English Electric Lightining, da Thunder City
English Electric Lightining, da Thunder City

Um piloto morreu quando seu caça particular, um English Electric Lightining, prefixo ZU-BEX, caiu logo após a decolagem para o show aéreo bi-anual  Overberg Air Show, em Bredasdorp, no sábado, dia 14.

O caça histórico de Dave Stock, um jato inglês Lightining, aparentemente teve um problema mecânico. Antes da queda o piloto ainda informou a torre de controle que estava com problema no assento ejetor, que depois de três tentativas não funcionou.

Helicópteros Orix da força aérea decolaram imerdiatamente para ajudar após a queda, mas não havia condições de salvar o piloto.

Fumaça após a queda do caça (Foto: Carmen Lorraine)
Fumaça após a queda do caça (Foto: Carmen Lorraine)

“Ele estava saindo para demonstração quando ele teve um problema mecânico,” disse Mike Head, proprietário da Thunder City. “O piloto morreu no acidente, mas ninguém no solo ficou ferido,” adicionou.

O site da Thunder City disse que o caça a jato é capaz de atingir Mach 2,2, e informa que a Thunder City opera as duas últimas aeronaves em serviço do caça bimotor biplace Lightning no mundo. O jato fazia parte da frota pertencente a Thunder City, localizada na Cidade do Cabo, que oferece voos em ex-jatos militares para civis.

O piloto David Stock, que era o piloto de testes do primeiro caça de treinamento Hawk fabricado no local, possuia um recorde, juntamente com Sir Richard Branson como co-piloto, ao ter o recorde de velocidade no modelo do jato em que caiu. No show, em 2007, na base da Força Aérea de Bredas-dorp, foi premiado como melhor show aéreo do país, pelo Aeroclub SA.

O primeiro Lightning voou em 1957, e a Royal Air Force do Reino Unido retirou de serviço o caça em 1988.

Fonte: News24 South Africa

Anúncios

SEM COMENTÁRIOS