O F-22 do Raptor Demo Team e os Blue Angels, num voo histórico sobre a Carolina do Sul. (Foto: USAF)

Em um momento histórico para a aviação, a Equipe de Demonstração do F-22 Raptor voou ao lado dos Blue Angels da Marinha dos EUA em uma formação rara sobre os céus de Beaufort, Carolina do Sul, no dia 25 de abril de 2019. Nós já havíamos divulgado o voo durante a semana, mas agora surgiram os detalhes e os bastidores deste voo sensacional com aeronaves militares.

O voo foi possível depois do esforço de todas equipes de demonstração e de duas produtoras. (Foto: Diamond 9 Productions)

As duas equipes de demonstração aéreas se uniram durante o show aéreo da Estação Aérea dos Fuzileiros Navais de Beaufort para mostrar imagens nunca antes vistas tanto do F-22 Raptor quanto do F/A-18 Hornet. O voo foi produzido pelo The Centre of Aviation Photography e a empresa 3G Aviation Media, que pode ser visto no vídeo abaixo.

“Esta formação representa mais do que apenas os sete jatos capturados na câmera”, disse o major da Força Aérea dos EUA Paul “Loco” Lopez, piloto comandante da F-22 Raptor Demonstration Team. “É uma representação do profissionalismo e da excelência que todo membro de serviço retrata nos militares dos Estados Unidos.”

O conceito para esta formação única começou como uma idéia entre dois ex-companheiros de esquadrão que compartilham uma paixão pela aviação. Douglas Glover, co-fundador da 3G Aviation Media e o mentor por trás da coordenação desta formação diferente, entrou em contato com o Major da Marinha dos EUA, Jeff Mullins, o Blue Angels #4, sobre a possibilidade de reunir as duas equipes.

“O que começou como um ‘e se’ entre mim e Blue Angels #4, levou meses e meses de ida e volta, combinando as capacidades da aeronave com as imagens solicitadas por ambas as equipes”, disse Glover. “Todo o trabalho duro, as madrugadas e os níveis elevados de estresse informando uma sala cheia de pilotos de primeira linha valeu a pena quando a rampa caiu atrás da aeronave C-212 Aviocar, seguida de perto pelo F-22 e os Blue Angels numa formação diamante.

Ver o primeiro caça de 5ª geração do mundo ao lado do icônico azul e dourado dos Blue Angels da Marinha dos EUA é uma visão que muitos queriam ver, mas que nunca pensaram que aconteceria. O resultado final, sete jatos de combate de dois serviços separados que sobrevoam os céus da Carolina do Sul, envolveu um esforço conjunto que será valorizado nos próximos anos.

“Gostaria de agradecer aos mantenedores que consertam, revisam e mantêm as aeronaves; eles são vitais para a nossa missão e fazem um voo como esse acontecer”, disse Lopez. “Voar ao lado dos Blue Angels foi uma experiência incrível, e ver tudo isso do cockpit do F-22 é algo que nunca vou esquecer.”

SEM COMENTÁRIOS