A Base Aérea de Travis recebeu a última aeronave KC-10 Extender modernizada com nova suíte de aviônica para comunicação e navegação. (Foto: USAF)

A Força Aérea dos EUA (USAF) acaba de completar seu programa de atualização para sua frota de aviões reabastecedores McDonnell Douglas KC-10A Extender. A última aeronave KC-10 modernizada foi entregue esta semana na Base Aérea de Travis, na Califórnia, significando a conclusão de um projeto de seis anos.

A entrega do 59º e último KC-10A Extender foi realizada de acordo com o cronograma do programa. A atualização do KC-10A envolveu a substituição do sistema de gerenciamento de voo (FMS) 800 com uma nova suíte de aviônica para comunicação, navegação, vigilância do tráfego aéreo (CNS / ATM). Esta atualização irá aumentar a eficácia da missão e melhorar o consumo de combustível. Desde 2011, as frotas KC-10 em Travis e na Base Conjunta McGuire-Dix-Lakehurst, Nova Jersey, estão passando por modificações.

O sistema FMS 800 anterior usava giroscópios para exibir funções e status da aeronave, como o acelerômetro. Estes giroscópios muitas vezes superaqueciam e exigiam manutenção. O CNS/ATM substitui os velhos giroscópios por um sistema de laser infravermelho. O sistema aumenta a precisão ao gerar significativamente menos calor, o que por sua vez aumenta a eficiência de combustível para a aeronave.

O CNS/ATM também possui uma estação de trabalho com uma linha de comunicações especial, permitindo que as tripulações liguem para qualquer lugar do mundo desde a aeronave, em voo. Esta capacidade faz uma grande diferença na comunicação. O CNS/ATM é mais confiável e diminui a carga de trabalho para a tripulação e manutenção

A tripulação da última aeronave KC-10 modernizada mostra a moeda especialmente produzida para celebrar a marca.. (Foto: U.S. Air Force / 2nd Lt. Sarah Johnson)

“Foi uma honra pegar o último jato modificado de um importante programa de modernização que manterá o KC-10 na luta nos próximos anos”, disse a capitã Melissa Hughes, instrutora de pilotos do 9º Esquadrão de Reabastecimento Aéreo. “Tem havido uma tonelada de destaque no KC-46 Pegasus como o reabastecedor do futuro, mas o KC-10 tem sido um ativo importante nos últimos 35 anos e continuará a ser relevante para os próximos anos com esta atualização.”

Esta atualização poderá manter estes dispositivos operando em boas condições até a chegada do novo avião reabastecedor Boeing KC-46A Pegasus. A atual frota de aeronaves reabastecedoras da Força Aérea dos EUA é de 510 aeronaves, sendo 59 do tipo McDonnell Douglas KC-10A Extender, 342 exemplares do Boeing KC-135R Stratotankers, 54 da versão KC-135T Stratotankers, 18 aviões Lockheed Martin MC-130H Combat Talon II e 37 turboélices MC-130J Command II.

Falando perante o Congresso em abril, o General Darren McDew disse que o déficit da capacidade de reabastecimento aéreo da USAF faz ele perder o sono à noite.

Parte da frota de KC-10 Extender da USAF, vista no pátio da Base Aérea de Travis. (Foto: USAF)

Este pequeno cenário refere-se aos 14 meses do programa Boeing KC-46A Pegasus. O General McDew disse que planeja retirar a frota de KC-10A entre 2019-2024 estão sendo revistos.

4 COMENTÁRIOS

  1. Agora deu para entender porque fizeram esta modernização meia sola nos KC-10A da USAF, só trocando o que ja estava dando problema, ja estão para dar baixa nos próximos sete anos.
    KC-10A https://www.reddit.com/r/pics/comments/4lg6g8/cab
    .
    A Holanda fez uma modernização completa nos seus.
    KDC-10 http://aviadejavu.ru/Images6/AN/AN13-11/119-1.jpg
    .
    Havia uma proposta a USAF para modernizar os KC-10A no padrão MD-11, mas não vale a pena para usar só 7 anos, a não ser que realmente aumentem seu uso para mais uns 15 anos.
    MD-11 https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/th

  2. Que saudade dos MD-11 da VARIG. Eu sempre voava neles na rota de Brasília para Porto Alegre e vice versa. Essa rota começava em Manaus, com parada em Brasília, Guarulhos, Porto Alegre e finalmente Buenos Aires ou Montevideu. A VASP também fazia essa rota com o A-300. Era muito bom, mas era bem caro.

Comments are closed.