Saab

Inicio Tags Mil

Tag: Mil

Últimos três helicópteros Mi-35 devem ser entregues para FAB até o final do ano

1
Os últimos três helicópteros AH-2 (Mi-35) Sabre devem chegar ao Brasil antes do final de 2012. (Foto: Sgt. Rezende / FAB)

A Rússia deve entregar ao Brasil mais três helicópteros de ataque Mi-35 Hind ou AH-2 Sabre, de um total de 12 veículos previstos no contrato assinado em 2008. Responsável afirma que as máquinas restantes serão entregues até o final do ano.

Até o início de agosto, foram entregues ao Brasil seis helicópteros Mi-35. “No dia 29 do mês passado, um avião de transporte militar An-124 Ruslan transportou outros três para a base aérea de Porto Velho [Rondônia]”, declarou, na última segunda-feira (3), Ígor Korotchenko, diretor do Centro de Análise do Comércio Mundial de Armas.

“Os três restantes serão entregues antes do final do ano, cumprindo assim o contrato assinado em 2008”, completou Korotchenko.

A entrega dos helicópteros deveria ser originalmente concluída em 2011, mas o Brasil postergou a aquisição do lote final.

Os modelos Mi-35 Hind, ou AH-2 Sabre (como são chamados pelos brasileiros), são os primeiros helicópteros de ataque especiais a serem incorporados à Força Aérea Brasileira (FAB).

A empresa russa Rosoboronexport venceu a licitação para fornecimento de helicópteros de ataque para a Força Aérea Brasileira (FAB) em uma concorrência internacional em que o modelo Mi-35 desbancou o italiano A-129 Mangusta, da Agusta, e o europeu EC665 Tiger, da Eurocopter.

Fonte: RIA Novosti, via Gazeta da Rússia

Enhanced by Zemanta
Anúncios

Dois helicópteros Mi-17 da Força Aérea da Índia colidem em pleno voo

4
Dois helicópteros Mi-17 da Força Aérea da Índia colidiram em voo e causaram a morte de nove militares.

Nove militares indianos morreram num acidente nesta quinta-feira quando dois helicópteros Mi-17 da Força Aérea da Índia se chocaram em pleno ar, sobre a aldeia de Sarmat, na região de Gujarat Saurashtra.

Os dois helicópteros, que decolaram da base aérea de Jamnagar, estavam realizando uma missão de treinamento de rotina. Num Mi-17 estavam um piloto, um co-piloto e dois estagiários. Este é o quarto acidente com aeronaves da Força Aérea da Índia este ano.

Depois da colisão em voo, um dos helicópteros explodiu ao atingir o solo. (Fotos: AP)

Testemunhas disseram que os helicóteros voavam em formação quando seus rotores acabaram colidindo. Um dos helicópteros teria perdido a cauda no impacto.

O ministro da Defesa A.K. Antony expressou tristeza com o acidente trágico e transmitiu suas condolências às famílias enlutadas, e disse que uma investigação já foi iniciada para determinar as causas do acidente.

Enhanced by Zemanta

Chegam em Rondônia mais três novos helicópteros AH-2 Sabre para FAB

42
A Força Aérea Brasileira recebeu neste dia 29 de agosto mais três helicópteros AH-2 Sabre (Mi-35). Foto: Sgt. Johnson Barros / FAB)

Chegou hoje de manhã em Rondônia, dia 29 de agosto, na Base Aérea de Porto Velho, uma aeronave de transporte Antonov An-124. No compartimento de carga estavam três novos helicópteros de ataque AH-2 Sabre (Mi-35) que foram enviados da Rússia e vão reforçar as ações do Plano Nacional de Defesa da Amazônia.

Os três helicópteros de ataque vão ser integrados ao 8º Grupo de Aviação (GAV) “Esquadrão Poti”, que está sediado na Base Aérea de Porto Velho. De acordo com o amigo russo Rustam, o número total agora já entregue é de nove unidades. Os 3 restantes, com números 60-62, encontram-se na montagem final na Rosvertol. De acordo com a publicação Flight Global, nove helicópteros já haviam sido entregues para Força Aérea Brasileira. Para ver as imagens do An-124 no solo brasileiro, clique aqui.

