Hongdu K-8W Karakorum
Hongdu K-8W Karakorum – AMB / © Sergio J. Padrón A., em caráter ilustrativo

No final de fevereiro, a Força Aérea da Venezuela (AMB – Aviación Militar Bolivariana) recebeu um lote adicional composto por seis exemplares da aeronave de treinamento e ataque leve de fabricação chinesa Hongdu K-8W Karakorum.

De acordo com as informações, essas aeronaves são parte de uma encomenda feita em 2013 para nove exemplares do K-8W. As três unidades restantes devem ser entregues em breve.

A Venezuela já é operadora do modelo, tendo recebido anteriormente 22 unidades da aeronave, três das quais foram perdidas em acidentes.

Na AMB, os K-8W são empregados em missões de treinamento avançado, ataque leve, e operações contra voos ilegais. As aeronaves são divididas em dois grupamentos, Grupo Aéreo de Caza Nº 12, sediado na Base Aérea Teniente Vicente Landaeta Gil, em Barquisimeto, onde substituiu os jatos Northrop VF-5A Freedom Fighter, e Grupo Aéreo de Operaciones Especiales Nº 15, sediado na Base Aérea General en Jefe Rafael Urdaneta, em Maracaibo, onde substituiu os turboélices Rockwell OV-10A/E Bronco.

Hongdu K-8W Karakorum (1)
Hongdu K-8W Karakorum – AMB / © Sergio J. Padrón A., em caráter ilustrativo

divider 1

FONTE: IHS Jane’s

EDIÇÃO: Cavok

9 COMENTÁRIOS

  1. Senhores, alguma ideia sobre qual foi o destino dos Broncos venezuelanos?

  2. Vendo o link do wikipedia que o LaMarca postou, me deparei com o mais feio K-8 ever: o da Bolívia.

    Vejo pessoas por aí reclamando do padrão de camuflagem adotado pela FAB, mas o da Bolívia ganha disparado em feiúra.

Comments are closed.