RAF 6 Squadron Eurofighter Typhoons on Exercise Bersama Lima 11 in Malaysia
Eurofighter Typhoons / Foto: RAF, em caráter ilustrativo

Dois caças Eurofighter Typhoon britânicos (registro 2ZO41 e 2ZO42), sediados na base da RAF em Coningsby, Lincolnshire, em  alerta QRA (Quick Reaction Alert / Alerta de Reação Rápida), foram enviados ontem (17) para acompanhar a movimentação de dois bombardeiros estratégicos russos Tupolev Tu-160 que voavam nas proximidades do espaço aéreo do Reino Unido, em águas internacionais.

As aeronaves russas foram identificadas visualmente pelos pilotos britânicos como sendo os bombardeiros estratégicos Tu-160 ‘Red 03 – Pavel Taran (RF-94101)’ e ‘Red 05 – Aleksandr Golovanov (RF-94104)’.

Typhoons britânicos interceptam bombardeiros estratégicos Tu-160 russos próximo à costa do Reino Unido (17.02)
Imagem: GalandecZP

De acordo com as informações, os Tu-160 decolaram da Base Aérea de Olenya, na Rússia, e foram interceptados sobre o Mar do Norte, rumando para o Sul. O encontro das aeronaves ocorreu sem maiores incidentes.

Tu-160, Red 03 - Pavel Taran (RF-94101), Foto - Vadim
Tu-160 – VKS, Red 03 – ‘Pavel Taran’ (RF-94101) / Foto: Vadim, em caráter ilustrativo
Tu-160, Red 05 - Aleksandr Golovanov (RF-94104), Foto - Yuriy Kiselyov
Tu-160 – VKS, Red 05 – ‘Aleksandr Golovanov’ (RF-94104) / Foto: Yuriy Kiselyov, em caráter ilustrativo

O Ministério da Defesa do Reino Unido afirmou que o evento de ontem demonstrou mais uma vez a capacidade dos Typhoon de responder às atividades, e eventuais ameaças, da aviação estratégica russa.

Imagens reais do evento:

Tu-160, Red 03 - Pavel Taran (RF-94101), Foto - RAF
Tu-160 – VKS, Red 03 – ‘Pavel Taran’ (RF-94101) / Foto: Crown Copyright – UK MoD
Tu-160, Red 05 - Aleksandr Golovanov (RF-94104), Foto - RAF
Tu-160 – VKS, Red 05 – ‘Aleksandr Golovanov’ (RF-94104) / Foto: Crown Copyright – UK MoD
Tu-160, Red 03 - Pavel Taran (RF-94101), Foto - RAF (2)
Tu-160 – VKS, Red 03 – ‘Pavel Taran’ (RF-94101) / Foto: Crown Copyright – UK MoD
Tu-160, Red 03 - Pavel Taran (RF-94101), Foto - RAF (3)
Tu-160 – VKS, Red 03 – ‘Pavel Taran’ (RF-94101) / Foto: Crown Copyright – UK MoD

divider 1EDIÇÃO: Cavok

Registramos aqui o nosso agradecimento especial ao amigo GalandecZP pelas informações e imagens relativas ao evento.

Ogromnoe spasibo

Anúncios

12 COMENTÁRIOS

  1. Essa rota tem como destino algum pais aliado da Russia, ou é só uma passagem para simular um ataque as ilhas britanicas?

    • Aliado da Rússia não tem naquela região, afinal todos os países que tem seus litorais banhados pelo Mar do Norte são da OTAN, acredito que foi só um teste para ver o tempo de reação dos Typhoons, agora cá entre nós tadinha da Rússia com esse bando de país na Europa contra ela, ficaria difícil se defender numa eventual guerra

    • Boa pergunta! O deslocamento seria menor assim como o tempo de reação!

  2. "O Ministério da Defesa do Reino Unido afirmou que o evento de ontem demonstrou mais uma vez a capacidade dos Typhoon de responder às atividades, e eventuais ameaças, da aviação estratégica russa."

    Uau hein, foi muita capacidade demonstrada! Tocou o alarme os pilotos vestiram o macacão de vôo mais rápido que o drive through do mcdonald's, chegaram à aeronave já ligada, decolaram, receberam suas missões pelo rádio, interceptaram, se comunicaram com os pilotos russos, deram tchau pros Tu-160 e voltaram pra base.

    Rapaz até a FAB com o Forevis-5 consegue fazer isso! (Se tivesse combustível disponível é CLARO), senão fazemos que nem goleiro vencido em cobrança de falta: fica olhando a trajetória da bola e torcendo para que não entre no Gol (com a boca aberta e os olhos esbugalhados).

    Aliás a Declaração do Ministério da Defesa do Reino Unido foi ao estilo FAB de falar kkkkkkkkk

    Brincadeiras à parte todos sabemos que o Typhoon é uma maravilha da engenharia e da economia tb pois os bixo é caro!

    • Você acredita que numa situação real eles não responderiam a tempo?

      • Jager se você estiver falando de nós brasileiros eu te respondo com toda propriedade do mundo QUE SIM.

        Tanto é verdade que o Legacy se chocou com o avião da GOL e deu no que deu.

        Em qualquer país que leva a sério a sua segurança aérea se você desligar o seu transponder você será interceptado. Os Mirage baseados em Anápolis, tinham condições de interceptar o Legacy, aí eu te pergunto. Pq raios isso não ocorreu?

  3. Nossa, essa imagem do Tu-160 sendo acompanhado pelos Typhoons ficou linda, dá pra termos noção do tamanho colossal deste bombardeiro.

  4. E que esses encontros continuem a acontecer, assim teremos sempre belas ibagens!

Comments are closed.