Saab

Inicio Tags USAF – Força Aérea dos EUA

Tag: USAF – Força Aérea dos EUA

T-38s fornecem treinamento Agressor para F-35 e F-16

0
Um T-38C lidera um elemento composto por outro T-38C e um F-35 Lightning II, durante um exercício de treinamento no sul do Arizona no início de novembro. Foto Christian Culbertson – USAF

Valiosas lições foram aprendidas, depois que pilotos de caça do 88th Fighter Training Squadron desempenharam o papel de “bandidos” como parte de um exercício de treinamento.

Anúncios

Programa Global Hawk com os dias contados?

1
Tripulação do 69º Esquadrão de Manutenção da Base da Força Aérea em Grand Forks realizam manutenção de rotina em uma aeronave militar não tripulada RQ-4 Global Hawk. Foto Eric Hylden / Grand Forks Herald

Um relatório divulgado recentemente indica que a USAF está considerando reduzir significativamente seu programa Global Hawk. A notícia levanta questões sobre o futuro da missão Global Hawk, uma aeronave de vigilância não tripulada sediada na Base da Força Aérea em Grand Forks e ajuda a fortalecer a economia regional.

The Aggressors – Por trás da Red Flag

3
O capitão Paul Anderson, 64º piloto do Esquadrão Agressor, Nellis AFB, Nevada, estaciona seu F-16 Fighting Falcon depois de retornar de uma missão de exercício da Red Flag. Anderson, que participou da Red Flag há oito anos como piloto “novato”, agora serve como piloto agressor e entende o que os pilotos de força “azul” passam durante o exercício. Foto Sargento Jeffrey Allen

Os olhos do piloto da força azul se arregalaram quando viu o “King Kong” da Red Flag convergindo rapidamente em direção ao seu F-16 Fighting Falcon a 30.000 pés. A visão ameaçadora de um dos “bandidos” do exercício de combate ar-ar mais realista do planeta impressionou o capitão Paul Anderson oito anos antes de ele mesmo se tornar um Agressor.

Dez aeronaves Beechcraft TC-12B Huron ex-US NAVY para a Força Aérea Argentina?

3
A Fuerza Aérea Argentina vive uma de suas mais profundas crises em toda sua gloriosa história. (Foto: Chris Pasley / Meramente ilustrativa)

A Força Aérea Argentina concluiu a negociação para incorporar 10 Beechcraft TC-12B Huron, pertencentes à Marinha dos EUA e atualmente preservados. O que havia sido um boato por um longo tempo foi encerrado nos Estados Unidos, embora a operação ainda conte com algumas ressalvas.

Vought A-7 Corsair II, um Herói “esquecido”

6
Muitos aviões entraram para a história por um motivo, por uma situação especial. Mas para que esses “ditos especiais” aviões operassem a contento, sempre havia os carregadores de piano. O lendário Vought A-7 Corsair II é um deles!

O A-7 Corsair II foi construído pela Vought como um substituto do lendário A-4 Skyhawk, mas enquanto o último representava uma abordagem mais simples e básica para levar uma grande variedade de armas, o SLUF (Short, Little, Ugly, Fucker, apelido “carinhoso” do A-7) evoluiu para, sem dúvida, o bombardeiro tático de maior sucesso no conflito do Vietnã.

Pratt & Whitney define pacote de atualização do motor F-35

1
O Pratt & Whitney F135 durante “teste de bancada”. Imagem ilustrativa.

A Pratt & Whitney está definindo uma atualização de motor para os F-35 entregues a partir de 2026, diz Matthew Bromberg, presidente da Military Engines.

9/11/2001: O relato dos pilotos que receberam o chamado no ataque ao World Trade Center

10
Lt. Col. Dan Nash (NASTY) a esquerda e Col. Tim Duffy (DUFF). Foto Jesse Costa/WBUR

Naquela manhã, dois pilotos de caça estavam em alerta na Base da Guarda Nacional de Otis, em Cape Cod., quando chegou a notícia de um possível sequestro, o tenente-coronel Dan Nash e o coronel Tim Duffy decolaram quebrando a barreira do som em direção a Manhattan. No mesmo minuto em que saíram, o primeiro avião atingiu as torres.

VÍDEO: Ilha ocupada pelo ISIS é totalmente destruída em ataque aéreo

3
Um F-35A lança uma bomba GBU-31 JDAM em um voo de teste (Foto: US Government). Imagem ilustrativa.

Nesta terça-feira (10), a coalizão dos EUA e as forças de segurança iraquianas confirmaram uma operação em andamento para eliminar as forças do ISIS (Daesh) de uma ilha ao longo do rio Tigre.

F-22 Demo Team a caminho de Oshkosh

0
A Equipe de Demonstração posa para sua foto oficial da equipe na Joint Base Langley-Eustis, Virgínia. A equipe de 13 membros viaja para mais de 20 shows aéreos por temporada mostrando o desempenho e as capacidades do primeiro avião de combate de 5ª geração. (USAF Tech Sgt. Carlin Leslie).

O F-22 Raptor Demonstration Team segue para Oshkosh, Wisconsin para o ‘Super Bowl’ dos shows aéreos.

Primeiro voo do B-21 previsto para 2021

21

Em 24 de Julho de 2019, o porta voz da USAF, Vice Chefe de Gabinete Gen. Stephen “Seve” Wilson fez declarações sobre dissuasão e a necessidade de modernizar a rede de comando, controle e comunicações nucleares.

“Projeto E” e a cooperação entre USAF e RAF durante a Guerra Fria

2
O Comando Aéreo Estratégico (Strategic Air Command – SAC) da USAF possuía 380 B-52 e 1.367 B-47 no final de 1958. Imagem ilustrativa.

