cx982dixcaecut6
Saab começa testes estáticos do motor F414G do Gripen. (Foto: Saab)

A Saab realizou testes estáticos do motor GE F414G, que alimenta o Gripen E/F, com cerca de 22.000 libras de potencia.

cx982ddxaaasrtk
Saab começa testes estáticos do motor F414G do Gripen. (Foto: Saab)
Anúncios

30 COMENTÁRIOS

    • Se me lembro bem, a relação peso/potencia vai ser se 0.98. Similar ao F/A-18C!

          • Você confia nesses dados? Fico com uma pulga atrás da orelha.

            Acho que a SAAB força um pouco. Os supercruises do Typhoon e Raptor são mais verossímeis em minha opinião. Bimotores, baías internas em um e configuração de superioridade aérea com aparente menor arrasto em outra.

            No Gripen, com as asas abarrotadas de tudo quanto é coisa – inclusive tanques – me parece pouco possível o super-cruzeiro.

            • Assim como você eu tenho minhas dúvidas, ainda mais por causa do motor, mas no geral não vejo motivos para a Saab mentir sobre.

            • eles alegam ter feito supercruise com o gripem demo, que é mais leve e sabe-se la em que configuração, provavelmente limpo

              • Mas daí para expor como uma 'capacidade militar' vai um longo caminho.

                Pessoalmente, não concordo com essa postura, na qualidade de contribuinte do Estado brasileiro.

              • Acho que era com 2 IrisT, mas como faz tempo que vi, então não tenho certeza.

            • supercruzeiro é impossível com a aeronave levando mais de 2 misseis de curto alcance, o F22 é a exceção mas os 4,5G não rola.

              Também fico com o pé atras, o motivo, ainda não vi o "E" voar, o demo não é o "E".

              • Incorreto.

                O Rafale já demonstrou capacidade de Super Cruzeiro de mach 1.4 com 4 Micas EM e dois IR. O Typhoon foi capaz de manter mach 1.6 com mísseis BVR e WVR.

                O que dificulta o Super Cruzeiro para os 4.5G são os tanques externos e bombas, mísseis não devem atrapalhar muito.

                • Ufric, tem alguma fonte pra linkar aqui, não é que eu não acredite é que nunca vi nada sobre. Esses numeros ai, são bem generosos (no mínimo) ainda mais se tratando dos polêmicos motores do rafale…

                • A minha fonte eram os testes Suíços, mas o link está quebrado então se preferir não leve como verdade.

                  Só uma correção minha, no caso do Typhoon seria mach 1.3 não 1.6.

                • É justo nos tanques subalares que mora minha desconfiança. Não é factível a operação do Gripen, com 36 unidades, no Brasil, sem eles!

  1. Já li em alguns sites gringos críticas severas a interrupção do financiamento para o desenvolvimento da F-136, faltaram alguns bilhões de doletas para a maturação completa dela.

    Os amigos concordam? Acham necessários dois produtos de primeira linha para os EUA e aliados? A GE terá problemas para se posicionar futuramente no mercado?

    • Eu concordo, o F136 aumentaria muito o custo do programa.

      Mas se acalme, o F-35 na metade da próxima década deve receber uma variante do F135 com capacidade de ciclo variável, que vai proporcionar 30% mais economia de combustível e 10% mais potência.

      • Ciclo variável significa caixa de redução? Como os mais novos turbofans?

      • Meu questionamento é se haveria prejuízos militares por se criar um monopólio, ao invés de diversificar. Claramente as aquisições se concentrarão nesse modelo.

        Como liberal, não concordo muito com esse raciocínio, ideologicamente falando. Mas não consigo vislumbrar os pós e contras para a USAF e demais forças alinhadas.

        • Eu como também um liberal, prefiro concorrência mas como estamos falando de um programa de trilhões… No mais, o F135 é um excelente motor.

          • Perae, você também come um liberal?? Quem além de vc?

            Ainda bem que sou radical conservador de direita…

            kkkkkkkkkk

            • KKKKKKKKKKKKKKK

              Com o duplo sentido importuno de lado, sou um liberal em termos de economia, em termos sociais, um mix de conservador e liberal.

            • Olha que já vi nosso Gaudério, representante dos Pampas, comentando em sites liberais – na economia…

              Será que ele faz ´parte da metade que vai comemorrar título depois da seca, ou amargar rebaixamento?

  2. Obrigado, conceitos diferentes.
    Esse aqui está mais para um botão "eco drive" que desativa alguns "cilindros" no motor a combustão.

Comments are closed.