Dica do amigo Rustam, direto da Rússia 😉

Enhanced by Zemanta

Helicóptero russo Mi-38 bate recorde mundial de altitude

7
O helicóptero russo Mil Mi-38, que acabou batendo o recorde mundial de altitude. (Foto: Anton Tsyupka / Russian Helicopters)

A Russian Helicopters anunciou que um helicóptero Mi-38 estabeleceu um novo recorde mundial de altitude no último dia do 14° Campeonato Mundial de Helicópteros da FAI. Na competição por equipes, a equipe nacional russa se tornou a líder absoluta. O segundo lugar ficou com o Reino Unido, e o terceiro com os pilotos da Alemanha.

O Mi-38, um dos mais recentes helicópteros russos projetados para transporte de carga e de passageiros, subiu para acima de 8.600 metros, estabelecendo um novo recorde mundial na classe E1h (a categoria FAI para helicópteros com peso entre 10.000 e 20.000 kg).

O recorde foi estabelecido pelos pilotos de teste da unidade da Mil Helicopter em Moscou, parte da Russian Helicopters. A equipe foi liderada pelo capitão Vladimir Kutanin, e também incluiu Salavat Sadriev (segundo piloto), Oleg Repitilo (navegador) e Igor Klevantsev (engenheiro-chefe de testes de vôo da Força Aérea).

O recorde anterior, de 8.500 metros, também foi atingido por pilotos russos, durante um voo de teste. A nova marca foi oficialmente registrada e entrará para a história da aviação mundial.

O helicóptero multitarefa Mi-38 pode transportar carga e passageiros (incluindo VIP), e também pode ser utilizado para as operações de busca e resgate e offshore, além de poder ser usado como um hospital móvel. Ele tem a maior capacidade de transporte de carga e passageiros de qualquer outro helicóptero em sua classe, e as especificações técnicas e de desempenho são as melhores na maioria das áreas. A produção em massa está prevista para começar em 2015, usando os motores Klimov TV7-117V ou Pratt & Whitney Canadá PW127/TS, dependendo da escolha do cliente.

O Mi-38 é equipado com equipamento de emergência para pouso na água, e pode ser operado de dia e noite e em todas as condições atmosféricas, e numa variedade de condições climáticas e de temperaturas entre -50°C a +60°?. Ele vem equipado com aviônicos de ponta e atende as normas russas AP-29, europeia JAR-29 e norte america FAR-29. Os altos níveis do helicópteros em confiabilidade, segurança e conforto para a tripulação e os passageiros, juntamente com suas avançadas características técnicas, fazem do Mi-38 um dos modelos mais avançados nos mercados atuais russo e global.

O 14° Campeonato Mundial de Helicóptero da FAI ocorreu entre os dias 22 e 26 agosto, na Base Aérea de Drakino, no Distrito Serpukhov da região de Moscou. Participaram 50 equipes de 11 países – Alemanha, Áustria, Bielorrússia, Bélgica, China, França, Alemanha, Polônia, Rússia, Suíça, Ucrânia e Reino Unido – e mais de 7.000 convidados e espectadores compareceram ao evento. A Russian Helicopters atuou como sócia do Campeonato.

Dica do amigo Armand Assante. Obrigado 😉

Enhanced by Zemanta

Acidente com helicóptero Mi-17 da Força Aérea do Cazaquistão

2
Um helicóptero Mi-17 da Força de Defesa Aérea do Cazaquistão (KADF), similar ao que caiu nesta quinta-feira, dia 22, próximo a capital Astana.

Um helicóptero militar Mi-17 da Força Aérea do Cazaquistão caiu no dia 22 de agosto perto da capital do país, Astana, matando as quatro pessoas a bordo, informaram autoridades do Ministério da Defesa.

O helicópteros realizava um voo de treinamento próximo do aeroporto militar, e caiu por volta das 8:00hs horário local (23:00hs hora de Brasília).

