Helicópteros AH-64E Apache do Exército de Taiwan durante a cerimônia no dia 17 de julho de 2018.

Taiwan colocou em operação toda sua frota de helicópteros de ataque AH-64E Apache Guardian fabricados nos EUA, num evento que contou com a presença da Presidente Tsai Ing-Wen na cidade de Taoyuan, em 17 de julho.

A cerimônia de entrada em operação do Apaches do segundo esquadrão foi acompanhado por outras aeronaves na realização de sobrevoos e demonstrações de voo.

Demonstração em voo de helicópteros Apache de Taiwan. (Foto: AFP)

As Forças Armadas de Taiwan também introduziram na linha de frente o primeiro piloto Apache AH-64E feminino da Ásia. Yang Yun-hsuan disse que estava seguindo os passos de seu pai, que também era piloto.

Os 15 helicópteros foram comissionados nesta terça-feira e se juntaram ao primeiro lote de 14 AH-64Es na Base Aérea de Longtan, em Taoyuan, norte de Taiwan, conforme informou o Ministério da Defesa de Taiwan.

Os EUA venderam 30 helicópteros AH-64E Apache para Taiwan como parte de um acordo de armas de US$ 6,5 bilhões anunciado em 2008, que enfureceu Pequim.

Yang Yun-hsuan, a primeira piloto feminina do helicópteros de ataque Apache AH-64E da Ásia, posa para uma foto durante uma cerimônia de comissionamento em uma base militar em Taoyuan em 17 de julho de 2018. (Foto: AFP / Sam Yeh)

Um dos helicópteros foi destruído em um acidente durante um voo de treinamento em Taoyuan em abril de 2014 e os outros 29 foram alocados para a 601ª Brigada do Comando, que fica em Longtan, Taoyuan.

O Ministério da Defesa disse que o primeiro esquadrão de 14 helicópteros foi comissionado em junho do ano passado e que o exército levou quase cinco anos para treinar o pessoal e completar a infraestrutura necessária para que a brigada esteja totalmente operacional.

A presidente de Taiwan, Tsai Ing-wen, durante cerimônia de entrada em operação dos helicópteros Apache.

A presidente Tsai Ing-wen saudou o comissionamento da frota como “uma linha de defesa muito forte”, acrescentando que são necessárias 84 semanas de treinamento de voo para se qualificar como um piloto da Apache.

Tsai Ing-wen também disse que o comissionamento dos Apaches foi “um marco importante” para atender à estratégia de “múltiplas dissuasões” da ilha para conter uma invasão.

“O governo continuaria a apoiar as forças armadas enquanto tentasse facilitar os planos para fortalecer a capacidade de defesa do país”, acrescentando também Tsai Ing-Wen.

O AH-64E Apache Guardian é equipado com um poderoso radar de aquisição de alvos capaz de operar em 360 graus a uma distância de 8 km. Ele pode rastrear 128 alvos simultaneamente e seus 16 mísseis Hellfire podem ser utilizados em menos de 30 segundos, de acordo com os militares.

Anúncios

1 COMENTÁRIO

  1. Obrigado ao Bush Jr por ajudar Taiwan e ter uma brigada de Apaches e Pequim esperou. Pelo menos nisso a aviação do país está modernizado para enfrentar uma invasão de Pequim. esses são mais fáceis de esconder para não serem destruídos num ataque preventivo comuna. Parabéns a 1ª mulher do país que irá operar um Apache na Ásia.

Comments are closed.