O caça Su-57 (T-50-2) durante o primeiro voo de teste com o novo motor de segunda geração.

Os testes de voo do caça de combate da quinta geração da Rússia, o Su-57 (PAK FA, Perspective Aviation Complex of Frontline Aviation) durarão vários anos, disse o presidente da Corporação Russa United Aircraft Corporation (UAC), Yuri Slyusar.

“Os ensaios de voo apenas começar. Eles, é claro, vão durar vários anos”, disse ele a agência de notícia TASS.

O PAK FA, também conhecido como o avião de combate T-50, de quinta geração, decolou pela primeira vez em 2010. Como foi relatado anteriormente, o moderno caça realizou seu primeiro voo com o novo motor nesta semana, no dia 5 de dezembro.

Como os leitores do Cavok detectaram, apenas um dos motores no caça usado no teste era de segunda geração.

Atualmente, o chamado motor de primeiro estágio 117S da empresa Saturn está montado em todas aeronaves de teste, com exceção do segundo protótipo T-50-2 que voou esta semana com o novo motor, que ainda não recebeu uma designação ou nome e está convencionalmente sendo designado como o motor de segundo estágio, ou Projeto (Izdeliye) 30.

Foi relatado em agosto que o avião de combate da quinta geração da Rússia T-50 (PAK FA) recebeu a designação Su-57. O trabalho de projeto experimental no avião de combate avançado deve estar concluído em 2019 e suas entregas às tropas devem começar naquele momento. Como disse o CEO da United Aircraft Corporation, Slyusar, o lote de pré-produção consistirá em 12 desses aviões.


Fonte: TASS

Anúncios

3 COMENTÁRIOS

  1. Parece que este motor ficou menor tanto no diâmetro quanto no comprimento, mas esses anos de testes devem inviabilizar a produção do caça por uns anos e deve dificultar a conclusão da negociação com a Índia que quer um caça 5 G pra ontem.

Comments are closed.