O governo do Cazaquistão criou uma comissão interministerial liderada pela força aérea para investigar as causas do acidente.

A ex-república soviética do Cazaquistão ainda depende de aeronaves ultrapassadas e muitas vezes mal conservadas construídas durante a era comunista. A Força Aérea do Cazaquistão possui cerca de 14 helicópteros Mi-17 em operação.

Relatos não confirmados dizem que um dos mortos era um alto funcionário do serviço de segurança do presidente do Cazaquistão.

Enhanced by Zemanta

Mais 55 helicópteros Mi-171 para China

16
Um dos helicópteros Mi-171 fabricados pela Planta de Aviação de Ulan-Ude, parte do conglomerado Russian Helicopters. (Foto: Russian Helicopters)

A fábrica Ulan-Ude (UUAP) da Russian Helicopters vai fabricar 55 helicópteros multimissão Mi-171E através de um contrato recentemente assinado com a China, disse um fonte do setor de defesa da Rússia nessa terça-feira.

Moscou e Pequim assinaram um contrato no final de julho para a entrega de 55 helicópteros Mi-171E para a China. O custo de uma unidade, na sua configuração básica, está estimado em US$ 10-12 milhões.

“Um dos maiores contratos de exportação de helicópteros Mi-171E para entrega para a China será realizada pela fábrica de aeronaves Ulan Ude,” disse a fonte.

Em 2011 a mesma unidade entregou 34 helicópteros Mi-17 para China, de um contrato firmado em 2010.

O Mi-171E é uma versão avançada de exportação do helicóptero de transporte Mi-8 capaz de transportar 37 passageiros por uma distância de 610 km (380 milhas), numa velocidade de 250 km/h. Sua capacidade de carga é de quatro toneladas.

O Mi-171E foi projetado especificamente para operações no Oriente Médio e países asiáticos.

Acidente com helicóptero de ataque Mi-28N do Exército da Rússia

5
Um helicóptero Mil Mi-28N Night Hunter do Exército da Rússia teve que fazer um pouso forçado nessa quinta-feira, dia 16 de agosto. (Foto: RIA Novosti / Sergey Venyavskiy)

Um helicóptero Mil Mi-28N do Exército Russo, uma das mais recentes aeronaves da força, caiu nessa quinta-feira, dia 16 de agosto, na sua base em Mozdok, na Ossétia do Norte.

Os dois tripulantes militares a bordo não ficaram feridos de acordo com as informações preliminares.

“O Mi-28N fez um pouso de emergência enquanto realizava um vôo de treinamento,” disse uma fonte no Distrito Militar do Sul. “A tripulação não se feriu e não havia ninguém no chão. A causa está sendo investigada.”

Dois outros Mi-28Ns foram perdidos em acidentes nos últimos anos. A tripulação de um Mi-28 ficou ferida em fevereiro de 2011, quando a aeronave sofreu uma avaria no sistema na caixa de transmissão. Outro Mi-28N foi perdido em junho de 2009 quando sofreu uma falha no motor após a ingestão de gases dos foguetes que eram disparados em baixa altitude numa área de testes.

Fonte: RIA Novosti – Tradução: Cavok

VÍDEO: Esquadrão russo “Águias de Ouro” se prepara para o Centenário da Força Aérea Russa

12

A famosa equipe de demonstração aérea com helicópteros russos Berkuty (Águias de Ouro) está se preparando para o 100º aniversário das Forças Aéreas da Rússia. O esquadrão se prepara em Klin, próximo a Moscou. A equipe utiliza modernos helicópteros de combate para realizar impressionantes manobras em voo de formação. Este ano, a equipe está realizando o treinamento com novos helicópteros Mi-28N que substituem os antigos Mi-24. No vídeo, dica do amigo Rustam da Rússia, podem ser vistos os helicópteros Ka-52, Mi-28N, Mi-35V e Mi-17V5.

Força Aérea da Rússia vai receber cerca de 400 helicópteros Mi-8 modernizados até 2020

7
Frota de helicópteros Mi-8AMTSh da Russian Helicopters.

A Força Aérea da Rússia vai colocar em operação cerca de 400 helicópteros utilitários Mi-8 modernizados até 2020, disse nessa quinta-feira o porta-voz do serviço Coronel Vladimir Drik.

