A Cessna encerrou a linha de produção do Citation X+. (Foto: Textron Aviation)

A Textron Aviation encerrará a produção de seu icônico Cessna Citation X+, que por duas décadas foi o maior e mais rápido jato executivo da fabricante de aviões com sede em Wichita, Kansas.

“A plataforma Citation X tem uma herança histórica dentro da marca Citation e se tornou uma aeronave amada por operadores e passageiros como a aeronave executiva mais rápida do mundo”, disse o comunicado. “Com a entrada em serviço da Citation Longitude, estamos aproveitando a oportunidade para minimizar a sobreposição dentro desse segmento de clientes e a interrupção da produção do Citation X+.”

Um porta-voz da Textron Aviation disse que os funcionários não serão afetados pela decisão. Os trabalhadores no Citation X irão para outras linhas de produção e programas.

A empresa destacou que, além do Longitude, tem outros programas de aviões em desenvolvimento, incluindo o Cessna Denali e o SkyCourier, o Scorpion Jet e o Citation Hemisphere.

Anunciado no início dos anos 90, o primeiro Citation X – então avaliado em US$ 15 milhões – foi entregue à lenda do golfe Arnold Palmer em 1996.O X foi anunciado na NBAA 1990 e certificado em junho de 1996; o Citation Ten atualizado, posteriormente renomeada como X+, foi revelado na NBAA 2010 e certificado em junho de 2014.

Um ano depois, o jato e sua equipe de design da Cessna ganharam o prestigioso Robert Collier Trophy da National Aeronautic Association por trazer avanços em velocidade e altitude – pode voar até 51.000 pés – para a aviação geral.

A Gulfstream ameaçou tirar o título de velocidade do X no final dos anos 2000, mas o CEO da Cessna considerou como um desafio pessoal ajustar o design que estava envelhecendo no X+. Nos últimos oito anos, nada tirou o título de velocidade, mas designs mais recentes, incluindo o Latitude da Textron, são quase tão rápidos e têm cabines mais confortáveis, emudecendo a pequena vantagem de velocidade. Embora muitas cartas e empresas de compartilhamento de jatos executivos ainda operem frotas do Citation X, a Textron vendeu apenas quatro unidades em 2017, em comparação com 54 latitudes.

No primeiro trimestre de 2018, a Textron Aviation entregou 338 dos jatos médios, de acordo com dados da General Aviation Manufacturers Association. Em 21 anos de produção, a empresa entregou 314 jatos Citation Xs e apenas 24 dos atualizados X+.

A Citation X acomoda até 12 pessoas e seus motores Rolls-Royce permitem uma velocidade máxima de Mach 0,935, flertando com a velocidade do som.

SEM COMENTÁRIOS