Taiwan ainda não desistiu da compra de caças F-35.

Taiwan disse que planeja adquirir o caça furtivo F-35 para manter a superioridade aérea sobre a China, já que o F-16V que teve aprovada a compra pelos EUA seria apenas comparado aos jatos furtivos J-20 chineses.

O plano de aquisição dos jatos F-35 foi revelado durante uma audiência na legislatura que aprovou um projeto de lei buscando US$ 8,05 bilhões em financiamento para comprar 66 aeronaves F-16V.

Na audiência do Comitê de Relações Exteriores e Defesa Nacional da legislatura, ontem, o ministro da Defesa Nacional Yen De-fa disse: “de acordo com a avaliação de ameaças projetada pelos militares, precisaremos de F-35s no futuro”.

O chefe do Estado-Maior da Força Aérea, Liu Jen-yuan, disse que o F-16V é um caça de geração 4.5, devido às capacidades de detecção de seu sistema de radar de varredura eletrônica ativa e sistemas de busca e rastreamento por infravermelho (IRST). A única vantagem do J-20 (chinês) é a habilidade furtiva marginalmente melhor. No entanto, o combate aéreo moderno é travado entre sistemas integrados, e não plataformas individuais”, disse Liu.

F-16V

Os deputados pediram às autoridades que explicassem se o F-16V poderia prevalecer contra um J-20 em um combate individual. “Tenho confiança absoluta nas habilidades de nossos pilotos para abater um J-20 um a um”, disse Yen.

O projeto de lei agora será enviado para uma negociação cruzada após a qual Taipei e Washington terão que assinar uma carta de oferta e aceitação para finalizar a venda, prevista para o final de 2019, informou o Taipei Times citando fontes da força aérea.

Taiwan espera receber todos os 66 jatos até 2026. Espera-se que os F-16V sejam implantados na Base Aérea de Chihhang, no Condado de Taitung, disseram fontes militares.

Além disso, a Força Aérea de Taiwan está atualizando sua frota de 142 F-16A/Bs para o padrão F-16V, com o trabalho previsto para ser concluído em 2022. Os primeiros quatro aviões, adaptados pela estatal Aerospace Industrial Development Corp (AIDC), concluíram os testes de voo de combate.

Anúncios