“Até o final do ano, até 50 dos mais recentes modelos Mi-8 vão estar operando, e em 2020 a força aérea planeja ter mais de 400 novos Mi-8”, disse ele.

Os mais recentes helicópteros modernizados Mi-Mi-8AMTSh e 8MTV5-1 irão aparecer na apresentação aérea do centenário da Força Aérea Russa, que será realizada no dia 12 de agosto, em Zhukovsky, sudeste de Moscou.

O Mi-8 é o helicóptero mais numeroso na força aérea, e foi produzido em maior número do que qualquer outro helicóptero na história.

“Em apenas 50 anos, o Ministério da Defesa lançou mais de 30 modificações diferentes, incluindo nas missões de transporte de assalto, jamming radar, posto de comando, comunicações e de busca e salvamento”, disse ele.

Fonte: RIA Novosti – Tradução: Cavok

Esquadrão Poti (2º/8º GAV) comemora 39 anos

31
Durante a cerimônia, um helicóptero AH-2 Sabre foi exposto com a gama de armamentos disponíveis. (Foto: Agência Força Aérea)

A Base Aérea de Porto Velho (BAPV) realizou nesta sexta-feira (27/07) cerimônia militar alusiva ao 39º aniversário de criação do Esquadrão Poti (2°/8° GAV). O evento contou com a presença do Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Juniti Saito, dentre outras autoridades civis e militares.

Na ocasião, foram homenageados o piloto mais eficiente do esquadrão, o Capitão-Aviador Andre Luis Vidal Agostini, o Graduado Padrão, Suboficial Luis Antonio Martins, e a Praça Padrão, Soldado de 1ª Classe Rodrigo Rodrigues Cavalcante. No evento, foram entregues ainda os Prêmios de Segurança de Voo ao Tenente-Aviador Carlos Siqueira Besch e o 2° Sargento QSS BMA Laercio Antonio Farias Souza.

Logo após a solenidade, foi realizada a cerimônia de inauguração do hangar, na qual o Comandante da Aeronáutica, acompanhado pelos Comandantes do I COMAR e Presidente da COMARA, Major-Brigadeiro do Ar Carlos Eurico Peclat dos Santos, da Segunda Força Aérea, Brigadeiro do Ar José Alberto de Mattos, da Base Aérea de Porto Velho (BAPV), Coronel-Aviador Augusto Cesar Abreu dos Santos , e do 2°/8° GAV, Tenente-Coronel-Aviador Cláudio Wilson Saturnino Alves, realizaram o descerramento da placa.

Histórico do Esquadrão Poti

O Tenente-Brigadeiro do Ar Juniti Saito passou em frente as tropas e ao fundo um helicóptero AH-2 realizou um passagem sobre a base. (Foto: Agência Força Aérea)

O Segundo Esquadrão do Oitavo Grupo de Aviação (2º/8º GAV), Esquadrão Poti, tem suas origens no Centro de Formação de Pilotos Militares (CFPM) no Primeiro Esquadrão do Quinto Grupo de Aviação (1º/5º GAv), na Base Aérea de Natal. A unidade operava os bimotores Douglas B-26 Invader e foi transferido no início de 1971 para a Base Aérea do Recife. Por meio da Portaria nº R-004/GM3, de 17 de abril de 1973, foi determinada a desativação do 1º/5º GAV e a ativação do Segundo Esquadrão Misto de Reconhecimento e Ataque (2º EMRA), subordinado ao Comando Aerotático, adotando como símbolo a figura do índio Poti.

Inicialmente o 2º EMRA foi equipado com aeronaves North American T-6D/G Texan, Neiva L-42 Regente e helicópteros Bell OH-4 Jet Ranger, estes depois substituídos ao final de 1974 pelos Bell UH-1H Iroquois. Contou também em sua dotação com aeronaves Neiva T-25 Universal e Embraer U-7 Seneca.

