Caça F-5EM "FAB 4830" parte da pista 30 da Base Aérea de Canoas durante um voo noturno. (Foto: Leandro Casella / Cavok)
Caça F-5EM “FAB 4830” decola com pós combustão acionada, da pista 30 da Base Aérea de Canoas, durante um voo noturno. (Foto: Leandro Casella / Cavok)

Caças F-5EM da Base Aérea de Canoas (BACO) realizaram no dia 2 de janeiro um treinamento noturno de toque e arremetida na própria base e no Aeroporto Internacional Salgado Filho em Porto Alegre. Mas o barulho acabou causando espanto em moradores das duas cidades do Rio Grande do Sul.

De acordo com o Diário de Canoas, o treinamento despertou a curiosidade dos moradores, que apesar de já estarem acostumados com os voos rotineiros na região, acabaram reclamando do barulho causado pelos jatos.

A assessoria de imprensa da Força Aérea Brasileira informou que os treinamentos são normais e que todas aeronaves respeitam a altitude de segurança durante o treinamento. Mesmo assim, a FAB solicitou que as aeronaves aumentassem suas altitudes durante o procedimento de tráfego para diminuir o barulho causado no solo.

Dica do amigo Marcelo Idiarte. Obrigado 😉

Iniciamos o ano de 2013, e eu gostaria de desejar um maravilhoso ano para nossos leitores e amigos. Aproveito para solicitar mais uma vez a ajuda de todos com as contribuições para o site, que ajudam muito nas despesas de hospedagem. Para contribuir, utilize as formas de pagamento online abaixo ou nos botões localizados na barra lateral. Quem quiser também poderá doar através de depósito na conta corrente: Banco do Brasil – Agência: 0181-3 – C/C: 12.742-6 – Favorecido: Fernando Valduga. Desde já meu muito obrigado!




Enhanced by Zemanta
Anúncios

30 COMENTÁRIOS

      • Nessa sou inocente…estou à 50 milhas da Capital…

        Ontem aqui em Tramandaí, algum jacto rompeu a barreira do som, óbvio, que só nós os aficcionados é que pudemos perceber, os outros, Raulzito já cantava, "…estão muito ocupados pra pensar…"

        E esse pessoalzinho de Canoas é bem biquira mesmo! Moram à trinta anos no entorno da base e ainda se espantam…e esse diário de canoas é um jornalzinho sensacionalista beeeem barato…

  1. Bem que eu queria Ver uns F-5 aqui na minha Cidade!…Quando passa um Jatinho em baixa altitude já fico olhando, imagina um caça!… (:

  2. Muito bonito o pós combustor dele.

    Imaginem ver de noite o pós de um F 15 ou Su 30… deve ser muito bacana…

  3. Quem tava lá primeiro: A Base Aérea ou o povo que resolveu morar perto e que agora resolve reclamar do barulho?

    • Poxa… Deve ser rotina ver essas aeronaves ai na sua cidade em Francisco

      • Pior é que estas correto. De certa forma é até rotineiro Forevis-5 sobre Porto Alegre. É lindo de se ver quando eles veem da Zona Sul do estado por sobre a Lagoa dos Patos e adentram o delta do Guaíba. Para quem está no Gazômetro e arredores, passam em baixa velocidade e altitude e dá para visualizar em detalhes os caças. As vezes é que surge um A-1 e só uma única vez tive o privilégio de ver dois A-4 nas imediações do Salgado Filho.

        • Os Falcões de vez em quando fazem esses treinamentos de toque e arremetida à noite, aqui em S.P.A.. Durante o dia é bem comum.

  4. A velha palhaçada de sempre. Se você se muda para o lado de um aeroporto já deveria estar ciente do barulho das aeronaves. Basta se construir uma pista e já vem um monte de especuladores vendendo terreno ao redor. Depois ficam reclamando do barulho. Eu tenho certeza que a Base já estava lá primeiro. Nos anos oitenta fui a Anápolis, na época a base ficava distante da cidade, hoje, pelo google, se pode ver que já já vai ter gente reclamando do barulho também. O mesmo ocorreu com a Fazenda Congonhas, essa não precisa nem detalhar, não é?

    • Habitação desordenada, sem pensar em possíveis problemas futuros…

    • Anápolis ainda está longe da cidade… O que tem ao lado da área da Base são fazendas…

  5. Uma Força Aérea que não voa no manto escuro da noite, serve apenas para desfiles…

    • Lerdo engano o seu… na decada de 80 eu cansei de assistir decolagens noturnas de F-5E, com pós acionado, na pista da BaCo.

