Tags Post com a tag "Líbano"

Tag: Líbano

Governo do Líbano solicita compra de seis helicópteros Bell Huey II

6
O Líbano pretende adquirir seis helicópteros Bell Huey II.

A Agência de Cooperação de Segurança e Defesa (DSCA) notificou hoje o Congresso dos EUA de uma possível Venda Militar Estrangeira (FMS) ao Governo do Líbano de seis helicópteros Huey II e equipamentos associados, peças, treinamento e apoio logístico num custo estimado de US$ 63 milhões.

O Governo do Líbano solicitou a possível venda de seis helicópteros Bell Huey II, garantia, equipamento de apoio, de reposição e peças de reposição, treinamento de pessoal e equipamento de treinamento, publicações e dados técnicos, assistência técnica contratada, e outros apoios logísticos relacionados.

Esta proposta de venda serve os interesses econômicos e de segurança nacional dos EUA, fornecendo para o Líbano recursos de mobilidade necessárias para manter a segurança interna, cumprir as resoluções 1559 e 1701 das Nações Unidas, e combater as ameaças terroristas.

A proposta de venda destas aeronaves permitirá ao Líbano enfrentar os desafios presentes e futuros decorrentes de ameaças à segurança interna e de fronteira, evacuações, busca e salvamento, e operações de interdição de drogas. Os Huey II vão aumentar a antiga frota de helicópteros UH-1H do Líbano.

O principal contratante será a Bell Helicopter de Fort Worth, Texas.

Anúncios

FARNBOROUGH: Middle East Airlines assina carta de intenção com a Airbus para 10 aeronaves da Família A320neo

1
A Middle East Airlines do Líbano assinou com a Airbus um Memorando de Entendimento para 5 aeronaves A321neo. (Foto: Fixion / Airbus)

A Middle East Airlines-Air Liban (MEA), a transportadora de bandeira do Líbano, assinou um Memorando de Entendimento (MoU) para cinco Airbus A320neo e cinco aeronaves A321neo além de mais oito opções. A MEA irá anunciar a sua escolha de motor numa data posterior.

“A MEA está focada em continuar a crescer e melhorar sua rentabilidade, enquanto ao mesmo tempo oferece aos seus passageiros um serviço muito luxuoso”, disse o Presidente e Diretor-Geral da MEA, Mohamad El Hout. “Adicionando o A320neo à nossa frota significa que podemos alcançar todos estes objetivos ao mesmo tempo, beneficiando-se de uma economia de combustível de 15 por cento e rentabilidade.”

A MEA também pretende adquirir cinco jatos A320neo. (Foto: Fixion / Airbus)

“Nós agradecemos pela confiança continuada da MEA na Airbus e estamos confiantes de que esse pedido para o nosso A320neo eficiente em combustível irá colocá-los à frente da concorrência”, disse John Leahy, COO da Airbus para Clientes. “Estamos ansiosos para ver o A320neo operacional na MEA e sem interrupção ao lado de sua família de geração atual A320, e fornecer uma economia através da manutenção reduzida e dos custos de formação de pilotos através do alto grau de comunalidade entre os modelos.”

A MEA opera uma das frotas mais modernas da região do Oriente Médio, com quatro aeronaves A330-200, quatro A321 e nove A320.

Airbus entrega a aeronave A320 com número de série 5.000

6
A aeronave A320 com número de série 5000 da Airbus, foi entregue para a Middle East Airlines do Líbano. (Foto: Airbus)

A Airbus entregou o A320 com número de série 5000 para a companhia aérea nacional do Líbano, a Middle East Airlines (MEA). A aeronave foi entregue na Airbus em Hamburgo, na Alemanha, e é alimentada por motores International Aero Engines V2500.

A aeronave A320 especial recebeu um adesivo na lateral da fuselagem. (Foto: Airbus)

A aeronave MSN5000 completa a entrega da encomenda total da MEA para sete aviões A320. É um marco significativo para a Airbus e para a Família A320 no começo de 2012, quando a produção aumenta de 38 para 40 jatos A320 por mês durante o primeiro trimestre do ano.

“Estamos honrados por se tornar o operador do novo A320 com o seu número distintivo de série 5000, durante o ano do 25º aniversário do primeiro vôo do A320”, disse o Presidente e Diretor Geral da MEA, Mohamad El Hout.

A MEA opera uma das frotas mais modernas da região, com quatro A330-200, seis A321 e incluindo o MSN5000, agora com sete aeronaves A320.

Rússia dará seis helicópteros de ataque Mi-24 Hind para o Líbano

7
O Líbano deverá receber seis helicópteros Mi-24 Hind de graça da Rússia.

O jornal israelense Haaretz.com informou que a Rússia dará para o Líbado seis helicópteros de ataque Mi-24 Hind como um “presente incondicional”, além de tanques e equipamentos de artilharia.

A oferta foi feita pela Primeiro Ministro Russo Vladimir Putin durante um encontro com o Primeiro Ministro do Líbano Sa’ad Hariri. O anúncio vem após o Comitê da Câmara dos Assuntos Externos dos EUA decidir por liberar a assistência financeira para o exército do Líbano.

Os helicópteros Mi-24s da oferta serão de segunda-mão que foram retirados de operação da Força Aérea da Rússia, os quais estão sendo substituídos pelos Mi-28N Night Hunter. A Força Aérea do Líbano atualmente opera cerca de cinco aeronaves de antigos helicópteros Bell UH-1Hs nas missões de ataque e os Mi-24 serão uma significativa melhoria para as forças armadas do país.