A denominação Segundo Esquadrão do Oitavo Grupo de Aviação (2º/8º GAV) foi adotada a partir da Portaria nº R-239/GM3, de 9 de setembro de 1980. A sua principal missão era formar e treinar pilotos e tripulantes de helicópteros em diversas missões, mantendo o preparo técnico-profissional de suas equipagens, permitindo o cumprimento de missões na Tarefa Operacional de Superioridade Aérea: Interceptação, Ataque, Escolta, PAC (Patrulha Aérea de Combate) e demais missões da Tarefa Operacional de Apoio ao Combate, além de executar as chamadas operações especiais: infiltração e exfiltração de tropas (utilizando as técnicas de rapel, pouso de assalto e McGuire), busca e salvamento (SAR) e busca e salvamento em combate (C-SAR) tanto na selva como no mar.

Em meados dos anos 80 o Esquadrão Poti foi equipado com helicópteros Helibrás H-50 Esquilo, montados no Brasil sob licença da Aerospatiale, atual Eurocopter. Essas aeronaves eram armadas com para lançadores de foguetes SBAT 70/7 de 70 mm e metralhadoras MAG calibre 7,62 mm ou FN Herstal calibre 12,7 mm.

No final de 2009, o Esquadrão Poti foi transferido da Base Aérea de Recife para a Base Aérea de Porto Velho, em Rondônia, passando a operar os helicópteros russos de ataque Mil Mi-35M Hind, denominados AH-2 Sabre na FAB. As três primeiras aeronaves chegaram em dezembro de 2009, chegando mais três em outubro do mesmo ano.

Atualmente, com os Sabres, o Esquadrão Poti cumpre missões de interceptação, combate aéreo, ataque, escolta e apoio aéreo aproximado a partir da Amazônia Ocidental.

Fonte: Agência Força Aérea

Ucraniana Aviakon e francesa Sagem em conjunto vão modernizar helicópteros Mi-24 da Ucrânia

12
O primeiro helicóptero ucraniano Mi-24 modernizado pela Aviakon, aguarda agora a conclusão do processo feito pelo francesa Sagem. (Foto: Vyacheslav Smigunov)

A empresa estatal ucraniana Aviakon, através da unidade de reparo de aeronaves sediada em Konotop, região de Sumy, planeja num futuro próximo iniciar a modernização de um helicóptero Mi-24 das Forças Armadas da Ucrânia em conjunto com a empresa francesa Sagem, disse a empresa da Ucrânia.

O helicóptero Mi-24PU1 colocado em operação em Maio de 2012, após a primeira fase de modernização com a participação do complexo industrial de defesa ucraniano, e depois de ter passado pelos voos de ensaio, está pronto para a instalação dos equipamentos da Sagem.

O lado ucraniano irá equipar o helicóptero com equipamentos nacionais que incluem displays digitais, equipamentos para uso noturno, um sistema de designação de alvos a laser, novos motores, uma unidade de rádio VHF, e um sistema de proteção contra mísseis com orientação IR. A empresa francesa irá instalar um computador de bordo, displays multifuncionais, uma estação de sensores óptico-eletrônicos, um sistema de navegação por satélite e inercial, e um gerador de mapa digital.

O equipamento francês será instalado no primeiro protótipo do helicóptero modernizado para testes no solo com a participação de especialistas da Sagem.

“A instalação do moderno equipamento eleva o atualizado helicóptero Mi-24 até os padrões da OTAN: algumas unidades de equipamento franceses foram instalados com sucesso em modelos ocidentais, particularmente nos helicópteros Cougar e NH90”, disse a empresa.

O modernizado Mi-24 deve ser demonstrado no oitavo AVIASVIT-XXI Internacional Aerospace Show, que terá início no aeroporto Antonov em Kiev, região Kyiv, no dia 27 de setembro.

Fonte: Interfax – Tradução: Cavok

Força Aérea do Sri Lanka encomendou mais 14 helicópteros Mi-17 da Rússia

18
Um dos helicópteros Mi-17 em operação na Força Aérea do Sri Lanka.

A Força Aérea do Sri Lanka encomendou mais 14 helicópteros Mi-17 da estatal russa Rosoboronexport, disse uma reportagem divulgada essa semana.

