A BAE Systems iniciou os trabalhos de transferência dos sistemas de guerra eletrônica Compass Call instalados nos EC-130H para os novos EC-37B. (Foto: BAE Systems)

A BAE Systems começou a trabalhar na transição de seu sistema avançado de guerra eletrônica (EW) Compass Call, de antigas aeronaves EC-130H para uma plataforma moderna e mais capaz EC-37B que melhorará significativamente a eficácia da missão. Esta iniciativa Cross Deck, como é comumente chamada, permitirá que a Força Aérea dos EUA continue a interromper as capacidades de comando e controle do inimigo em ambientes negados no futuro.

Como integradora de sistemas de missão do programa, a BAE Systems está trabalhando com a L3 Technologies para fazer a transição das capacidades do Compass Call para uma aeronave EC-37B, um Gulfstream G550 de missão especial que atende aos requisitos da Força Aérea dos EUA. Essa nova plataforma fornecerá aos comandantes combatentes uma melhor capacidade de interferência e flexibilidade para combater comunicações sofisticadas e ameaças de radar.

O atual EC-130H Compass Call da Força Aérea dos EUA.

“Os equipamentos eletrônicos de missão Compass Call são sistemas EW de classe mundial que exigem alta demanda de comandantes operacionais devido às suas capacidades de ataque eletrônico e sua capacidade de proteger missões críticas”, disse Pamela Potter, diretora de Soluções de Ataque Eletrônico da BAE Systems. “O programa cross-deck permite que a Força Aérea mantenha as capacidades de missão EW existentes e incomparáveis ??em um jato executivo econômico que pode voar mais rápido, mais alto e mais longe que seu antecessor, melhorando a eficácia da missão e a capacidade de sobrevivência.”

Em 2017, a BAE Systems e seus parceiros concluíram a revisão inicial do projeto do sistema de armas Compass Call, e a revisão final do projeto está prevista para este trimestre. As modificações iniciais do primeiro G550 estão em andamento, com as duas primeiras aeronaves em 2023. Um total de 10 novas aeronaves estão planejadas.

Dez aeronaves Gulfstream G550 serão convertidas para missão Compass Call da USAF.

A BAE Systems continuará a manter a eletrônica para a frota de aeronaves EC-130H Compass Call enquanto desenvolve, compra, fabrica e integra eletrônicos para a nova frota dos jatos EC-37B.

Anúncios

5 COMENTÁRIOS

  1. A julgar pela aparência do futuro EC-37B os trabalhos de conversão muito provavelmente serão feitos pela IAI ou alguma empresa por ela subcontratada visto ser a mesma configuração presente nas aeronaves CAEW Nahshon Eitan já a serviço da Heyl Ha'Avir.

    No mais a troca dos antigos EC-130H pelos novos EC-37B certamente permite notórios ganhos de velocidade, alcance e também de custos de operação.

    • Acho que nada supera os centenas de C-130 em custos de operação. Vou além, o que permitiu a USAF tantas aeronaves especializadas foi justamente esta plataforma!

      • Mas acho que essas células de C-130H já são razoavelmente antigas, o que pode impactar no custo

    • Além de liberar células do C-130H para servirem de peças ou complementação de unidades desativadas para EUA ou aliados.

  2. Cross deck? Que rdizer que tudo o que estava instalado no Hérculos agora está no G550? Os mesmos aparelhos?

Comments are closed.