12 COMENTÁRIOS

  1. Tanto neste quanto naquele episódio do Legacy fica uma certeza. A Embraer produz aeronaves muito bem construídas e muito resistentes, além de seguras. Um jatinho Legqcy tromba com um Airbus e sai quase ileso, só com a pontinha da asa danificada, pousa tranquilo,, enquanto o Airbus se desintegra. Agora um bichão desses aí despenca desse jeito e se salvam quase todos. Incrível, se pudesse só voava de Embraer.

    • Bartels, lembrando que foi com um Boeing 737, da GOL, que o Legacy se chocou. No mais, realmente as aeronaves da Embraer são muito robustas, preparadas para o intenso uso nas linhas regionais, caso que ocorre muito nos EUA. Lá são usadas intensamentes.

      • Realmente foi um Boeing. Mas que os aviões da Embraer são muito seguros, não há dúvida. Fatos como esse são boa propaganda para o produto pois fica gravado no imaginário. Acidente de avião que não vira trajedia é coisa raríssima.

  2. O vídeo é pavoroso. Nunca tinha visto um acidente aéreo da perspectiva do passageiro sobrevivente.
    O estado da aeronave ao final me lembrou o do Boeing 772ER da Asiana que se acidentou no aeroporto de San Francisco em 2013, guardadas as proporções e diferenças, evidentemente.
    Importante é não termos mortes. Esses passageiros ganharam uma segunda chance do Universo.