Equipe de produção do filme “Top Gun: Maverick” está a bordo do USS Abraham Lincoln para filmagens de operações embarcadas.

A sequência do blockbuster de 1986 “Top Gun” está sendo filmado a bordo do porta-aviões USS Abraham Lincoln, baseado em Norfolk, nesta semana, de acordo com a Marinha dos EUA. O filme original inspirou uma geração de pilotos de caça e ajudou bastante no recrutamento para a Marinha.

A tão aguardada sequência começou a ser filmada no dia 31 de maio, de acordo com uma foto na conta do Instagram de Tom Cruise. A foto mostrava-o em um traje de voo perto de um jato de combate com o mesmo capacete que usava no filme original e fez referência a uma frase muito citada do filme original: “Sinto a necessidade, a necessidade de velocidade”.

 

#Day1

Uma publicação compartilhada por Tom Cruise (@tomcruise) em

O primeiro dia de filmagem ocorreu na Base Naval de North Island, na Califórnia, disse a Marinha.

Poucos detalhes sobre o filme serão divulgados, mas Cruise revelou em uma entrevista ao “Access Hollywood” no ano passado que seria chamado de “Top Gun: Maverick”.

“O estilo será o mesmo”, disse Cruise na entrevista. “Teremos máquinas grandes e rápidas. … Vai ser um filme de competição como o primeiro e vai ser na mesma linha, o mesmo tom que o primeiro, mas uma progressão para o Maverick.”

Uma equipe de 15 pessoas da Paramount Pictures e da Bruckheimer Films esteve a bordo do Lincoln no domingo e permanecerá até o sábado, disse o comandante da Força Aérea Naval do Atlântico, o comandante Dave Hecht. Ele disse que não há atores a bordo e que a equipe está gravando filmagens no convés de voo das operações aéreas, que incluem F/A-18 Super Hornets da Sétima Ala Aérea Embarcada, com sede em Virginia Beach, decolando e pousando como parte de suas qualificações.

Um Super Hornet pousa a bordo do USS Abraham Lincoln.

“Esta oportunidade é um dos muitos embarques a bordo do porta-aviões planejados no cais e no mar em ambas as costas, coordenados pelo Comandante das Forças Aéreas Navais”, disse Hecht em um e-mail a bordo do Lincoln.

“Top Gun inspirou incontáveis ??homens e mulheres a se voluntariarem para proteger e defender nosso país enquanto os aviadores navais e a tripulação do USS Abraham Lincoln estão empolgados em desempenhar um pequeno papel em trazer essa história de volta para a tela e inspirar outra geração a servir no melhor marinha do mundo”.

Michael Singer, publicitário da Jerry Bruckheimer Films and Television, se recusou a fornecer detalhes sobre a produção.

Em julho, a Variety informou que Miles Teller, estrela de “Only the Brave”, foi escolhido para interpretar o filho de “Goose” e é o novo protegido de Cruise na sequência. No filme original, Goose foi interpretado por Anthony Edwards e serviu como oficial de interceptação de radar (RIO) de Cruise no F-14 antes de seu personagem morrer durante um acidente ocorrido em treinamento.

Cruise também disse no “The Tonight Show Estrelado por Jimmy Fallon” no mês passado que Val Kilmer, que interpretou o rival de Cruise, “Iceman”, no filme original, retornaria para a sequência.

Kenny Loggins, que interpretou o hit “Danger Zone” para a trilha sonora original de “Top Gun”, disse ao TMZ que ele conversou com Cruise e está interessado em refazer a música para uma sequência.

“Eu espero fazer isso talvez como um dueto com um jovem”, disse Loggins. “Nós temos algumas ideias para alguns atos de rock bem legais. Talvez faça do jeito dele ou do jeito deles, dependendo de se é uma banda ou um solista. Então, vamos reinventar a música até certo ponto.”

A sequência está prevista para estrear no dia 12 de julho de 2019, segundo a Paramount.


Fonte: The Virginian Pilot

Anúncios

11 COMENTÁRIOS

  1. Eu quero ver F-35 contra J-20 e todas as groselhas possíveis não me importo se o filme nao puder ser exibido na China

  2. Estou ansioso pra ver como vai ficar!! Que tenha (pelo menos) boas tomadas aéreas….. bastante combate!

  3. Agora o Maverick será o intrutor temido, assim como era o Viper quando entrava no dog fight…

  4. Eu quero o F14 no video, dane-se eu sei que tem uns num cantinho dos carrier, eu sou fã e quero ahahaha

  5. Tomara que você esteja certo.
    Eu estou cético. Nos últimos anos as refilmagens e sequências tem sido uma decepção atrás da outra. Parece que todos os filmes são feitos pela Disney.
    Mas vá lá…. vamos aguardar com otimismo.

  6. Curioso da trilha sonora. Apesar de ser discípulo de Tião Carreiro, reconheço qualidades de outros estilos, o problema é a crise crônica do rock. Apostaram em alguma variante de EDM?

  7. Tá com cara de Su-35 de país inventado perdendo para o F/A-18E — para agradar à US Navy e à Boeing…

Comments are closed.