O treinador turboélice TA-20 da fabricante chinesa Wuhu Diamond, após a realização do primeiro voo.

A nova proprietária chinesa da marca Diamond divulgou esta semana que no começo de novembro a sua aeronave turboélice de treinamento militar TA-20, derivado do turboélice Diamond Dart-450, realizou seu primeiro voo de teste na China.

A aeronave de dois lugares decolou no dia 6 de novembro em Jiangsu, sede da empresa de fabricação de aeronave Wuhu Diamond, da China Electronics Technology Corporation (CETC).

O painel com aviônica integrada Smart-210 da Hermes-sys.

No cockpit, diferente do DART-450 original que apresenta os aviônicos Garmin G3000, na versão chinesa apresenta um Sistema de Aviônicos Integrados Smart-210 com telas coloridas touchscreens que foi instalado pela Chengdu Hermes Technology Ltd (Hermes-sys). A aeronave desenvolvida originalmente na Áustria poderá se tornar agora o novo treinador básico da Força Aérea Chinesa, visando a preparação dos pilotos de jatos de combate como o J-20, com algumas características no cockpit se assemelhando as usadas no novo caça chinês J-20.

“O touchscreen é muito avançado, com recursos como interfaces gráficas de usuário, aviso de terreno e navegação, tudo muito bem pensado”, disse o piloto Ma Jinlong após o primeiro voo. “Costumava demorar meia hora para fazer uma programação, mas agora leva apenas dois minutos”. Ma Jinlong é um piloto experiente que costumava pilotar uma variedade de jatos de combate.

O treinador TA-20, baseado no DART-450 (Diamond Aircraft Reconnaissance Trainer), está equipado com um motor turboélice Ivchenko-Progress/Sich AI-450S de 450 hp que aciona uma hélice MT de cinco pás. O DART-450 foi desenvolvido rapidamente pela Diamond, sendo que dos primeiros rascunhos até o primeiro voo levou apenas um ano (o voo inaugural foi feito em 17 de maio de 2016). O instrutor civil e militar de dois lugares, feito em fibra de carbono, com assentos em tandem, possui assentos ejetáveis ?. A aeronave tem uma velocidade máxima de 230 kt, um teto de serviço de 23.000 pés (7.010 m) e uma autonomia máxima de oito horas mais reserva.

A fabricante austríaca Diamond Aircraft Industrieus GmbH foi vendida para o grupo chinês Wafeng em dezembro de 2017.

A CETC Wuhu Diamond Aircraft Manufacture Co., Ltd foi fundada em 2013 e constrói as aeronaves Diamond DA42 e DV20 sob licença.

Anúncios

4 COMENTÁRIOS

  1. Bem mais honesto comprar a fabricante logo, e instalar aviônicos autorizados a gosto, do que viver de empirismo em teco-tecos ou espionagem mequetrefe.

    • Espionagem, falsificação de dados econômicos e violência são os pilares do regime.

      • Criatividade só se desenvolve com liberdade. O principal patrimônio da sociedade é o indivíduo e não o estado.

        Hoje, o partido se preocupa muito mais em se manter no poder do que qualquer outra coisa. Faz parte da história chinesa ignorar o mundo e voltar-se para dentro.

        Por isso, o recente cala boca do Trump na coreia do norte e a enquadrada comercial surtiram efeito rápido. Um vexame militar ou a queda do crescimento derrubam o Xi Jinping Voltando no tempo, uns moleques na praça celestial sacudiram o governo com facilidade.

        A china é uma colcha de retalhos com diferentes nações, línguas e culturas. Muitos chineses separatistas lutaram recentemente pelo EI. https://www.telegraph.co.uk/news/2016/09/01/now-c

  2. China Canibal e Comuna > Estatal deles compra empresa de aviação na Áustria e agora tem um avião turboélice de treinamento rival do S. tucano. Tática deles quando não é espionagem é comprar empresas de tecnologia.

Comments are closed.