Caça F-16 da Força Aérea da República da China (ROKAF).

O Escritório de Representantes Econômicos e Culturais de Taipei nos Estados Unidos (TECRO, Taipei Economic and Cultural Representative Office) solicitou US$ 500 milhões em programas de treinamento para os pilotos de F-16 da Força Aérea de Taiwan (ROCAF, Republic of China Air Force) atualmente na Base Aérea de Luke, Arizona (Estados Unidos).

O contrato inclui suporte de manutenção / logística para aeronaves F-16 atualmente na Base Aérea de Luke, Arizona, treinamento de voo; participação em exercícios de treinamento aprovados; munições de treinamento inertes / fictícias; fornecimento e suporte de manutenção; peças de reposição e peças de reparo; equipamento de suporte; gestão de programas; publicações; documentação; equipamento de treinamento e treino de pessoal; serviços de combustível e abastecimento; serviços de engenharia, técnicos e de apoio logístico; e outros elementos relacionados de apoio programático e logístico necessários para sustentar um programa de treinamento de longo prazo do CONUS, disse a Agência de Cooperação de Segurança de Defesa (DSCA) em um comunicado no dia 15 de abril.

O treinamento fornece um curso “adicional” para pilotos experientes e melhora sua proficiência tática.

Os contratantes principais serão a URS Federal Services, Inc., de Germantown, MD e a L3, de Greenville, Texas. A Força Aérea dos EUA (USAF) fornecerá instruções, operações de voo, suporte de manutenção e instalações. Aproximadamente 100 contratados dos EUA fornecerão manutenção de aeronaves e suporte logístico para as aeronaves F-16.

Anúncios

SEM COMENTÁRIOS