A Força Aérea dos EUA (USAF) planeja ativar mais cargueiros C-5M Super Galaxy após remover do serviço ativo alguns dos jatos devido a restrições orçamentárias, disseram autoridades.

Há alguns anos, o tamanho da frota era mais de 100 aeronaves; hoje é metade disso, de acordo com o general Carlton Everhart, chefe do Comando de Mobilidade Aérea da USAF.

Ao longo dos próximos anos, a USAF planeja alocar fundos para mover pelo menos oito cargueiros C-5M fora do status de backup, de acordo com o tenente-general Jerry D. Harris, o vice-chefe de gabinete do serviço para planos estratégicos e requisitos.

Nós vamos resgatar dois jatos por ano durante quatro anos, se pudermos ter um orçamento previsível para que a frota volte a ter uma qualidade maior“, disse Harris nesta quinta-feira.

Devido a sua alta capacidade, o C-5M Super Galaxy é essencial ao serviço. (Foto: USAF/Jason Minto)

Everhart disse que recentemente um cargueiros C-5M voou da Base Aérea de Trabis, na Califórnia, para Yokota, Japão – uma façanha para o enorme jato, que pode decolar com um peso máximo de 381 toneladas. Normalmente, a aeronave faz uma escala no Havaí, mas fez um voo direto.

É o único cargueiro no inventário que pode fazer o vôo direto, o que significa que podemos colocar a bandeira americana no chão em horas versus dias“, disse Everhart. “Apenas alguns anos atrás, tinhamos 112 unidades do C-5. hoje, temos 56.”


FONTE: DoD Buzz

Anúncios

6 COMENTÁRIOS

  1. O congresso entupiu a USAF de C-17 até o ponto dela pedir para pararem de comprar pois não tinha mais onde colocar e agora tem que manter C-5 estocados.
    Isso foi na tentativa do lobby da Boeing e congressistas em manter aberta a unidade de Long Beach, mas não deu certo e em nov/2015 fechou a unidade que gerava 400 empregos.
    A Boeing depois declarou que é muito difícil que um dia venha a ser reaberta a linha de produção do C-17, pois apesar de tecnicamente viável, seriam necessárias muitas encomendas para justificar a reabertura, um grupo de investidores comprou os ultimos 10 C-17 para estocar e vender para alguma Força Aérea interessada, eu achei que iria encalhar, mas ja venderam 9. Hoje só sobrou um C-17 zero hora a venda no mundo.

    • Com as dimensoes territoriais brasileiras 2 ou 3 C-17 elevariam a logistica das FAs em um patamar nunca antes alcançado , mas isto eh assunto para os estrategistas brasileiros ( se eh que existe algum ) e para os politicos com visao futuristica !

  2. O que o camarada quis dizer com "Nos vamos comprar dois jatos por ano durante quatro anos…"? Comprar C-5??? Onde? Reativar? Ou outro jato? E haja carga para carregar para um lado e para outro no planeta!

    • Acredito que quando disse comprar ele se referia ao fato deque terao que modernizar os C-5 que foram para a reserva, aqueles que estao em operaçao passaram por uma modernizaçao !

Comments are closed.