportagem publicada pelo site de notícias al-Nahar, a decisão foi tomada após o Presidente libanês Michel Sleiman questionar se poderia receber os modernos helicópteros militares e as avançadas armas que eles carregam no lugar do caças fabricados na Rússia.

O President Michel Sleiman retornou sexta-feira de tarde para Beirute concluindo sua visita oficial de dois dias a Moscou, a primeira visita de um chefe de estado do Líbano na Rússia.

Na quinta-feira, Sleiman se encontrou com o Presidente da Rússia Dmitry Medvedev e os dois assinaram um memorando de cooperação militar.

O movimento russo é visto como uma bofetada nos Estados Unido que possui uma relação militar de longa data com o Líbano. Oficiais norte americanos ocasionalmente intervinham nas negociações quando outros países ofereciam armas ao Líbano.

A Força Aérea do Líbano atualmente consiste em apenas alguns jatos de combate da década de 50 e um pequeno número de helicópteros da época da Guerra do Vietnã. O caça MiG-29, frequentemente comparado com o caça norte americano F-16 Falcon, é imensamente mais potente do que qualquer aeronave já fornecida ou ofertada pelos EUA ao Líbano. A mais recente oferta do Pentágono, em termos de poder aéreo, foi um Cessna Caravan, uma aeronave monomotora a pistão.

O Líbano agradece os MiG-29 que receberá de graça da Rússia, mas ao invés disso quer helicópteros

3
Caça MiG-29 Fulcrum

O Líbano está agradecendo à Rússia pelos caças MiG-29, os quais a Rússia prometeu doar para o país como um presente. No entanto, oficiais libaneses não tem idéia de onde o país precisaria deles. O Líbano está tentando descobrir uma forma da Rússia trocar os caças por algum outro tipo de aeronave.

O Presidente do Líbano Michel Suleiman, que esteve vistando a Rússia, disse que o Líbano poderia avaliar essa oportunidade téccnica para compreender como poderia utilizar os caças e decidir se os pilotos e engenheiros estariam prontos para operarem essas aeronaves russa.

A Rússia havia anunciado a intenção de entregar dez caças MiG-29 para o Líbano sem custo algum em dezembro de 2008. Teria sido dito que esses caças chegarian ao país em 2010. Um caça MiG-29 custa aproximadamente US$ 30 milhões, o que avaliaria o presente em cerca de US$300 milhões.

O presidente libanês declarou que a iniciativa da Rússia mostrou uma influência positiva das forças armadas libanesas contra o embargo oficial que ocorre nos bastidores referente ao envio de novosequipamentos militares para o Líbano.

“Comitês especial dos dois países estão analisando o assunto da entrega dessa aeronaves e decidirão se eles são mesmo necessários no Líbano,” tdisse o presidente libanês.

A Rússia e o Líbano também estão tentando ver uma oportunidade de substituir os caças MiG-29 por outros equipamentos.

O Líbano estaria considerando a possibilidade de receber outras aeronaves ou helicópteros como alternativa. “Nós precisamos de helicópteros”, disse Michel Suleiman.

Fonte: Pravda – Tradução e Adaptação do texto: Cavok

Cavok nas redes sociais

62,532FãsCurtir
340Inscritos+1
6,535SeguidoresSeguir
2,505SeguidoresSeguir
10,510SeguidoresSeguir
2,780InscritosInscrever
Anúncios