Saab

Inicio Tags Paraguai

Tag: Paraguai

Taiwan doa Cessna Citation para o Paraguai

0
Cerimônia de recebimento da aeronave.

Na manhã desta segunda-feira, 9 de dezembro, a Força Aérea do Paraguai (FAP), recebeu um Cessna Citation Sovereign , como uma doação de Taiwan.

Anúncios

Acidente com helicóptero UH-1H no Paraguai

1
Helicóptero caiu logo após a decolagem no Paraguai — Foto: Redes Sociais

Um helicóptero das Forças Armadas do Paraguai caiu logo após a decolagem na tarde desta quinta-feira (21) sobre uma fábrica em Pedro Juan Caballero, no Paraguai, cidade vizinha a Ponta Porã (MS).

Taiwan doa dois helicópteros UH-1H Huey para o Paraguai

8
Taiwan doou dois helicópteros UH-1H Huey para o Paraguai. (Foto: Xuan Shisheng – Imagem meramente ilustrativa)

Taiwan doou dois helicópteros Bell UH-1H Huey e 30 veículos de transporte para a Força Aérea Paraguaia. Os equipamentos foram entregues durante uma cerimônia na Base Aérea de Ñu Guasu em 31 de julho.

Brasil, Paraguai e Chile interessados em helicópteros militares russos?

8
Helicóptero militar russo Kazan Ansat.

O Paraguai e o Chile se aproximaram da Rússia com um pedido de aquisição de helicópteros eves multi-missão Kazan Ansat, disse o diretor-geral de exportação de armas russas, Rosoboronexport, Sergei Ladygin na quarta-feira.

Super Tucano para o Paraguai?

11
super-tucano-1
A-29 Super Tucano / Foto: FAB, em caráter ilustrativo

Com o intuito de fortalecer a relação entre Brasil e Paraguai na área de defesa, o ministro Aldo Rebelo iniciou ontem (25) uma viagem de dois dias a Assunção para tratar de assuntos de interesse dos dois países. Na agenda, Aldo se reunirá com o ministro da Defesa paraguaio, Diógenes Martinez. Na pauta, entre outros assuntos, está a aquisição por parte do Paraguai de alguns exemplares da aeronave de ataque leve e contra-insurgência A-29 Super Tucano.

Paraguai inicia processo para aquisição de jatos L-159 e tem interesse em aeronaves Super Tucano

36
O Paraguai estaria adquirindo cinco aeronaves Aero L-159 ALCA. (Foto: Aero Vodochody)

As Forças Armadas do Paraguai começaram as negociações para a aquisição de 5 aviões Aero L-159 de origem tcheca, uma aeronave de combate multifuncional fabricado pela empresa Aero Vodochody.

A empresa estrangeira produziu cerca de 2.500 aviões únicos de combate e treinamento no mundo. As aeronaves de modelos anteriores foram fabricadas há muito tempo para a antiga União Soviética.

A informação foi confirmada ontem pelo comandante das Forças Armadas do Paraguai, o general Felipe Benicio Melgarejo.

Ele relatou que houve uma oferta de cinco aeronaves. Eles têm um custo de US$ 8,9 milhões cada. Eles são novos, os motores são americanos e têm a capacidade de duplo comando, ou seja, dois militares podem voar a aeronave (um à frente e um atrás).

Ao adquirir as aeronaves, devem ser recebidas peças e ferramentas, para que a Força Aérea da Paraguai possa executar a manutenção. Como indicado, outro positivo é o custo operacional por hora de vôo. Ele gasta cerca de dois mil dólares por hora.

DISPONIBILIDADE– O pedido foi formalizado pelo Ministério das Finanças com a aprovação do presidente Fernando Lugo, disse o general Melgarejo. Ele disse que as autoridades da Secretaria de Estado estão considerando comprar e estão avaliando as fontes de financiamento.

A aeronave Super Tucano também estaria no interesse da Força Aérea do Paraguai.

