Tags Post com a tag "Venezuela"

Tag: Venezuela

Venezuela recebeu mais quatro helicópteros Mi-17 de fabricação russa

0
Mil Mi-17 do Exército da Venezuela. (Foto: Juan Jose de Gouveia Blanco / Airliners.net)

A Venezuela recibeu nessa sexta-feira, dia 2, mais quatro helicópteros russos Mi-17 durante a visita a Caracas do Primeiro Ministro russo Vladimir Putin.

As aeronaves foram recebidas no Aeroporto Internacional de Maiquetía, numa cerimônia encabeçada pelo Ministro da Defesa, General Carlos Mata, junto com o Comandante da Aviação do Exército, Carlos Alcalá Cordones.

Com estes quatro helicópteros, completa-se o loto de 38 helicópteros Mi-17 adquiridos em 2006.

“Estamos muito felizes pela chegada desse novo lote de helicópteros”, destacou o Presidente da Venezuela Hugo Chavez. “Estes são importantes frutos da cooperação entre a Rússia e Venezuela”, adicionou o líder venezuelano ao celebrar a estreita aliança entre os dois países nos últimos anos.

Fonte: EFE – Tradução: Cavok

Anúncios

Força Aérea da Venezuela recebe oficialmente os aviões K-8W de fabricação chinesa

0
As aeronaves Hongdu K-8W da Venezuela foram oficialmente integradas a força aérea nessa tarde de sábado, dia 13. (Foto: FAV Club)

O Presidente da República da Venezuela, Hugo Chávez, liderou a cerimônia oficial de entrega dos primeiros seis aviões Hongdu K-8W, vindos da República Popular da China, de um total de 18 que foram adquiridos para a Aviación Militar Bolivariana (Força Aérea da Venezuela – FAV).

A cerimônia foi realizada na base militar Tte. (AV) Vicente Landaeta Gil, da cidade de Barquisimeto, com a presença do vice-ministro da Aeronáutica da República Popular da China e o vice-presidente da Indústria de Aviação da China, Li Yuhan. Também estiveram presentes o Embaixador da China na Venezuela, Zhao Rong Xiang, e Zhan Yanping, adido militar da China na Venezuela.

O Presidente acompanhou as explicações que foram feita pelo Coronel da FAV Alejandro González de Canales durante uma visita as aeronaves que estavam na pista, junto ao General Jorge Oropeza, comandante da Aviación Militar Bolivariana e do Ministro da Defesa, M/G Carlos Mata Figueroa.

As aeronaves Hongdu K-8W que foram oficialmente integradas na Força Aérea da Venezuela nesse sábado, dia 13.

Assim que a visita terminou, as aeronaves Hongdu K-8W Karakorun taxiaram e decolaram para efetuar as manobras aéreas sobre a base aérea de Barquisimeto.

Ao término das manobras foi realizado a entrega às autoridades de uma maquete, assim como a documentação e os manuais técnicos das aeronaves.

As novas aeronaves de treinamento biplace pode atingir 40.000 pés de altitude e está equipada com aviônicos avançados que atendem as exigências para treinamento dos novos pilotos venezuelanos.

A aeronave K-8W também pode ser utilizada como uma avião de ataque leve, adapatável para apoio às unidades terrestres. Estas unidades estarão sediadas no Grupo Aéreo de Caza N° 12 na Base Aérea de Tte. Vicente Landaeta Gil e no Grupo de Operaciones Especiales N° 15, da Base Aérea Generalísimo Rafael Urdaneta, em Maracaibo.

Com esta aquisição finaliza a transferência de tecnologia, com a capacitação técnica dos pilotos venezuelanos na República Popular da China.

Além disso, nas próximas duas semanas, será inaugurado o simulador de voo dos aviões K-8W na Base Aérea General Rafael Urdaneta, no estado Zulia, conforme anúncio feito pelo Presidente Hugo Chávez.

