No dia 27 de agosto, um Airbus A330-300 da Air China pegou fogo quando estava no finger do Aeroporto Internacional de Pequim.

O fogo se espalhou pela aeronave e danificou o A330-300 (matrícula B-5958) severamente. Quantidades significativas de fumaça foram observadas do lado de fora durante o incidente, no entanto, nenhuma chama atingiu o interior.

Os passageiros estavam embarcando no voo CA976 para Tóquio, no Japão, quando o incêndio começou. A tripulação evacuou imediatamente os passageiros que já estavam embarcados. Nenhum ferimento foi relatado.

“A fumaça foi detectada durante o embarque na unidade de armazenamento do voo CA976 que seguia de Pequim para Tóquio. Os membros da tripulação e os funcionários do aeroporto eliminaram a fumaça com sucesso. Estamos investigando a causa do incidente”, disse a Air China disse em um comunicado publicado na plataforma de mídia social chinesa Weibo.

Muito provavelmente, a aeronave está além do reparo (perda de casco), observando os graves danos à fuselagem da aeronave.

O incêndio teria começado no porão de carga da aeronave. Autoridades chinesas investigam o incidente.

Anúncios

4 COMENTÁRIOS

  1. "Quantidades significativas de fumaça foram observadas do lado de fora durante o incidente, no entanto, nenhuma chama atingiu o interior". Acho que o correto é: Nenhuma chama atingiu o exterior, no pátio, equipamentos em terra.

  2. No chão, menos mal..
    O estranho é que falaram que o incêndio teria começado no porão da aeronave (parte de baixo) e não teria atingido o interior, no entanto pela primeira foto parece que a parte de cima da fuselagem é que ficou mais destruída..

Comments are closed.