A reportagem disse que essa compra é parte de um contrato de empréstimo de US$ 300 milhões de 10 anos entre a Rússia e Sri Lanka para compra de equipamentos para as forças de segurança do Sri Lanka.

Segundo a reportagem, a assinatura ocorreu durante este ano.

O porta-voz da imprensa da Força Aérea do Sri Lanka, Capitão Andrew Wijesuriya, quando perguntado pelo News360.lk sobre a reportagem divulgada, não confirmou nem negou o assunto.

Ele disse: “nós não comentamos sobre as compras até tenhamos os produtos no nosso estoque”.

No entanto Wijeysuriya disse, existindo a compra dos Mi-17, na Força Aérea eles estão sendo utilizados para fins de transporte.

“Usamos o Mi-17 para aviação de transporte e também durante as operações de apoio em desastres”, acrescentou.

A Força Aérea do Sri Lanka no momento também está envolvida na oferta de serviços de transporte de passageiros via Helitours, que é o braço de voos comerciais da Força Aérea.

De acordo com Wijeysuriya, os Mi-17 também estão sendo usados para atividades de vigilância, como ajudar os barcos de pesca quando eles precisam de ajuda, durante as atividades de pesca.

O Mi-17 é um helicóptero de transporte médio com dois motores que também pode atuar com uso de armas.

No entanto, a Força Aérea do Sri Lanka disse que os Mi-17 ainda não têm um papel militar durante o conflito.

Fonte: News 360 – Tradução: Cavok

Governo dos EUA encomenda mais 10 helicópteros Mi-17 da Rússia

10
O Pentágono confirmou a aquisição de mais 10 helicópteros Mi-17 para a Força Aérea do Afeganistão. (Foto: OTAN)

O Departamento de Defesa dos EUA informou hoje que concedeu a Rosoboronexport FGUP, de Moscou, na Rússia, um novo contrato avaliado em cerca de US$ 171 milhões de preço fixo, o qual será para o fornecimento de adicionais 10 helicópteros de transporte Mi-17. A aquisição foi feita mediante uma modificação no existente contrato para o fornecimento dos helicópteros que serão usados pela Força Aérea afegã.

O trabalho será realizado na Rússia, com uma data de conclusão estimada de 31 de dezembro de 2016.

Pentágono anuncia a compra de novos helicópteros Mi-17 da Rússia

11
O Governo dos EUA confirmou a compra dos 12 helicópteros Mi-17 adicionais para o Exército Afegão. (Foto: ISAF)

O Pentágono enviou uma notificação oficial ao Congresso dos EUA sobre a decisão para comprar da Rosoboronexport da Rússia mais 12 helicópteros Mi-17V-5 para o Afeganistão, além dos suprimentos previamente implementados.

Um funcionário do Pentágono confirmou a informação que foi divulgada anteriormente de que dois dos 12 helicópteros já foram entregues no início de 2012, e afirmou que a decisão de comprar mais dez unidades foi divulgada há poucos dias. O custo total de helicópteros, bem como o custo dos seus serviços é de US$ 217,7 milhões.

A entrega do lote adicional de 12 helicópteros Mi-17V-5 foi originalmente concebido como uma opção para o contrato principal firmado entre a Rússia e os Estados Unidos em maio de 2011. Essa opção era susceptível de ser executada, disse o representante da “Rosoboronexport”, Grigory Kozlov, em maio de 2012.

Deve-se notar que a declaração do exercício de um novo acordo com a Rosoboronexport pelo Pentágono foi anunciada um dia depois que os membros da Comissão de Defesa do Senado dos EUA determinaram que o Secretário de Defesa dos EUA Leon Panetta impusesse sanções contra as empresas russas devido à sua cooperação com o Irã.

Em março de 2012, um grupo de senadores pediu ao governo uma proposta para rescindir o contrato do fornecimento de helicópteros, devido ao contínuo fornecimento de armas da Rússia para a Síria. Em seguida, o Departamento de Estado rejeitou o pedido, afirmando que o cancelamento da transação seria contrário aos interesses nacionais.

