WC-135 Constant Phoenix. (Foto: USAF – Ilustrativa)

O Japão e os EUA estão fortalecendo sua proteção contra a Coréia do Norte ao implantar uma aeronave de observação em Okinawa para detectar um possível teste de armas nucleares pelo regime de Kim Jong Un, de acordo com um oficial sênior das Forças de Autodefesa do Japão.

O WC-135 Constant Phoenix da USAF (Força Aérea dos EUA) pode detectar detritos radioativos reveladores liberados para a atmosfera pela detonação de um dispositivo nuclear. O avião foi implantado na Base Aérea de Kadena em Okinawa no início deste mês, disse o oficial. As Forças de Autodefesa do Japão também estão aumentando sua própria vigilância e coleta de informações.

Os EUA enviaram um grupo de ataque liderado pelo porta-aviões nuclear Carl Vinson às águas ao largo da Península Coreana. O Japão também preparou navios equipados com o sistema de defesa de mísseis Aegis, em preparação para um possível lançamento de mísseis norte-coreanos. As forças japonesas estão sob ordens de derrubada desde agosto e estão preparadas para interceptar um míssil a qualquer momento, diz o governo.

O WC-135 pode detectar e estudar materiais radioativos de explosões nucleares. (Foto USAF – Ilustrativa)

Os aliados estão compartilhando de perto a inteligência sobre possíveis movimentos norte-coreanos à frente de vários marcos que poderiam trazer novas provocações. Sábado marca 105 anos desde o nascimento de Kim Il Sung, fundador do estado comunista, e 25 de abril será o 85º aniversário da fundação do Exército Popular da Coreia. Os norte-coreanos poderiam tentar um teste nuclear ou lançamento de mísseis nessas datas.


FONTE: Asia Nikkei


Nota do editor: Parece que algo grande está prestes a acontecer…

Anúncios

11 COMENTÁRIOS

  1. Se eu poder dar uma sugestão de matéria aqui ,eu gostaria de sugerir uma comparação entre as FAs da Coreia do Norte e a do Sul (incluindo os caças da USAF estacionados lá e um grupo de batalha da marinha com o seus F-18);
    Acho que seria uma matéria bem interessante , mesmo que nós já conhecemos as FAs por diversas matéria publicadas aqui.

    • Realmente, seria interessante, mas já nos anos 1980 o desequilíbrio entre as forças do Sul e do Norte era brutal. Imagine agora! O Norte seria varrido do céu. A grande ameaça do norte chama-se artilharia. São milhares de peças na fronteira. Uma das primeiras missões da aviação em caso de conflito será justamente silenciar essas baterias.

  2. Muita cara de pau dos americanos, criaram as bombas nucleares fazendo vários testes a ceu aberto, no mar e subterrâneos, jogaram duas sobre a população civil de duas cidades japonesas, e agora estão preocupados com testes da Coreia do Norte.

    • A diferença é que eles tem elas há anos e nunca usaram contra outro país que não os atacou antes.
      Agora imagina essas armas nas mãos de um cara que matou o próprio tio e o próprio irmão….. E que deixa a população do seu próprio país passando fome…. É ruim heim.

      E argumentos para terem usado bomba nuclear no Japão existem aos montes. Eu apoio terem usado.

      • País com armamento nuclear que ja deixou a população passando fome…..China.
        E não usaram contra ninguem.
        …..
        Se bem que a fome maior foi na crise que matou 45 milhões de pessoas de fome de 1959 a 1961, e a bomba é de 1964.
        Mas levou muito tempo depois para normalizarem a distribuição de alimentos depois que fracassou a política das 26.000 comunas produzindo alimentos, chegou ao ponto de proibirem as pessoas de cozinhar em casa, só podia se comer nos restaurantes coletivos.
        ….
        Li o livro de uma fugitiva que relatava um absurdo, o Partido Comunista na época determinou que cada uma das comunas aumentasse a produção, ou o dirigente seria demitido. Mesmo com sérios problemas meteorológicos os dirigentes não relataram que a produção cairia para evitar problemas com o Partido e quando o Exército , que era o resoonsável pea distribuição de comida foi buscar os alimentos, eles não existiam na quantidade planejada.

    • Justamente por conhecerem a fundo esse tipo de arma é que USAmericanos sabem o quê esperar…

  3. A alguns anos, achava que a primeira prova de fogo que a China teria seria em relações a Taiwan. Mas a cituação mudou, e ficou mais tensa no Mar do Sul da China.
    Quem diria, que hoje seria na Coréia do Norte. Pois pensava que os EUA sempre continuaria negociando por baixo dos panos entregas de alimentos para o regime falido.
    Pelo jeito, o Trump vai fazer os analistas reverem as possibilidades de confrontos. Os serviços secretos odeias mudanças, porque elas trazem incertezas, como está ocorrendo hoje.

    • Eu achava que a população de Taiwan via a China como um inimigo, mas a uns dois anos duas filiais do conjunto AKB48 do Japão, o TPE48 (Taipei) de Taiwan e o SNH48 (Shanghai) da China fizeram um show juntos em Taiwan, ficou lotado com muita animação e o público jovem dançando juntos com bandeiras dos dois países, fui procurar o vídeo mas ele foi removido devido a direitos autorais.

      .Só como curiosidade, o AKB48 é um fenômeno japonês sem igual no resto do mundo, ele abriu filiais em várias cidades do mundo, cantando as mesmas músicas com roupas parecidas. Cada grupo é formado por times menores, para poderem se multiplicar fazendo shows em lugares diferentes, por exemplo: O AKB48 eram 3 times com 16 meninas, por isso o 48, hoje além do time A, K e B ativou o time 4.
      Em muitas cidades não usam siglas com o nome da cidade porque teria que pagar por isso, caso de Tokyo onde usam o AKB48 que é o bairro de Akihabara.
      ….
      No Japão:
      AKB48 – Tokyo
      SKE48 – Nagoya
      NMB48 – Osaka
      HKT48 – Fukuoka
      NGT48 – Niigata
      STU48 – Seto Inland Sea
      .
      Na China:
      SNH48 – Shanghai
      BEJ48 – Beijing
      GNZ48 – Guangzhou
      SHY48 – Shenyang
      .
      Em outros países:
      JKT48 – Indonésia
      TPE48 – Taipei
      MNL48 – Filipinas
      BNK48 – Tailândia

      Vejam a mesma música "River" em 3 línguas diferentes, no Japão o vídeo foi feito em uma Base da Aviação do Exército.
      .
      .China: https://m.youtube.com/watch?v=zZAnKAA3C4k
      .
      .Indonésia: https://m.youtube.com/watch?v=e5EIBDNdfi0
      .
      .Japão: https://m.youtube.com/watch?v=bQqLKCg-UgA

  4. Desafio os amigos a um pequeno exercício: se por acaso – levando o imponderável e o inacreditável a máxima escala – nosso bravo e destemido gordinho atacasse uma das metrópoles da costa oeste norte-americana – Los Angeles, Sacramento, São Francisco, etc – qual seria o real tamanho da resposta americana?

    As doutrinas de deterrência nuclear e de destruição mútua assegurada impeliriam os EUA a também atacar a China? Ou até alguma cidade estratégica russa no extremo leste? Ou só varreria a CN do mapa mesmo?

Comments are closed.