Em 1990 um B-52H realizou, para espanto daqueles que estavam no convoo do porta-aviões USS Ranger, um passe em baixíssimo nível.

A imagem é real e aconteceu no início de 1990 no Golfo Pérsico, durante manobras entre a Marinha e Força Aérea dos EUA.
 
Durante um voo, dois B-52H contataram o USS Ranger (CV-61) e perguntaram se poderiam fazer um sobrevoo, com o controlador aéreo do navio respondendo que sim.
 
Quando os B-52 informaram que estavam a 9 km de distância, o controlador disse que não os via, foi quando um dos pilotos de B-52 disse para o pessoal do porta-aviões olhar para baixo. A pintura no B-52 dificultava a visão de cima, mas, à medida que se aproximava, para espanto dos marinheiros, eles conseguiam distinguir os jorros de água que os gases quentes dos oito motores do B-52 causavam sobre a superfície do mar. É muito, muito raro um avião da USAF fazer um sobrevoo abaixo do nível da pista de um porta-aviões.

Com informações de Tailhook Daily;

Anúncios

3 COMENTÁRIOS