O novo helicóptero de combate russo para as forças especiais será baseado no Mi-8AMTSh. (Foto: Vlad Perminoff)
O novo helicóptero de combate russo para as forças especiais será baseado no Mi-8AMTSh. (Foto: Vlad Perminoff)

O Ministério da Defesa russo preparou os termos de referência para o desenvolvimento do Mi-8 com novos sistemas de navegação e de ataque, informou o jornal “Izvestia”, citando uma fonte do complexo militar-industrial. As forças especiais russas devem receber um novo helicóptero a partir de 2013. A montagem do novo helicóptero já começou na fábrica da aviação de Ulan-Ude.

A documentação de projeto para o novo Mi-8 já foi preparada, e começaram a entregar os equipamentos para os contratantes. Como base para o novo helicóptero de ataque será usado o helicóptero de assalto Mi-8AMTSh com o nariz mais afinado, onde na versão normal do equipamento está instalado o radar. Os novos sistemas de navegação e de ataque ainda não foram definidos, e serão escolhidos após os testes oficiais com o estado.

O complexo inclui uma estação de busca com canais de calor e TV, bem como radar de acompanhamento do terreno. Dados de todos os sistemas dos sensores serão exibidos em telas separadas para ambos os pilotos. No novo Mi-8 também está instalado um sistema adicional infravermelho e um telêmetro a laser. Ele será responsável pelo sistema de designação laser e pontaria.

Além disso, o helicóptero vai possuir um sistema de navegação baseado na rede de satélites GLONASS e um holofote TSL-1600 com iluminação infravermelha para dispositivos de visão noturna. Este holofote é capaz de trabalhar com luz comum. O TSL-1600 é projetado para iluminar o campo de batalha e o espaço aéreo em condições de tempo ruim. Todos os novos equipamentos devem ser compatíveis com óculos de visão noturna.

Originalmente, os novos Mi-8 das forças especiais seriam armados com mísseis guiados anti-tanques, mas mais tarde os militares recusaram a solicitação. Os fabricantes convenceram o Ministério da Defesa russo que os mísseis serão instalados com toda preparação e fiação para uso futuro. Como resultado, o helicóptero será armado com foguetes e metralhadoras na porta e na rampa.

O concurso para a criação de um novo helicóptero de ataque para o centro de forças especiais foi iniciado no final de 2012. Presumivelmente, as forças especiais não receberão mais do que 10-15 novos helicópteros.

Solicitamos mais uma vez a ajuda de todos com contribuições espontâneas para o site, que ajudam muito nas despesas de hospedagem. Para contribuir, utilize as formas de pagamento online abaixo ou nos botões localizados na barra lateral. Se você gosta de ver notícias atualizadas aqui, colabore para manter o site no ar. Quem quiser também poderá doar através de depósito na conta corrente: Banco do Brasil – Agência: 0181-3 – C/C: 12.742-6 – Favorecido: Fernando Valduga. Desde já, muito obrigado!




Enhanced by Zemanta
Anúncios

6 COMENTÁRIOS

    • eu apostaria que sim… a pergunta é, "aquilo" não seguraria uma munição de carga oca… (pelo afastamento da fuselagem de aluminio) será eficiente para projeteis de até 7,62 com alguma tecnologia perfurante?

      • Pelo jeito essa blindagem só serve para proteger o piloto….Acho que se forem blindar todo helicóptero , ele nem voaria!

    • Wagner_FSB,

      O problema do Mi-35 é o espaço reduzido para transporte de soldados… O Mi-8 poderia transportar todo um pelotão, coisa impossível para o Mi-35.

Comments are closed.