OUTRAS OFERTAS – Além da possibilidade de compra de aviões da República Tcheca, as autoridades militares também observaram a possibilidade de compra de aviões da Argentina, os jatos Pampa II. Existe também uma oferta do Brasil, com o Super Tucano. Estes estão operacionais e têm preços semelhantes aos oferecidos pela empresa tcheca. A Rússia ofereceu seis aeronaves, mas foram descartadas pela falta de apoio na região. O líder militar fundamenta de que as aeronaves são necessários porque eles precisam para controlar o espaço aéreo do país.

Ele disse que existe uma lei em exame no Congresso para poder interceptar os aviões que voam sem permissão, e geralmente com carregamentos ilícitos. Ele destacou a aquisição de radares móveis que foram posicionados no norte, em Concepción e na região do Chaco. “Precisamos de cerca de cinco caças para patrulha e interceptação dos aviões que são ilegais”, comentou o General Melgarejo. “Uma mesma operação militar que está sendo realizado no Brasil”.

Fonte: Último Segundo, via Fuerzas Militares

Nota do Editor: No final de fevereiro, a publicação Jane’s Defense divulgou uma notícia onde dizia que o Paraguai havia selecionado a aeronave EMB-314 Super Tucano, e que iria adquirir seis aeronaves do tipo, citando como fonte o Ministro da Defesa Catalino Roy Ortiz. A notícia ainda não foi confirmada pela Embraer.

Dica do amigo Nolasco. Obrigado 😉

Paraguai quer novos aviões de combate

13
A aeronave Super Tucano poderá ser escolhida para o plano de compra de novas aeronaves militares do Paraguai.

O Ministro da Defesa do Paraguai, General Catalino Roy, solicitou ao Ministério da Fazenda que providencie o financiamento para a aquisição de seis novos aviões de combate para a Fuerza Aérea Paraguaya (FAP).

Embora vários modelos tenham sido oferecidos, a preferência parece recair sobre o Embraer EMB-314 Super Tucano por várias razões, entre elas a experiência dos pilotos da FAB com o EMB-312 Tucano, do qual a FAP possui seis.

Se concretizada a compra pretendida, as aeronaves poderão operar na interceptação de voos clandestinos na região da Tríplice Fronteira com o Brasil e Argentina, em conjunção com o novo radar tático móvel EL/M-2016 israelense, que foi adquirido em Israel ao custo de US$3,4 milhões de dólares.

Fonte: Segurança & Defesa, via Plano Brasil

FAB faz revisão de motor de aeronave Tucano para a Força Aérea Paraguaia

3
Uma equipe da FAB realizou pela primeira vez uma manutenção num motor turboélice de um Tucano da Força Aérea do Paraguai. (Foto: FAB)

A Missão Técnica Aeronáutica Brasileira em Assunção, no Paraguai, e o Parque de Material Aeronáutico dos Afonsos (PAMA-AF) realizaram (12/9), pela primeira vez, a montagem de um motor PT-6 25C em uma aeronave Tucano da Força Aérea Paraguaia.

Também foram realizados reparos no cone de cauda das aeronaves UH-1H do Grupo Aéreo de Helicópteros, bem como ocorreu a transferência de conhecimento em serviços estruturais em asas rotativas.

O motor passou por inspeção tipo “overhaul” no PAMA-AF e todo o serviço foi acompanhado por um militar da unidade nas dependências do Grupo Aerotáctico. Os trabalhos foram constituídos de preparação do motor estocado para instalação, instalação propriamente dita, e testes de giro na aeronave e contou com o auxílio de militares do Grupo Aéreo de Mantenimiento.

Fonte: MTAB

Brasil doa três aviões de combate e instrução ao Paraguai

21
Os membros do Grupo Aerotático da Força Aérea do Paraguai posa em frente a um dos T-27 Tucano doados pelo Governo Brasileiro ao Paraguai. (Foto: Jorge Cañete - ABC Color)

O Brasil doou nesta quarta-feira três aviões de combate e instrução Tucano ao Paraguai e em troca receberá o avião presidencial 707 em desuso do país e outras aeronaves militares.

