Saab

Inicio Tags RAF – Royal Air Force/Força Aérea Real

Tag: RAF – Royal Air Force/Força Aérea Real

BAE Systems começa a integração do Meteor e do SPEAR na frota britânica de caças F-35

4
A BAE Systems começou os trabalhos de integração dos mísseis Meteor e SPEAR nos caças F-35 do Reino Unido. (Foto: MBDA)

Uma equipe da BAE Systems, da Lockheed Martin e dos engenheiros da MBDA, aprimorando a capacidade da frota de aviões F-35 Lightning do Reino Unido, iniciaram o trabalho na integração de armas da próxima geração.

Anúncios

RAF intercepta bombardeiros russos

4

O Ministério da Defesa da Grã-Bretanha revelou que no dia 20 de setembro, a RAF enviou um par de caças Typhoons para monitorar dois aviões russos que se aproximavam do espaço aéreo britânico.

USAF e RAF se reúnem para discutir o futuro caça da Grã-Bretanha

22

Um dia após o anúncio do futuro sistema britânico de combate aéreo (Future Combat Air System – FCAS), conhecido como Tempest, oficiais da Força Aérea dos EUA planejam discutir o projeto esta semana com autoridades do Reino Unido.

Reino Unido quer papel de liderança em caça de nova geração

15
O Reino Unido quer manter uma posição de liderança em tecnologia de caças. (Imagem ilustrativa)

O Reino Unido quer manter uma posição de liderança em tecnologia de caças e não vai assumir um papel subsidiário para a França e a Alemanha enquanto avançam no desenvolvimento de um caça de nova geração, disse o chefe da força aérea do país na quarta-feira.

Os F-86 da RAF

9

Pouca gente sabe e a história se encarregou de esquecer, mas a RAF usou o F-86 por pouco tempo e por pura necessidade.

RAF perde avião de transporte C-130J no Iraque

11
O incidente aconteceu em agosto de 2017. (Foto: Sergeant Ross Tilly RAF/MOD – Imagem ilustrativa)

Um avião de transporte C-130J-30 da Força Aérea Real (RAF) do Reino Unido foi destruído no Iraque depois de ser seriamente danificado em um pouso duro durante uma aparente missão das forças especiais.

AIRVENTURE: Ford “Eagle Squadron” Mustang GT homenageia pilotos dos EUA da Segunda Guerra Mundial

0
O Ford “Eagle Squadron” Mustang GT, que será leiloado no EAA AirVenture 2018.

A Ford criou um Mustang especial para honrar os pilotos de caça americanos que serviram na Royal Air Force (RAF) durante a Segunda Guerra Mundial. O Eagle Squadron Mustang GT vai estrear no Goodwood Festival of Speed ??antes de ir para um leilão que será realizado no EAA Airventure 2018 em Oshkosh.

Pilotos britânicos estão nos preparativos finais para levar quatro F-35s para o Reino Unido

1
Um F-35B decola da Marine Corps Air Station Beaufort, na Carolina do Sul.

Com menos de três semanas antes dos pilotos britânicos estacionados em uma base da Carolina do Sul estarem programados para cruzar o Atlântico com quatro caças F-35 em junho, os pilotos estão recebendo o máximo de treinamento possível nos jatos antes que as novas aeronaves cheguem na capacidade operacional inicial no final deste ano.

VÍDEO: A400M Atlas da RAF atinge capacidade de evacuação aeromédica

0
Aeronave Airbus A400M da RAF. (Foto: Alex Beltyukov / Wikimedia Commons)

O Airbus A400M Atlas, o mais novo avião de transporte da RAF (Força Aérea Real britânica), alcançou um novo marco, obtendo capacidade de evacuação aeromédica completa para pacientes altamente dependentes e altamente infecciosos.