Texto: Rustam, direto da Rússia – Tradução: Cavok

Acidente com helicóptero Mi-17 do Exército da Colômbia deixa um morto e quatro feridos

0
Um helicóptero Mi-17 do Exército da Colômbia, similar ao que caiu nessa quarta-feira, dia 13 de junho.

Um helicóptero de transporte Mi-17 do Exército da Colômbia caiu nessa quarta-feira no município de Carepa, noroeste da Caolômbia. No acidente morreu um dos tripulantes, e outros quatro ficaram feridos.

O helicóptero de fabricação russa M-17 (EJC-3381) perdeu o controle quando estava a cerca de vinte metros do solo, e em seguida pegou fogo, matando o piloto militar Edgar Rojas.

Os feridos foram resgatados e levados ao hospital com hematomas e ferimentos leves.

Um porta-voz da Força Aérea da Colômbia informou que a aeronave havia passado por uma completa manutenção (50 horas), incluindo com a remoção do motor, na terça-feira, e realizava voos de verificação.

Força Aérea de Gana deve receber em breve mais quatro helicópteros Mi-17

2
Um dos helicópteros de transporte Mi-17V-5 da Força Aérea Gana. (Foto: Paul Morley)

O vice-presidente de Gana, John Mahama reiterou à imprensa local que o país vai receber quatro novos helicópteros militares Mi-171SH nos próximos meses, provavelmente no mais tardar em julho. A afirmação foi feita durante uma cerimônia em meados de maio, durante a entrega a Força Aérea de Gana da segunda aeronave de transporte militar CASA 295.

Segundo Mahama, “no âmbito do reforço as forças armadas, as forças navais do país receberam da Alemanha, cinco novos navios e espera a entrega de mais dois. A Força Aérea recebeu dois novos aviões de transporte CASA 295 e três aviões de vigilância Diamond.

“Provavelmente, nos próximos meses – de preferência antes do final de julho – deve ser entregue quatro novos Mi-17”, disse o vice-presidente. “Foi divulgado que o secretário de Defesa Joseph Smith vem defendendo a compra junto ao parlamento, que criticamente analisa a renovação do crédito das forças armadas.

No dia 22 de maio, durante uma sessão parlamentar do Ministro das Finanças e de Estruturação Econômica, Kwabena Dyuffor, urgentemente apresentou documentos que irritaram os deputados, nos quais informam que o Governo espera receber uma linha de crédito do Fidelity Limited Bank de 24,11 milhões de euros para pagar dois dos quatro helicópteros Mi-171SH.

Um contrato com a Rosoboronexport foi assinado em 2011, onde o custo de todas as quatro aeronaves deve chegar a 64 milhões de euros.

A frota de helicópteros Mil na Força Aérea de Gana será composta de quatro helicópteros Mi-17V-5 e quatro Mi-171SH, com Gana se transformando em outro país com sua base da aviação militar em helicópteros russos. Atualmente a frota de helicópteros de Gana consiste em quatro Mi-17V-5, um-AB 212, dois A109A e dois SA319 Alouette III.

Texto: Rustam, direto da Rússia – Tradução: Cavok

IMAGENS: Força Aérea da Rússia prestes a receber dois novos helicópteros Mi-26T

16
O quinto helicóptero Mi-26 destinado para Força Aérea da Rússia, visto já pronto na unidade da Rostvertol.

Nesta semana foram vistos no aeródromo da fábrica Rostvertol, em Rostov-on-Don, dois novos helicópteros de transporte Mi-26T praticamente prontos e que serão destinados para Força Aérea da Rússia.

O novo helicóptero Mi-26T, o número “88 Azul”, fez seu primeiro vôo em abril de 2012, e em maio recebeu a completa pintura na cor cinza escura padrão da Força Aérea da Rússia, ficando pronto para envio ao cliente. Este é o quinto helicóptero Mi-26, construído pelo contrato em 2010 com o Ministério da Defesa da Rússia para fornecer 18 helicópteros de transporte. Os primeiros quatro helicópteros deste contrato foram entregues ao cliente no final de 2011.

