O bombardeiro B-2 lançando uma MOP.

A Base da Força Aérea dos EUA de Whiteman, lar da frota de bombardeiros estratégicos B-2 dos EUA, divulgou um vídeo mostrando um de seus aviões lançando não apenas uma, mas duas bombas Massive Ordnance Pentrator (MOP). As bombas não-nucleares mais poderosas do mundo, as MOPs podem penetrar até 60 metros de concreto armado para atingir alvos no subsolo.

O vídeo mostra um bombardeiro B-2 com o número de cauda 82-1066. Esse é o Spirit of America, uma aeronave de teste inicial convertida em um bombardeiro operacional. O Spirit of America entrou em serviço ativo em 2000 e ainda permanece em operação. O vídeo mostra o bombardeiro no hangar, sendo preparado para o voo, em seguida, decolando e recebendo combustível de uma aeronave de reabastecimento aéreo. O bombardeiro voa para uma área de testes de bombardeio em uma região montanhosa, onde lança os dois MOPs.

A Massive Ordnance Penetrator, ou GBU-57, foi desenvolvida para atacar alvos resistentes e localizados profundamente no subsolo. A necessidade de tais armas surgiu pela primeira vez durante a Guerra do Golfo de 1991, quando as forças dos EUA e da Coalizão perceberam que Saddam Hussein havia enterrado grande parte da infra-estrutura de comando, controle e comunicações do Iraque em bunkers subterrâneos. O uso extensivo de instalações subterrâneas pela Coreia do Norte (que tem de 6.000 a 8.000 metros subterrâneos) e o Irã justificaram o contínuo desenvolvimento da capacidade das Forças Armadas dos EUA de atingir alvos subterrâneos.

Cada MOP pesa 30.000 libras, com ‘apenas’ 6.000 libras de explosivos. As bombas podem penetrar até 60 metros de concreto endurecido a 5.000 PSI. As bombas são guiadas por GPS, garantindo precisão exata.


Fonte: Popular Mechanics

Anúncios

7 COMENTÁRIOS

  1. Imagens impressionantes! Como diz o ditado, essa é para tirar até 'pica-pau do oco'.

  2. Rapaz, eu truco…
    Penetrar 60 metros de concreto a 35Mpa é coisa pra burro, mesmo sendo uma bomba massiva eu não levo muita fé nisto…
    se ao menos fossem 60 pés uns 20m, seria mais crível….
    Em fim não são só os russos que gostam de exagerar…

    • Pensei a mesma coisa, como os EUA ainda usam o ultrapassado sistema imperial talvez tenha havido algum erro aí na hora da tradução.. Talvez seja mesmo 60 pés (O que já seria coisa pra caramba) mas atravessar 60 metros de concreto eu também acho difícil de acreditar..

  3. Ainda existe a GBU-43, carinhosamente conhecida como "Mother Of All Bombs" (M.O.A.B.), lançada pelos C-130 e que foi usada no Afeganistão.

  4. O mais incrível é pensar que em 1945 Lancasters soltaram várias bombas Grand Slam de 22mil lb e até o ataque da GBU-43 em 2017 este era o artefato explosivo não nuclear mais potente já usado em combate, ou seja 72 anos de reinado!

  5. Usar um B-2 para isso é gastar money dos contribuinte dos EUA atoa. perfurar abrigos subterrâneos um míssil faz fácil.

Comments are closed.