Tags Post com a tag "USAF – Força Aérea dos EUA"

Tag: USAF – Força Aérea dos EUA

Thunderbirds na F-AIR Colômbia 2019

1
Os “Thunderbirds”, o Esquadrão de Demonstração Aérea da USAF durante um looping. Desde 1953, a equipe Thunderbirds serve como principal esquadrão de demonstração aérea da América, encarregados da missão vital de recrutar, reter e inspirar os pilotos do passado, presente e futuro além de demonstrar o poderio aéreo norte americano. (Foto USAF / SrA Cory W. Bush).

O comandante da Força Aérea dos Estados Unidos, general David L. Goldfein e o comandante da Décima Segunda Ala da Força Aérea, Major General Andrew Croft, confirmaram a participação dos Thunderbirds no International Airshow F-AIR Colômbia 2019.

B-52 vs F-14: ex-piloto do BUFF conta a história de um incomum dogfight

10
“O F-14 sempre “chutava nosso traseiro”. Mas incrivelmente, o Tomcat ficava imediatamente na nossa posição “seis horas” apesar de ter vindo de frente e ter que virar 180 graus para sua aproximação inicial, enquanto os interceptadores da Força Aérea chegavam por trás para começar, uma grande vantagem nossa”, disse Jay Lacklen, ex-piloto do B-52.

Jay Lacklen é um ex-piloto B-52 com 12.500 horas de voo e autor de dois livros, “Flying the Line: An Air Force Pilot’s Journey” e “Flying the Line: An Air Force Pilot’s Journey – Volume Two: Military Ailift Command”. Ele está trabalhando no último livro da trilogia, mas contou um interessante encontro destas duas aeronaves militares que marcaram a aviação.

VÍDEO: USAF perdeu um avião de US$ 62,4 milhões por causa de um parafuso

4
Um RC-135, uma aeronave de reconhecimento construída pela Boeing

Esta história não é nova, como o incidente aconteceu em 30 de abril de 2015, mas muitas pessoas não ouviram falar sobre isso. A razão é essa, ninguém se machucou e isso geralmente é notícia, e segundo porque é quase difícil acreditar.

EUA e RAAF encerram exercício Pitch Black 18

3
Bombardeiro B-52H decola da Base Aérea de Andersen, em Guam. (Foto:U.S. Air Force / Airman 1st Class Christopher Quail)

Os bombardeiros B-52H Stratofortress da Força Aérea dos Estados Unidos, atribuídos ao 96º Esquadrão de Bombardeios Expedicionários (EBS), Base da Força Aérea de Andersen, Guam, conduziram duas missões bilaterais de treinamento na Austrália como parte do exercício Pitch Black 18.

IMAGENS: B-2s começam a implantação na região Indo-Pacífico

2
Foto: Staff Sgt. Danielle Quilla

Bombardeiros B-2 Spirit da Força Aérea dos EUA, desdobrados da Base da Força Aérea de Whiteman, Missouri, pousaram na Base Conjunta Pearl Harbor-Hickam (JBPH-H), no Havaí, no dia 15 de agosto de 2018.

Raptor participará de exercício com Força Aérea Espanhola

2
Foto: Diego Alves

No próximo dia 13 de agosto, caças norte americanos F-22 recentemente chegados na Europa desde sua base na Flórida, realizarão um exercício de treinamento aéreo avançado com a Espanha, onde participarão o Eurofighter e o F-18. Em 08 de agosto a USAF deslocou 12 caças F-22A para a Base de Spangdahelm, Alemanha.

A missão oficial na Europa destes caças de 5ª geração, atualmente o sistema de superioridade aérea mais eficaz da USAF em serviço, a espera do F-35, será levar a cabo o treinamento aéreo com outras aeronaves da OTAN e está previsto para algumas semanas.

Estes F-22 pertencem ao 95th Fighter Squadron, 325th Fighter Wing, com sede na Base Aérea de Tyndall, Flórida, de onde partiram em voo direto, com apoio de aeronaves de reabastecimento em voo. “Estamos diante de uma das maiores viagens sobre o oceano atlântico, onde planejamento e execução com meios da USAF possibilitaram a chegada em segurança”, disse a fonte norte americana.

Foto: Paul Callaghan

A implantação de esquadrões de combate na Europa estão financiados em boa parte com fundos da denominada Iniciativa Européia de Dissuasão, EDI (European Deterrence Initiative), anteriormente conhecida com ERI (European Reassurance Initiative). Este programa iniciou em Junho de 2014 na Casa Branca, três meses após a anexação da Criméia pela Russia, para aumentar a presença americana na Europa e assim reforçar as capacidades da OTAN, no que constitui um grande esforço norte americano na aliança, não correspondido pela maioria dos aliados europeus.

O marco de implantação destes aparatos foram movidos para a Base Aérea de Albacete, sede da Ala 11 do Ejército del Aire e do prestigiado curso TLP (Tactical Leadership Programme), onde além de serem demonstrados para os profissionais das unidades envolvidas,  realizarão um exercício conjunto com os Eurofighters desta Ala. O Ejército del Aire também quer medir seus “caça-bombardeiros” F-18 aos F-22 no exercício militar. “Se trata de uma excelente oportunidade de instrução e adestramento que permite uma evolução conjunta das capacidades dos três aviões, dois de fabricação americana e um europeu, em um ambiente tático exigente”, disse a fonte espanhola.

 

DoD quer criar uniformidade em seu inventário de aeronaves

2
Foto: Sam Meyer

Em 31 de julho de 2018, o Departamento de Defesa dos EUA (DoD) divulgou uma Solicitação de Informação (RFI), afirmando que estão procurando soluções inovadoras do setor para um programa para realizar as missões realizadas pela E-4B Nightwatch, E-6B Mercury e C-32A de uma forma mais eficaz e eficiente. O novo programa é brevemente abreviado como NEAT.

NEAT significa a recapitalização / substituição do E-4B, também conhecido como National Airborne Operations Center (NAOC), o C-32A, também conhecido como Executive Airlift, tanto o E-4B quanto o E-6B para o Airborne. Posto de Comando (ABNCP) e, por último, o E-6B, também conhecido como Take Charge e Move Out (TACAMO).

Surpreendentemente é o fato de as partes interessadas da NEAT serem solicitadas a responder a este DoD RFI até 30 de agosto de 2018. É possível que nesta fase o Departamento de Defesa esteja com algum tipo de pressa por causa dos fundos solicitados, que estarão disponíveis nos próximos anos.

Foto: Christopher Okula

Embora este seja apenas um RFI para o DoD entender as soluções inovadoras do setor neste momento, eventualmente, cerca de 20 a 25 aeronaves poderão estar envolvidas, conforme o programa do NEAT progredir.

Neste momento, a frota atual é composta:

* E-4B Posto estratégico de comando e controle aéreo: 4 (operado pela USAF)
* E-6B Comando e controle aerotransportado: 16 (Administrado pela Marinha dos EUA. Operado em conjunto)
* Transporte VIP C-32A / Transporte militar de passageiros: 7 (operado pela USAF)
* C-32B Operações Especiais / Transporte Militar de Passageiros: 4 ou 5 (Operado pela USAF)

Nota: Embora o C-32B não seja para transporte aéreo executivo, incluímos esta versão também.

Foto: Anton Homma
Foto: Kevin Bell

 

Cavok nas redes sociais

56,859FãsCurtir
340Inscritos+1
5,558SeguidoresSeguir
9,047SeguidoresSeguir
1,283InscritosInscrever
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.