Rússia aceita fornecer de graça helicópteros Mi-24 para o Líbano

1
Helicóptero de combate Mil Mi-24 Hind-D doado pela Rússia para o Líbano.

Autoridades russas entraram num acordo para fornecer de graça para o Líbano 10 helicópteros militares avançados Mi-24 ao invés de 10 caças MiG-29 que já haviam se comprometido em fornecer. Havíamos divulgado aqui no Cavok sobre a recente oferta das aeronaves MiG-29 para o Líbano.

De acordo com uma reportagem publicada pelo site de notícias al-Nahar, a decisão foi tomada após o Presidente libanês Michel Sleiman questionar se poderia receber os modernos helicópteros militares e as avançadas armas que eles carregam no lugar do caças fabricados na Rússia.

O President Michel Sleiman retornou sexta-feira de tarde para Beirute concluindo sua visita oficial de dois dias a Moscou, a primeira visita de um chefe de estado do Líbano na Rússia.

Na quinta-feira, Sleiman se encontrou com o Presidente da Rússia Dmitry Medvedev e os dois assinaram um memorando de cooperação militar.

O movimento russo é visto como uma bofetada nos Estados Unido que possui uma relação militar de longa data com o Líbano. Oficiais norte americanos ocasionalmente intervinham nas negociações quando outros países ofereciam armas ao Líbano.

A Força Aérea do Líbano atualmente consiste em apenas alguns jatos de combate da década de 50 e um pequeno número de helicópteros da época da Guerra do Vietnã. O caça MiG-29, frequentemente comparado com o caça norte americano F-16 Falcon, é imensamente mais potente do que qualquer aeronave já fornecida ou ofertada pelos EUA ao Líbano. A mais recente oferta do Pentágono, em termos de poder aéreo, foi um Cessna Caravan, uma aeronave monomotora a pistão.

O Líbano agradece os MiG-29 que receberá de graça da Rússia, mas ao invés disso quer helicópteros

3
Caça MiG-29 Fulcrum

O Líbano está agradecendo à Rússia pelos caças MiG-29, os quais a Rússia prometeu doar para o país como um presente. No entanto, oficiais libaneses não tem idéia de onde o país precisaria deles. O Líbano está tentando descobrir uma forma da Rússia trocar os caças por algum outro tipo de aeronave.

O Presidente do Líbano Michel Suleiman, que esteve vistando a Rússia, disse que o Líbano poderia avaliar essa oportunidade téccnica para compreender como poderia utilizar os caças e decidir se os pilotos e engenheiros estariam prontos para operarem essas aeronaves russa.

A Rússia havia anunciado a intenção de entregar dez caças MiG-29 para o Líbano sem custo algum em dezembro de 2008. Teria sido dito que esses caças chegarian ao país em 2010. Um caça MiG-29 custa aproximadamente US$ 30 milhões, o que avaliaria o presente em cerca de US$300 milhões.

O presidente libanês declarou que a iniciativa da Rússia mostrou uma influência positiva das forças armadas libanesas contra o embargo oficial que ocorre nos bastidores referente ao envio de novosequipamentos militares para o Líbano.

“Comitês especial dos dois países estão analisando o assunto da entrega dessa aeronaves e decidirão se eles são mesmo necessários no Líbano,” tdisse o presidente libanês.

A Rússia e o Líbano também estão tentando ver uma oportunidade de substituir os caças MiG-29 por outros equipamentos.

O Líbano estaria considerando a possibilidade de receber outras aeronaves ou helicópteros como alternativa. “Nós precisamos de helicópteros”, disse Michel Suleiman.

Fonte: Pravda – Tradução e Adaptação do texto: Cavok

Os EUA estudam fornecer aeronaves Super Tucano para o Líbano em 2013

1
Embraer EMB-314 Super Tucano

O jornal Safir reportou que os Estados Unidos estão preparados para fornecer aeronaves desenvolvidas para ataque leve ao Líbano a partir de 2013, com o objetivo de aumentar a capacidade de missões de reconhecimento e de operaçõe COIN (contra insurgência), e o Super Tucano da Embraer poderá fazer parte do pacote.

O Pentágono propôs fornecer ao Líbano aeronaves fabricadas pelos EUA, os Hawker Beechcraft AT-6 Texan ou a aeronave fabricada no Brasil pela Embraer, o EMB-314 Super Tucano. A negociação seria através de um acordo entre os dois governos e os Estados Unidos poderiam repassar a venda para a Embraer, caso isso seja confirmado.

O Ministro da Defesa do Líbano, Elias Murr (esquerda) e Robert Gates, Secretário de Defesa dos Estados Unidos, durante o encontro na última quinta-feira.

A proposta veio durante uma conversa entre a delegação do exército libanês e os oficiais militares dos EUA em Washington, DC. A delegação do exército libanês estava acompanhada do Ministro da Defesa Elias Murr durante sua visita à capital dos EUA.

Apesar das piores condições meteorológicas em mais de um século em Washington, Murr conseguiu conversar com vários oficiais e membros da administração do Presidente Obama, incluindo a Secretária de Estado Hillary Clinton e o Secretário de Defesa Robert Gates, na quinta-feira.

O encontro de Murr com o chefe das Nações Unidas Ban Ki-moon em Nova York foi cancelado devido a severa tempestade de neve que caiu na costa leste. Murr e a delegação militar retornaram para Beirute neste sábado, conforme informou o jornal Safir.

Anúncios