Um pacote de caças F-35A da Base Aérea de Hill, Utah, foi enviado para Base Aérea de Aviano, Itália. (Foto: U.S. Air Force)

A Força Aérea dos EUA enviou um esquadrão de jatos de combate F-35A Lightning II, pilotos e equipamentos associados à Base Aérea de Aviano, Itália.

As aeronaves fazem parte das 388ª e 419ª Alas de Caça, da Base Aérea de Hill, Utah, para participar de exercícios e conduzir treinamentos com outras aeronaves baseadas na Europa como parte de um Pacote de Segurança de Teatro (TSP).

Financiado através da Iniciativa de Dissuasão Europeia, o TSP proporciona uma presença rotativa militar mais robusta dos EUA no teatro europeu capaz de dissuadir os adversários e assegurar aos parceiros e aliados do compromisso dos EUA com a segurança regional. Os F-35 e os membros dos 421º e 466º Esquadrões de Caça (FS) chegaram a Base Aérea de Aviano no dia 24 de maio e permanecerão na Europa por várias semanas.

A 388ª Ala de Caça é a primeira unidade de F-35A da Força Aérea dos EUA, com código de combate ou operacional. Esta é a segunda implantação deles na Europa. O primeiro foi o 34º Esquadrão de Caça a ser lançado a partir da Base da RAF de Lakenheath, Inglaterra, em abril de 2017. O 421º Esquadrão de Caça é o mais novo esquadrão F-35A e esta é a sua primeira implantação com o caça stealth multi-função.

DCIM100MEDIADJI_0476.JPG

“Toda a equipe de operações e manutenção do 421ª FS está extremamente animada com essa implantação”, disse o tenente-coronel Richard Orzechowski, comandante do 421º Esquadrão de Caça. “Como o 388º foi o esquadrão final da ala a fazer a transição para o F-35A, nós conseguimos aproveitar a experiência dos 4º FS e 34º FS e levar o esquadrão para a estrada apenas seis meses depois de recebermos nossos primeiros jatos. Estamos realmente ansiosos para continuar a coesão construída com nossos aliados e parceiros. É um verdadeiro privilégio obter o preparo, o treinamento e as experiências de vida para os nossos aviadores das alas 388ª e 419ª.”

Os F-35, juntamente com os F-22 Raptors, são os principais caças operacionais de quinta geração do mundo, possuindo uma combinação única de furtividade, velocidade, agilidade e consciência situacional, além de letal longo alcance, armas ar-ar e ar-solo, tornando essas aeronaves os melhores caças de domínio aéreo no mundo.

A 388ª FW da ativa da USAF e a 419ª FW da Reserva da USAF são as únicas unidades F-35 com capacidade de combate da Força Aérea, mantendo os jatos em uma parceria Total Force que utiliza as forças de ambos os componentes.

“É uma grande honra fazer parte de outro marco para Hill (AFB) e a comunidade do F-35”, disse o major James Russell, piloto do F-35 com a 419ª FW. “Localmente, este esforço é uma demonstração do nosso grupo Total Force Integration trabalhando duro entre as alas 388ª e o 419ª. Em uma escala maior, é uma ótima oportunidade para mostrar a nossa mais nova plataforma de combate às nações parceiras e garantir a essas nações nosso contínuo suporte à segurança e à segurança delas.”

Anúncios

SEM COMENTÁRIOS