A forte relação entre o Comando de Bombardeiros da RAF e o Comando Aéreo Estratégico (SAC) da USAF sobreviveu aos altos e baixos políticos dos primeiros anos do pós-guerra, tornando real a possibilidade de coordenar planos de ataque nuclear durante a Guerra Fria.

“CZAR 52”

9
B-52 Stratofortress é um bombardeiro estratégico subsônico de longo alcance, propulsionado por oito motores. Originalmente concebido como substituto do Convair B-36 Peacemaker na função de bombardeamento nuclear e convencional de grande altitude, foi adaptado no início da década de 1960 para a função de penetração a baixa altitude como forma de contornar a cada vez maior, eficaz e sofisticada defesa aérea da ex-União Soviética .

Sexta-feira, 24 de junho de 1994, um USAF B-52 caiu na Base Aérea de Fairchild, Washington, depois que o piloto, o Lt Col Arthur “Bud” Holland, manobrou o bombardeiro bem além de seus limites operacionais perdendo o controle. A aeronave “estolou”, caindo no chão e explodindo imediatamente, matando a Holland e os outros três oficiais da USAF a bordo.

IMAGENS: Base Aérea da USAF é atingida por inundação

5
Foto da inundação na Base Aérea de Offutt da conta oficial no Facebook.

A inundação do Rio Missouri danificou dezenas de edifícios em uma base da Força Aérea em Nebraska. Um aumento nos níveis de água devido a queda de neve recorde neste inverno, além de uma enorme queda na pressão do ar no início da semana, gerando muita chuva, inundou o lado sudeste da base com água do Rio Missouri e do Riacho Papio.

MQ-1B Predator e MQ-9 Reaper atingem 4 milhões horas de voo

0
Drones se tornaram uma parte crítica da guerra contra o terror. O MQ-9 Reaper possui capacidade de permanecer no ar por até doze horas e transportar quase quinhentos quilos de munições, capacidades que o tornam uma ótima ferramenta para caçar terroristas ou apoiar operações em território hostil.

O Predator e o Reaper já voaram mais de 4 milhões de horas em apoio a missões de 24 horas em todo o mundo conduzindo ataques e reconhecimentos, busca e resgate e apoio a missões da autoridade civil em apoio a múltiplos unidades de combate.

USAF pode não comprar um avião-tanque stealth

3

A Força Aérea dos EUA não pode comprar um avião-tanque furtivo para apoiar os aviões de caça de quinta geração como o Lightning e o Raptor”.

Thunderbirds na F-AIR Colômbia 2019

1
Os “Thunderbirds”, o Esquadrão de Demonstração Aérea da USAF durante um looping. Desde 1953, a equipe Thunderbirds serve como principal esquadrão de demonstração aérea da América, encarregados da missão vital de recrutar, reter e inspirar os pilotos do passado, presente e futuro além de demonstrar o poderio aéreo norte americano. (Foto USAF / SrA Cory W. Bush).

O comandante da Força Aérea dos Estados Unidos, general David L. Goldfein e o comandante da Décima Segunda Ala da Força Aérea, Major General Andrew Croft, confirmaram a participação dos Thunderbirds no International Airshow F-AIR Colômbia 2019.

B-52 vs F-14: ex-piloto do BUFF conta a história de um incomum dogfight

10
“O F-14 sempre “chutava nosso traseiro”. Mas incrivelmente, o Tomcat ficava imediatamente na nossa posição “seis horas” apesar de ter vindo de frente e ter que virar 180 graus para sua aproximação inicial, enquanto os interceptadores da Força Aérea chegavam por trás para começar, uma grande vantagem nossa”, disse Jay Lacklen, ex-piloto do B-52.

Jay Lacklen é um ex-piloto B-52 com 12.500 horas de voo e autor de dois livros, “Flying the Line: An Air Force Pilot’s Journey” e “Flying the Line: An Air Force Pilot’s Journey – Volume Two: Military Ailift Command”. Ele está trabalhando no último livro da trilogia, mas contou um interessante encontro destas duas aeronaves militares que marcaram a aviação.

VÍDEO: USAF perdeu um avião de US$ 62,4 milhões por causa de um parafuso

4
Um RC-135, uma aeronave de reconhecimento construída pela Boeing

Esta história não é nova, como o incidente aconteceu em 30 de abril de 2015, mas muitas pessoas não ouviram falar sobre isso. A razão é essa, ninguém se machucou e isso geralmente é notícia, e segundo porque é quase difícil acreditar.

EUA e RAAF encerram exercício Pitch Black 18

3
Bombardeiro B-52H decola da Base Aérea de Andersen, em Guam. (Foto:U.S. Air Force / Airman 1st Class Christopher Quail)

Os bombardeiros B-52H Stratofortress da Força Aérea dos Estados Unidos, atribuídos ao 96º Esquadrão de Bombardeios Expedicionários (EBS), Base da Força Aérea de Andersen, Guam, conduziram duas missões bilaterais de treinamento na Austrália como parte do exercício Pitch Black 18.

IMAGENS: B-2s começam a implantação na região Indo-Pacífico

2
Foto: Staff Sgt. Danielle Quilla

Bombardeiros B-2 Spirit da Força Aérea dos EUA, desdobrados da Base da Força Aérea de Whiteman, Missouri, pousaram na Base Conjunta Pearl Harbor-Hickam (JBPH-H), no Havaí, no dia 15 de agosto de 2018.

Cavok nas redes sociais

62,209FãsCurtir
340Inscritos+1
6,368SeguidoresSeguir
2,505SeguidoresSeguir
10,510SeguidoresSeguir
2,520InscritosInscrever
Anúncios