Caça Su-30MK2V da Força Aérea Venezuelana registrado pela câmera de um EP-3 Aries II da Marinha dos EUA sobre o Caribe. (Foto: SOUTHCOM)

O Comando Militar do Sul dos EUA (SOUTHCOM) divulgou um vídeo como prova de que um caça venezuelano Su-30MKV se aproximou “agressivamente” de um avião EP-3 da Marinha dos EUA voando em uma missão no espaço aéreo internacional sobre o Caribe.

A aeronave de combate da Força Aérea Bolivariana (FAV) “agressivamente” se aproximou da aeronave da Marinha dos EUA, colocando em risco a tripulação e a missão, disse o Comando Militar Sul dos EUA no domingo. Imagens de vídeo divulgadas pelos militares dos EUA mostram o jato de combate venezuelano aproximando-se da aeronave de vigilância dos EUA.

Em comunicado, o SOUTHCOM informou que a aeronave EP-3 Aires II da Marinha dos EUA estava voando no espaço aéreo internacional ao largo da costa da nação sul-americana em 19 de julho, quando foi abordado de maneira “não profissional” por um caça venezuelano SU-30 Flanker.

“Depois de analisar a documentação em vídeo, determinamos que o caça de fabricação russa atacou agressivamente o EP-3 em uma distância insegura no espaço aéreo internacional por um período prolongado de tempo, colocando em risco a segurança da tripulação e colocando em risco a missão do EP-3” disse o SOUTHCOM.

O governo venezuelano disse no domingo que foi forçado a enviar seus jatos na quinta-feira, quando as aeronaves dos EUA violaram seu espaço aéreo e se recusaram a se identificar. Tentativas de contatar a tripulação dos EUA falharam, então a Força Aérea Venezuelana usou medidas “persuasivas” para forçar o avião a mudar de rumo.

Em um comunicado, o governo venezuelano disse que esta foi a 76ª vez neste ano que houve “esse tipo de incidente” com aeronaves militares dos EUA.

“As [Forças Armadas] rejeitam firmemente esse tipo de provocação pelos Estados Unidos e estarão alertas para salvaguardar a paz do povo venezuelano que decidiu… ser livre, independente e soberano”, disseram os militares da Venezuela.

Os Estados Unidos e a Venezuela estão em desacordo há anos e o governo Donald Trump tenta forçar a saída do líder do país, Nicolás Maduro. Enquanto Maduro está cada vez mais isolado, ele ainda tem o apoio de aliados importantes como a Rússia e a Turquia.

“Esta última ação também demonstra o apoio militar irresponsável da Rússia ao regime ilegítimo de Maduro e aumenta o crescente legado de comportamento imprudente e negligente de Maduro, que mina o estado de direito internacional e os esforços para combater o tráfico ilícito”, disse o SOUTHCOM.

O senador republicano da Flórida, Marco Rubio, que critica duramente Maduro, emitiu um alerta para a Venezuela enquanto twittava imagens do vídeo do jato de combate.

“A Venezuela tem apenas 3 caças que podem voar”, disse Rubio no Twitter. “Se eles prejudicassem alguma aeronave dos EUA, logo teriam zero”.

Anúncios

15 COMENTÁRIOS

  1. Acho que nem míssil ar ar tem mais, ia ser só na bala mesmo kkk, embora sou contra o regime da Venezuela e tem que cair mesmo esse governo, os americanos estão no quintal deles né claro que vão chegar tentando intimidar, vai sondar o vizinho e quer que chegue de mansinho da zica mesmo

  2. Passou da hora de derrubar esse bando de neo comunistas venezuelanos do poder. Antes que façam alguma besteira maior. Eu gostaria é que tivessem feito algo mais sério com o avião americano. Quem sabe aí o Trump não tomaria uma atitude radical para expurgar o motorista de ônibus e o resto da quadrilha do poder. É triste ver o que a Venefavela já foi um dia e o que se tornou.

  3. No caso da Venezuela parece que o tempo corre a favor do ditador Maduro.
    O tal de Guaidó fogo de palha, não conseguiu convencer a cúpula militar, que segue na coleirinha fiel ao Maduro.
    Por outro lado a Venezuela não representa nenhum perigo iminente aos interesses dos EUA tampouco tem a mesma importância estratégica de um país do oriente médio por exemplo.
    .
    Quem realmente deveria por ordem na região, continua como sempre deitado em berço esplêndido a espera do futuro glorioso que nunca chega..
    Resumindo, pobre povo venezuelano, sem nenhuma perspectiva de voltar a ser uma democracia e cada vez mais no caminho de se tornar mais uma ditadura eterna como uma nova Cuba.

  4. A cúpula militar venezuelana é uma grande milicia mafiosa e o estado venezuelano só exportará migrantes, ideologia socialista, doras e problemas financeiros…. Ou começam a ser tratados como bandidos transnacionais por todos os vizinhos ou em alguns anos será um híbrido cubando-FARC gigante na fronteira norte… Triste ver aquele país outrora rico e muito mais organizado que o nosso nesta belezura socialista!

  5. Os venezuelanos estão certos. Ninguém é obrigado a aceitar um avião espião próximo de seu território. Derrubar Maduro a força é uma manobra perigosa para o próprio Brasil: hoje é a vez deles, amanhã pode ser a nossa.