Para ver mais imagens das aeronaves: Hongdu K-8W

Fonte: Press Release da Presidência Venezuelana

IMAGENS: Aviões K-8W da Venezuela em voo

0

Surgem as primeiras imagens em voo dos aviões de treinamento Hongdu JL-8 (K-8W Karakorun) da Fuerza Aerea Venezolana (FAV), divulgadas através do site FAV Club.

As aeronaves devem ser apresentadas oficialmente para começar a operar na Venezuela a partir de hoje, dia 13. Os aviões K-8 foram adquiridos no final de 2008 para treinamento avançado dos pilotos da FAV.

Essas aeronaves chegaram desmontadas à Venezuela no dia 22 de janeiro, vindo da China, conforme divulgado aqui no Cavok.

Os K-8W da Venezuela estão operando a partir da Base Aérea El Libertador (BAEL) em Palo Negro, estado Araguá, onde deverá ser realizado a cerimônia oficial de recebimento dessas, com a presença do Presidente da Venezuela Hugo Chavez.

IMAGENS: Chegam na Venezuela os primeiros aviões de treinamento K-8 vindos da China

1
Os aviões K-8 da Força Aérea da Venezuela, na Base Aérea de El Matador.

Já estão na Venezuela os primeros seis aviões de treinamento Hongdu Karakorum-8 (K-8), fabricados na China, adquiridos em 2008 para a Aviación Militar Bolivariana (AMB), a Força Aérea da Venezuela.

Os aviões chegaram na Base Aérea El Libertador (BAEL) em Palo Negro, estado Araguá, para serem montados e realizarem os respectivos voos de testes.

As aeronaves K-8 vieram desmontadas, e serão montadas nas instalações da Base Aérea de El Matador.

As aeronaves K-8 serão destinadas ao treinamento dos cadetes da Força Aérea da Venezuela e para ajudar a proteger o espaço aéreo.

Além disso, o governo venezuelano quer utilizar as aeronaves para neutralizar as rotas aéreas utilizadas pelo narcotráfico. Em novembro de 2008, a Força Aérea da Venezuela afirmou ter adquirido 18 aviões K-8 para treinamento de seus pilotos, assim como a transferência de tecnologia para montagem final e manutenção durante a vida útil das aeronaves.

Fonte: FAV Club – Texto: Cavok

Segundo Hugo Chavez, uma aeronave dos EUA entrou no espaço aéreo da Venezuela e foi acompanhada por dois caças F-16

0
Caças F-16 da Força Aérea da Venezuela

O Presidente da Venezuela Hugo Chavez informou que uma aeronave militar de vigilância dos Estados Unidos invadiu o espaço aéreo venezuelano, e também acusou que foi uma “ação provocativa” dos Estados Unidos e da Holanda. Os Estados Unidos negam o ocorrido.

Lockheed P-3 Orion, da U.S. Navy, em operação no mar do Caribe

Chavez disse na sexta-feira, dia 08, que ordenou que dois caças F-16 decolassem para interceptar a aeronave P-3 Orion de vigilância/anti-submarino que havia entrado no espaço aéreo da Venezuela a partir das proximidades das Antilhas Holandesas.

A aeronave norte americana retornou para o ilha caribenha holandesa de Curaçao após ter entrado duas vezes no espaço aéreo venezuelano, onde permaneceu por cerca de meia hora e foi escoltado para fora pelos dois caças F-16 da Força Aérea da Venezuela.

“Nós não estamos inventando nada quando dissemos que o governo da Holanda deve assumir suas responsabilidades,” disse o líder Hugo Chavez. “Nós estamos prontos para defender a soberania da Venezuela… Nós acusamos os governos dos Estados Unidos e da Holanda por terem lançado essas ações provocativas contra a Venezuela, tentando achar uma desculpa para nos atacar.”

Mas o Comando do Hemisfério Sul dos EUA, o qual está a cargo das atividades militares dos Estados Unidos na região, informou que é capaz de confirmar que nenhuma aeronave militar dos EUA entrou no espaço aéreo da Venezuela na sexta-feira.

“Faz parte de nossa política não voarmos sobre espaços aéreos de nações sem o consentimento e a coordenação do país,” informou o comando num depoimento. “Nós operamos com o maior respeito a soberania das nações do hemisfério.”

