Um B-2 e dois F-35A sobrevoam o Rose Bowl Stadium durante a Parada das Rosas de 2018. (Foto: Mark Holtzman / West Coast Aerial Photography)

Dois caças F-35 Lightning IIs do 31º Esquadrão de Teste e Avaliação (TES) da Base Aérea de Edwards, California, participaram pela primeira vez do tradicional sobrevoo no início do desfile anual do Rose Bowl, no dia 1º de janeiro de 2018, em Pasadena, Califórnia, quando voaram junto a um bombardeiro furtivo B-2 Spirit.

Os caças de quinta geração voaram lado a lado com um bombardeiro furtivo B-2 Spirit da 509ª Ala de Bombardeiros, da Base Aérea de Whiteman, Missouri.

De acordo com informações da fundação Donate Life America, o sobrevoo homenageou o doador de órgãos, Maj. Benjamin Meier, um piloto da Força Aérea dos EUA que estava designado junto ao 31º TES.

Um F-35 dos dois lados de um B-2 na parada 2018 em Pasadena.(Foto: Dean Musgrove / Los Angeles Daily News/SCNG)

O F-35 à esquerda do B-2 representou todos os doadores de órgãos, enquanto o F-35 à direita simbolizou todos os que receberam órgãos que prolongaram suas vidas.

Durante uma corrida matinal em 2015, Meier foi atingido na cabeça pelo espelho de um caminhão que trafegava na Base Aérea de Edwards. Um comunicado da Donate Life America disse que ele foi declarado com morte cerebral menos de 24 horas depois. Como doador de órgãos, Meier foi capaz de fornecer seu coração, pulmões, fígado e rins para as pessoas que vivem até hoje.

Uma imagem feita à mão com flores, com o rosto de Meier foi um dos 44 apresentados no Donate Life America Rose Parade Float.

Os aviadores do 31º TES juntaram-se à família de Meier em uma cerimônia no Hangar 1810, em 8 de dezembro, onde seu esquadrão terminou de decorar a imagem com flores de Meier.

De acordo com a organização, a Rose Parade Float faz parte de um esforço nacional de mais de 50 organizações que se uniram para enviar uma mensagem de que se tornar um doador de órgãos pode ajudar a salvar e curar vidas.

O B-2 de Whiteman e os F-35 de Edwards sobre Pasadena. (Foto: Mark Holtzman / West Coast Aerial Photography)

Meier foi um veterano de combate que recebeu a Medalha Aérea da Força Aérea antes de pilotar F-35s como parte do 31º Esquadrão de Teste e Avaliação Operacional. Ele está enterrado no Cemitério Nacional de Arlington e deixou esposa, dois filhos jovens, duas irmãs e seus pais.

Anúncios

6 COMENTÁRIOS

  1. Que cena!

    As pessoas sentem uma espécie de orgulho, um sentimento de segurança.

    Parabéns US.

  2. Lindas fotos e imagens, mas só uma correção: a primeira foto se trata to Rose Bowl de 2016 (Stanford vs Iowa), não deste ano. Este ano jogaram Georgia vs Oklahoma.
    PS: foi nesse mesmo estádio que o Brasil foi tetra em 1994.

  3. Acho incrível essa cultura dos americanos em saudar seus heróis, representando não só o militar mas todos os demais doadores de órgãos. Nós brasileiros, deveríamos copiar esses atos.

    • Nós preferimos fazer de heróis cantores de funk, jogadores de futebol, artistas e políticos condenados pela justiça. Não é de se admirar o abismo entre nós e o primeiro mundo.

  4. Enquanto dinheiro do contribuinte estadunidense é "torrado" em um espetáculo inútil e perigoso (o F-35 é o maior desastre de projeto da história da aviação militar), a Califórnia do "Rose Bowl" tornou-se "capital da miséria" nos EUA, com mais 58 mil sem-teto apenas em Los Angeles, um aumento brutal de 23% em relação ao ano anterior. Típico de um país de ignorantes. Garanto que a maioria dos espectadores daquele jogo, que pagaram caríssimo por um ingresso não sabem localizar a Califórnia em um mapa de seu próprio país.

Comments are closed.