A secreta nave X-37B será lançada pela quinta vez ao espaço.

O Gabinete de Capacidades Rápidas da Força Aérea está passando pelos preparativos finais do lançamento para a quinta missão do Veículo de Teste Orbital (OTV) X-37B. O OTV está programado para lançamento no dia 7 de setembro de 2017, a bordo de um veículo de lançamento SpaceX Falcon 9.

A quinta missão do OTV continua a avançar no desempenho e flexibilidade do X-37B como um demonstrador de tecnologia espacial e plataforma que leva cargas úteis experimentais. Esta missão oferece pequenas ações da viagem satelital e demonstrará maiores oportunidades de acesso rápido ao espaço e testes em órbita de tecnologias espaciais emergentes. Com base na quarta missão e colaboração prévia com parceiros experimentais, esta missão irá levar a carga útil avançada do Advanced Structurally Embedded Thermal Spreader (ASETS-II) do Laboratório de Pesquisas da Força Aérea (AFRL) para testar eletrônicos experimentais e tecnologias de tubos de calor oscilantes no ambiente espacial de longa duração.

Os preparativos já estão ocorrendo no Cabo Canaveral.

Este será o primeiro lançamento do programa em um veículo de lançamento SpaceX Falcon 9. A quinta missão do OTV também será lançado e colocado em uma órbita de inclinação maior do que as missões anteriores para expandir ainda mais o envelope orbital do X-37B.

“Os muitos primeiros desta missão tornam o próximo lançamento do OTV um marco para o programa”, disse Randy Walden, diretor do Escritório de Capacidades Rápidas da Força Aérea. “É nosso objetivo continuar avançando o X-37B OTV para que ele possa apoiar mais plenamente a crescente comunidade espacial”.

O retorno do X-37B OTV 4 ocorreu em 2016.

O programa X-37B completou sua quarta missão no dia 7 de maio de 2017, aterrissando após 718 dias em órbita e estendendo o número total de dias passados ??em órbita para 2.085.

6 COMENTÁRIOS

    • A missão e a utilidade do veículo é secreta. Esse teu comentário, ou melhor, essa tua lógica, me lembrou um causo, lá de 1989…

      Naquela época as notícias de aviação chegavam com atraso de algumas semanas e por fontes que hoje são risíveis. Pois bem, a Veja publicou uma notinha a cerca da apresentação do B-2, quando ele foi exibido na frente do hangar da Northrop. Bah, vi aquilo e tratei de contar na sala de aula:
      – Vocês viram que saiu uma fotografia do "avião invisível"?
      – Ãin! Se é invisível, como é que fotografaram? Respondeu um…

  1. Esse X de experimental já indica se tratar de uma aeronave/veículo alguns anos a frente de seu tempo. Foi assim com o Bell X-1, North American X-15 (avião foguete alcançando Mach 6), Grunman X-29 (enflechamento negativo), X-47b (conceito de UCAV), X-51 Waverider (motor scramjet) e agora o X-37B. Sensacional mesmo, engenharia de primeira.