A sexta aeronave Mi-26T destinada a Força Aérea da Rússia visto na imagem após realizar seu primeiro voo.

No dia 22 de maio de 2012, voou pela primeira vez um outro helicóptero Mi-26T, a sexta aeronave que será entregue para Força Aérea Russa.

Texto: Rustam, direto da Rússia – Tradução: Cavok

Acidente com helicóptero Mi-17 na Venezuela mata quatro militares

9
Um helicóptero Mi-17 do Exército da Venezuela caiu nessa sexta-feira durante um voo de certificação de um piloto.

O Ministro de Defesa da Venezuela disse que um helicóptero militar Mi-17 caiu durante um vôo de treinamento, matando os quatro soldados que estavam a bordo. Um quinto tripulante que estava no helicóptero ficou ferido, mas não corre risco de vida.

Segundo o general Henry Rangel Silva, o helicóptero de fabricação russa Mi-17 realizava um voo de treinamento num aeroporto a oeste da cidade de San Felipe.

Dentre os mortos no acidente nessa sexta-feira, dia 18 de maio, estão o coronel Oscar Martinez Mora, um instrutor de vôo e o comandante de um batalhão de helicópteros na cidade.

Rangel disse que o helicóptero estava a cerca de 10 metros do chão, quando de repente caiu e bateu com força no solo. Ele disse que as autoridades estão investigando o que poderia ter causado o acidente.

Fonte: AFP – Tradução: Cavok

Argentina vai comprar novos helicópteros Mi-171, e também o Ka-226T

23
A Argentina aquiriu três helicópteros Ka-226T.

A Rússia e a Argentina assinaram no dia 03 de maio de 2012 um memorando de entendimento que envolve o fornecimento de três helicópteros multiuso Mi-171E, e a mesma quantidade de helicópteros Ka-226T, para a Argentina. Buenos Aires vai adquirir os helicópteros russos devido a um crédito de exportação concedido pela Rússia.

O principal fator da compra foi que a Rússia forneceu o crédito de exportação para Argentina no final de março de 2012, conforme disse o chefe da delegação da Rosoboronexport na FIDAE 2012, Sergei Goreslavsky. Segundo ele, a Argentina vai utilizar essa verba para compra dos três Mi-171E, e o contrato será assinado simultaneamente com a transferência do empréstimo do lado argentino.

A Argentina já recebeu dois helicópteros Mi-171E. (Foto: Hernam Attaguire)

Em abril de 2010, a Argentina comprou dois helicópteros Mi-171E por 20 milhões de euros. Este acordo foi a primeira compra de equipamento russo pela Argentina. O fornecimento do equipamento ocorreu em novembro de 2011. As aeronaves foram enviadas a Buenos Aires num padrão de cor laranja e branco, e equipados com guinchos de resgate. Esses helicópteros serão usados ??em operações de busca e salvamento e para abastecer as estações argentinas na Antártida.

Texto: Rustam, direto da Russia, com exclusividade para o Cavok Brasil

VÍDEO: Novos helicópteros Mi-35M da FAB aparecem em vídeo institucional da Rostvertol

12

O amigo Rustam enviou por e-mail a sugestão do vídeo institucional acima, para mostrar o trabalho e a produção da fábrica de helicópteros Rosvertol na Rússia. Em diversos momentos, os novos helicópteros Mi-35M (AH-2) Sabre da Força Aérea Brasileira aparecem prontos e já repintados. Após todo trabalho estar feito, os helicópteros devem ser enviados ao Brasil depois do dia 25 de maio, e serão entregues em dois lotes.

Nota do Editor: Não entendi nada o que falaram, mas é interessante ver a linha de montagem e os helicópteros da FAB já quase prontos.

Cavok nas redes sociais

62,399FãsCurtir
340Inscritos+1
6,413SeguidoresSeguir
2,505SeguidoresSeguir
10,510SeguidoresSeguir
2,780InscritosInscrever
Anúncios