      • É paulo rossi, mas só recentemente a FAB se tornou capaz de combater à noite. Até meados dos Anos 90 a FAB era uma força de combate diurna e nada mais. Mas ela sempre voou à noite, e como caso mais simbólico de interceptação (mundial) noturna, foi a famosa noite dos OVNIS…

  6. A FAB já treina pouco e quando acontece um treinamento de maior vulto vem essas peças dizem um monte de besteiras como essas do Facebook.

  7. Deveriam vir treinar aqui na minha cidade, pois temos dois aeroportos na região que são subutilizados(SBJF e SBZM). E seria maneiríssimo ver os caças da FAB treinando por aqui.

    • Aeroportos subutilizados de Juiz de Fora e Zona da Mata…
      Além das mineiras que são muito bonitas….o que tem de bom pra fazer por ai?

      • O amigo, como todos sabem em Minas não tem praia, mas aqui tem muitos lugares legais para se divertir e conhecer as mineiras que vc falou, sem falar na comida, que é ótima. Abç.

        • É verdade Eco… visito muito BH a trabalho… além da tradicional comida mineira que é ótima, tem tb as comidas de boteco que em MG são campeãs….

          Me referia mais a região de JF e ZM as quais nunca visitei…

          Abç.

    • O problema EC é que o Forevis-5 demanda uma estrutura de apoio absurda para um avião em pleno Século XXI. É só lembrar que o caça ainda depende de uma fonte de energia externa para ligar…igual aquelas do F-86…

      • É mesmo, até outro dia lançavam bombas como os caças da II WW. Quanto aos sítios, são bastante espaçosos para acomodar toda aquela parafernália e o trádego é quase nenhum. Abç.

  8. Sempre tem um comentário pra lá de infeliz desse pessoalzinho do "feicibuqui"…"queimando dinheiro"…daí quando não treinam, são os primeiros a dizer que o que falta é capacidade técnica do pessoal…

    • Caro Giordani, e que espécie de “aficcionado em aviação militar”, ou pelo menos frequentador casual de site de aviação, tem a ousadia barata de desaprovar… a aviação??? Você vai no meio dos colorados e gremistas dizer que “futebol é besteira, parem de gastar dinheiro”? Para esses estratégicos opinantes, existem os sites da Ana Maria Braga, da Turma da Mônica, o Jalopnik (automóveis), o da revista Carícia…

  9. A FAB e principalmente os caçadores daqui da BACO, voam muito menos do que deveriam. Eu fico até tentando imaginar o pensamento dos nossos pilotos. Bá, olha o que os caras devem ter estudado e ralado pra chegar aonde chegaram e qualquer garoazinha que cai as atividades são encerradas. Pelo menos existe o simulador na BACO e com certeza algumas funções administrativas que o piloto deve cumprir. Mas mesmo assim, os treinamentos em condições climáticas adversas devem ser intensificados, não se pode perder a oportunidade de treinar todas as circunstâncias que podem ocorrer durante um voo de combate, ou de treinamento.

    Abraço !

    • Numa entrevista ( de uns cinco atrás ) com pilotos franceses, eles relataram que não entendiam porque os aviadores da FAB tinham de cumprir funções administrativas…piloto tem que voar, não sentar em escrivaninha…hehehehehe…é que eles não sabem que assim os "caçadores" da Fraqueza Aérea Brazileira cumprem as suas horas de voo… 🙁

  10. Caríssimos, a responsabilidade pela ocupaçao do entorno de bases e aeroportos é de responsabilidade dos municípios, que sao uns vendidos pra especulaçao imobiliária. Dizer que é culpa de quem chegou por último no local é falar bobagem. Talvez na próxima eleiçao local para prefeito seja possíve se lembrar disso. Na década de 1990 morei alguns em Guarulhos, perto do CECAP, por onde passam os avioes que aterrisam por lá, e passava aviao a cada 5 minutos em cima da minha cabeça, e o bairro já estava lá antes. E isso incomoda pra quem quer paz no final de um dia de trabalho, que é o mínimo de direito de uma pessoa. Deveriam se perguntar porque, no Brasil, as bases aéreas ainda estao grudadas em aeroportos. Abs

Comments are closed.