Um Typhoon da RAF acompanha um Su-30 russo próximo da fronteira da Estônia. (Foto: RAF / UK MoD)

Os jatos Eurofighter Typhoons da RAF implantados na Estônia foram enviados duas vezes no final de semana para interceptar aeronaves de combate russas.

As aeronaves russas não entraram no espaço aéreo estoniano.

O Ministério da Defesa do Reino Unido disse que os jatos Typhoon em alerta de reação rápido (QRA) foram enviados durante a noite de sexta-feira 14 de junho para interceptar um avião de caça russo SU-30 que estava voando para o norte da Estônia.

Um piloto do Typhoon do Esquadrão XI (Caça) disse em um comunicado: “Fomos acionados para interceptar um contato próximo ao espaço aéreo estoniano no início da noite, entre dois períodos de mau tempo. Pouco depois de decolarmos, chegamos ao lado de uma aeronave de caça SU-30 Flanker. Nós escoltamos o caça sobre o mar Báltico, ao redor da Estônia e passando sobre outro avião de transporte militar russo no processo.”

As tripulações fizeram uma segunda surtida no sábado, 15 de junho, para interceptar um caça russo SU-30 Flanker e um avião de transporte Ilyushin IL-76 Candid em trânsito do norte de Kaliningrado para o espaço aéreo estoniano e finlandês.

O piloto acrescentou: “Nós nos esforçamos para interceptar dois contatos que se aproximavam do espaço aéreo no sul da Estônia. Nós escoltamos as duas aeronaves por 15 minutos enquanto elas transitaram de volta para a Rússia continental. Em seguida, entregamos a responsabilidade das duas aeronaves para os jatos em QRA finlandeses, que também haviam sido acionados quando a aeronave russa operou na fronteira do espaço aéreo entre a Estônia e a Finlândia.”

Durante as duas interceptações, as aeronaves foram acompanhadas de uma distância segura e operadas de maneira profissional por toda parte.

A RAF (Royal Air Force) está implantada na Operação AZOTIZE, na Estônia, em apoio ao Policiamento Aéreo Báltico da OTAN.

Anúncios

SEM COMENTÁRIOS