O Presidente do Paraguai Fernando Lugo observa uma das aeronaves Tucano doadas pelo Brasil. (Foto: Presidência do Paraguai)

A entrega foi realizada na base militar do aeroporto Silvio Pettirossi, onde o chefe de Estado paraguaio, Fernando Lugo, inspecionou as aeronaves junto com o ministro da Defesa, Cecilio Pérez Bordón, e o comandante da Força Aérea, Miguel Christ Jacobs.

“Esta cerimônia (…) aponta para metas e propósitos a favor da defesa nacional”, afirmou o chefe militar.

Jacobs destacou que as aeronaves, fabricadas pela Embraer, serão empregadas exclusivamente para treino de pilotos.

A doação faz parte a um acordo pelo qual o Governo paraguaio se compromete a entregar ao Brasil um Boeing 707, que na época de Juan Carlos Wasmosy, quem governou o Paraguai entre 1993 e 1998, foi condicionado para ser usado como avião presidencial.

O acordo de doação mútua prevê ainda a devolução às autoridades brasileiras de quatro aviões de instrução e combate Xavante, também em desuso.

Fonte: EFE

Paraguai interessado em adquirir aeronaves Yak-130

16
O Paraguai demonstrou interesse em adquirir as aeronaves de treinamento e ataque leve russas Yak-130.

Segundo informações do site do jornal paraguaio La Nacion, a Força Aérea Paraguaia (FAP), através de um plano de modernização entre os anos 2013 – 2023, pretende adquirir aeronaves de ataque leve e de treinamento avançado Yak-130, de fabricação russa. As aeronaves Yak-130 são consideradas aeronaves de treinamento de quarta geração.

O comandante da Força Aérea do Paraguai, General de Brigada Aérea, Miguel Christ Jacobs, explicou que a aeronave garantirá uma maior segurança de voo, devido a alta confiabilidade e redundância de seus sistemas de segurança de voo. O chefe militar assinalou que o Yak-130 possui avançadas características aerodinâmicas, modernos sistemas e equipamentos embarcados. Chirst Jabobs manifestou na revista da Força Aérea “Arasu”, que “modernizar a FAP é uma necessidade urgente para aumentar a qualidade profissional e a capacidade de respostas imediata”.

O Yak-130 é um avião biplace de treinamento e ataque leve desenvolvido pela fabricante russa Yakovlev. Realizou seu primeiro voo em 1996 e começou a ser fabricado em série na metade dessa década. Cada aeronave tem um custo unitário de US$ 15 milhões, mas não foi informado a quantidade que o Paraguai pretende adquirir.

De acordo com o site La Nacion, em junho de 2009, o ex ministro de Defesa, General (SR) Luis Bareiro Spaini, sondou a França sobre uma possível intenção de adquirir aeronaves francesas, veículos militares, armas leves e sistemas de controle de fronteiras. Posteriormente, o mismo chanceler Héctor Laconata e o ministro do interior, Rafael Filizzola, viajaram à Rússia em dias distintos, afirmando que na volta um membro do Conselho de Segurança da Rússia visitaria o Paraguai para negociar os detalhes sobre as opções de compras.

“A questão de que tipo de aeronave, qual as possibilidades serão mais adequadas as condições orçamentárias do país”, destacou o General Christ Jacobs. Explicou que a aeronave russo Yak-130 tem dupla função, treinamento avançado de pilotos, graças a sua moderna interface máquina-piloto, e possibilidade de combate, sendo rentável e economicamente sustentável.

“A aeronave tem uma grande autonomia operacional devido as características de projeto e na simplificação dos procedimentos de manutenção, apresentando uma vantagem no ponto de vista custo-benefício”, destacou Christ Jacobs.

A Força Aérea Paraguaia elaborou um plano de modernização fragmentado em prazos curto, médio e longo, sendo o primeiro até 2013, e projetado no máximo até 2018-2023.

A reportagem do La Nacion alega que a Força Aérea do Paraguai possui 16 aviões em condições operacionais, dos 22 que dispões atualmente. Isto foi possível com a reprogramação porposta pelo Congresso ao Ministério de Defesa em 2010. Segundo várias fontes, a unidade militar opera com apenas 30% da capacidade da frota de aeronaves.