RAF reativa o esquadrão Dambusters com o novo F-35B

2
O novo caça F-35B será a aeronave integrante do reativado Esquadrão 617 Dambusters.

No dia 17 de abril de 2018, a Real Força Aérea Britânica (RAF – Royal Air Force) reativou o imortalizado Esquadrão 617 “Dambusters”, famoso na Segunda Guerra Mundial, como o primeiro esquadrão da Grã-Bretanha a voar o F-35B Lightning. A nomeação do novo Esquadrão 617 ocorre junto ao 75º aniversário da formação original do esquadrão.

IMAGENS: Caças F-35B da RAF realizam primeiros reabastecimentos com aeronaves A330MRTT Voyager

1
Um F-35B da RAF reabastece em voo com um Voyager sobre a costa dos EUA. (Foto: Lockheed Martin)

Os pilotos britânicos atualmente treinando nas aeronaves F-35B Lightning, dos esquadrões 207 e 617 da RAF, na Estação Aérea dos Fuzileiros de Beaufort, Carolina do Sul, completaram a primeira missão britânica de reabastecimento aéreo com os novos jatos stealth e as aeronaves A330MRTT Voyager.

Airbus A400M substitui C-130 Hercules na missão da RAF nas Ilhas Falklands

3
Chegada do A400M da RAF na Base de Mount Pleasant, nas Ilhas Falklands. (Foto: UKDJ)

Uma aeronave Airbus A400M C1 Atlas da Real Força Aérea Britânica (RAF) chegou na semana passada às Ilhas Falklands. Tendo completado o voo de 20 horas de duração desde o Reino Unido, o A400M aterrissou no Complexo Mount Pleasant (MPC) na tarde de terça-feira, uma semana atrás.

Acidente com jato Hawk T1 dos Red Arrows

1
Jato Hawk TI dos Red Arrows.

Um jato BAE Hawk T1 da equipe de demonstração Red Arrows da RAF caiu hoje, causando a morte do engenheiro técnico a bordo da aeronave, o piloto conseguiu sobreviver. Num primeiro comunicado oficial, a RAF havia informado que os dois pilotos haviam ejetado.

RAF recebe os dois primeiros treinadores T-6C Texan

9
Um dos dois primeiros T-6C Texan entregues para RAF. (Foto: Cpl Pete Devine / RAF Valley)

Um marco foi alcançado nesta semana na Base da RAF de Valley, com a chegada de duas novas aeronaves turboélices de treinamento T-6C Texan – fabricadas pela Textron Aviation nos Estados Unidos – e que fazem parte de uma frota planejada de 10 que está sendo preparada para oferecer Treinamento Básico de Voo (BFT) para os pilotos da Real Força Aérea Britânica (RAF) e da Marinha Real (Royal Navy) a partir de 2019.

Reino Unido espera certificar o P-8 Poseidon no início de 2019

0
O Reino Unido deve certificar o P-8A Poseidon no começo de 2019. (Imagem ilustrativa)

As autoridades de segurança da aviação militar do Reino Unido esperam certificar a aeronave de patrulha marítima Boeing P-8A Poseidon no início de 2019, a tempo da aeronave entrar em serviço pela Força Aérea Real (RAF) mais tarde nesse ano.

GUERRA DAS FALKLANDS/MALVINAS: Triunfo britânico – Batalhas decisivas e rendição argentina

5

Ao serem traçados os planos para a ofensiva final contra Port Stanley, a disposição argentina de combater permanecia uma variável desconhecida. A passividade em relação ao desembarque não deveria ser superestimada: a luta feroz na colina Darwin bastava para mostrar que, bem liderados, os argentinos eram capazes de resistir até que fossem fisicamente dominados.

GUERRA FRIA: A Força “V” de bombardeiros da Grã-Bretanha

10

Força "V" de bombardeiros da Grã-Bretanha. (Foto: RAF)

A força “V” de bombardeiros da Grã-Bretanha foi, por longo período, a responsável pelo poder de dissuasão desse país.

Cavok nas redes sociais

61,792FãsCurtir
340Inscritos+1
6,300SeguidoresSeguir
2,505SeguidoresSeguir
10,510SeguidoresSeguir
2,390InscritosInscrever
Anúncios