Adicional a isso, um membro oficial da administração do Presidente Barack Obama, que falou na condição de anonimato, disse que não tinha conhecimento de quaisquer incidentes envolvendo aeronaves dos EUA no espaço aéreo do governo venezuelano na sexta-feira.

No mês passado, Chavez acusou os Estados Unidos de lançar uma aeronave espiã não tripulada a partir da Colômbia que violou o espaço aéreo, e declarou que irá abater qualquer aeronave que invadir no futuro.

Em dezembro, Chavez disse que militares dos EUA estavam usando as ilhas da Antilhas Holandesas, na costa caribenha da Venezuela – Aruba, Bonaire e Curaçao – como bases de partida de um possível ataque. A Holanda negou tais acusações.

Fonte: watoday.com.au – Tradução: Cavok

Chegam os últimos Mirage 50 doados ao Equador

0
Mirage 50 da Venezuela é doado ao Equador
Mirage 50 da Venezuela é doado ao Equador

Os últimos três caças Mirage-50 doados pela Venezuela ao Equador chegaram à Base Aérea de Manta ontem, dia 14 de dezembro. Desta forma, conclui-se a operação de translado de todas as aeronaves no total de seis exemplares recebidos pela Força Aérea Equatoriana.

Os aviões chegaram via Panamá, pois a Colômbia não permitiu que os mesmos sobrevoassem seu espaço aéreo. Os aviões seguiram para Manta e por lá ficarão pelos próximos seis meses. Os Mirage serão permanentemente baseados em Taura porém, a pista daquela base está passando por obras.

A FAE pretende colocar em operação três dos seis jatos até janeiro do ano que vem. Os primeiros três Mirage chegaram a Taura no último dia 29 de novembro.

Chegada dos caças Mirage 50 doados ao Equador
Chegada dos caças Mirage 50 doados ao Equador

O Mirage 50 chegam em um momento muito importante para o Equador, pois sua aviação de caça passa por uma grave crise. Foi informado que dos 25 jatos supersônicos existentes (12 Kfir e 13 Mirage F1) no inventário da FAE baseados em Taura somente um Mirage está em condições de voo.

O governo do Equador estuda uma proposta da Espanha para adquirir caças F-1 usados. Além disso, foi noticiado que a África do Sul negociou seus caças Cheetah com a FAE.

Fonte: FAV Club via Poder Aéreo

Aviação Militar da Venezuela receberá 6 K-8 da China em janeiro de 2010

0
Treinador K-8, nas cores do Sri Lanka
Treinador K-8, nas cores do Sri Lanka

A Aviação Militar da Venezuela receberá no final de janeiro de 2010 os seis primeiros aviões AVIC K-8 de treinamento e ataque adquiridos da China. A informação foi dada pelo comandante geral da força aérea, Majora General Jorge Arévalo Oropeza Pernalete, que presidiu a cerimônia de graduação dos novos oficiais aviadores da Aviação Militar, que ocorreu na Base Aérea de Mariscal Sucre.

Pernalete disse que serão três entregas feitas pela China, totalizando 18 aeronaves, mais equipamentos de radares.

Os treinadores K-8 são aviões de dois lugares que atingem uma altitude de 40.000 pés e foram desenvolvidos em conjunto entre o Paquistão e a China, para treinamento básico dos pilotos, mas que podem utilizar armamentos para combate ao solo no apoio as tropas terrestres. Dentre os armamentos disponíveis estão bombas leves, foguetes e canhões acoplados em suportes sob as asas.

Recentemente, a Venezuela também adquiriu 24 caças Sukhoi Su-30 de fabricação russa.

Para a Escola de Aviação Militar serão adquiridos também dois ultraleves, que servirão para formação dos cadetes, que com preparação e disciplina formarão os futuros pilotos da Aviação Militar da Venezuela.

O comandante geral da Aviação Militar informou ainda que serão contratados serviços para modernização de 15 helicópteros Cougar.

Anúncios