Caças F-35I Adir participam do primeiro exercício internacional de combate aéreo.

Entre os dias 3 e 14 de novembro, a Força Aérea Israelense (IAF) está realizando o exercício “BLUE FLAG”, na Base Aérea de Uvda, no sul de Israel. É o primeiro exercício internacional de “quinta geração” que ocorre em Israel, envolvendo as recentes aeronaves F-35I “Adir”.

O exercício Blue Flag (Bandeira Azul) é de suma importância estratégica e terá um impacto significativo na IAF, nas Forças de Defesa de Israel e no Estado de Israel como um todo. O exercício incluirá mais de mil pessoas entre tripulantes aéreos, pessoal técnico e administrativo de diferentes forças aéreas.

Este ano, vários países participarão do exercício, incluindo: Alemanha, Itália, Grécia e Estados Unidos. Equipes aéreas e pilotos, incluindo as aeronaves dos países participantes, chegarão a Israel e simularão vários cenários. A cooperação permitirá treinamento internacional de alta qualidade, aprendizado mútuo e estudo de técnicas de voo, oferecendo uma oportunidade para fortalecer as relações entre os países participantes.

Como parte do exercício, dezenas de aeronaves, internacionais e israelenses, serão implantadas e praticarão cenários de combate ar-ar e ar-solo, lidando com ameaças avançadas de SAM e cenários de combate inimigo. Essa implantação oferece uma oportunidade para voos conjuntos em uma ampla variedade de cenários de ameaças combinados com tecnologia avançada.

A Força Aérea Israelense treina e continuará treinando em cooperação com forças aéreas estrangeiras para manter sua competência e prontidão, fortalecer os laços e interesses entre as forças e incentivar e fortalecer o aprendizado conjunto entre as forças.

No total, esta será a quarta vez que Israel sediará o exercício Blue Flag desde seu início em 2013, tornando-se mais complexo a cada exercício.

Anúncios

1 COMENTÁRIO

  1. Pelo tamanho do território, a curta distância dos radares russos e sírios. Por óbvio, existem protocolos de segurança para resguardar as frequências emitidas pela aeronave.

Comments are closed.