“Em condições normais se teria 75%, como ocorre com outros países”. Devido a essa situação se tornou urgente que se implemente o anunciado plano da FAP. Em 2010, a Força Aérea do Paraguai empregou apenas 15 aeronaves operacionais. Assim mesmo, 4 helicópteros do Grupo Aéreo de Helicópteros cairam com falhas mecânicas.

Brasil cederá aeronaves Tucano para o Paraguai

0
UMa aeronave T-27 Tucano da Força Aérea do Paraguai, junto a um C-95 Bandeirante da FAB.

O Brasil vai reforçar a tradicional cooperação militar com o Paraguai, cujo presidente, Fernando Lugo, enfrenta um surto de guerrilha ligado às Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC) no norte do país, na fronteira com o Brasil. Cederá três aviões de treinamento Embraer T-27 Tucano à Força Aérea daquele país.

Fonte: Correio Braziliense – Luiz Carlos Azedo, via NOTIMP

A Força Aérea do Paraguai receberá três aviões Tucanos do Brasil em troca de aeronaves desativadas

0
Embraer T-27 Tucano, da Força Aérea Brasileira

O Paraguai trocará aeronaves fora de serviço, incluindo um Boeing 707 que foi utilizado pela Presidência, e cinco aeronaves de combate Xavante, fabricado pela Embraer, por três aviões de treinamento Tucano, que foram oferecidos pelo Governo Brasileiro.

A Câmara de Deputados do Brasil já aprovou a entrega dos três Tucanos para a Força Aérea da Paraguai (FAP), a partir de um acordo entre os governos dos dois países.

A entrega dos três aviões de treinamento T-27 Tucano fazem parte de um convênio entre os governos do Paraguai e do Brasil, que foi aprovado pela lei 3726, sancionada no início de 2009 e promulgada pelo Poder Executivo do Paraguai. Na troca dos ditos aviões, o Paraguai cederá um Boeing 707 (s/n 791662403), matrícula FAP 4001, que foi usado como avião presidencial e reparado durante o governo de Juan Carlos Wasmosy (1993-1998) por um valor de mais de US$ 5 milhões, além de cinco aeronaves Embraer EMB-326 Xavante (s/n 791662403; 80163406; 80165408; 80167410 e 81174417), que estão fora de serviço desde 2007.

Boeing 707 (FAP 4001) que era usado por presidentes do Paraguai

Conforme as últimas informações, os Xavantes já foram transportados para o Brasil, mas somente três vieram completos, enquanto que de dois (FAP 1005 e 1010) a FAB vai aproveitar apenas os motores, sendo que essas células continuarão no Paraguai para serem colocadas num museu. O Brasil ainda pagará ao Paraguai uma dívida de US$ 2,8 milhões referente a manutenções de helicópteros e peças de reposição de aeronaves militares.

EMB-326 Xavante (FAP 1010) no Aeroporto Internacional Sílvio Pettirossi, em Assunción, Paraguai.

Além disso, o Brasil fornecerá toda manutenção dos aviões de treinamento Tucano e concederá um crédito de US$ 800 mil para os cursos de treinamento aos pilotos militares do Paraguai, e de manutenção para os T-27 Tucanos que estarão em breve voando no Paraguai. Oficiais da FAB estiveram no Paraguai e após avaliarem o Boeing 707 definiram que serão necessários reparos e manutenção antes de prosseguir com a aeronaves para o Brasil, o que deverá ocorrer ainda em 2010.

A FAB utiliza na sua frota atual quatro aeronaves Boeing 707, que executam as missões de reabastecimento em voo e transporte de militares.

Fonte: Notimex – Tradução e Adaptação do texto: Cavok

Cavok nas redes sociais

62,206FãsCurtir
340Inscritos+1
6,362SeguidoresSeguir
2,505SeguidoresSeguir
10,510SeguidoresSeguir
2,500InscritosInscrever
Anúncios