Passageiros a bordo de um voo da Azman Air que seguia para Port Harcourt, Nigéria, entraram em pânico na sexta-feira, depois que um homem ainda não-identificado subiu na asa da aeronave 737 quando estava prestes a decolar no aeroporto Murtala Muhammed, em Ikeja.

De acordo com um vídeo que foi amplamente divulgado nas redes sociais feito por um dos passageiros em Lagos, o homem ganhou ilegalmente o acesso ao lado de fora com a sua bagagem de mão.

O vídeo também mostra que o homem subiu ilegalmente na asa da aeronave e colocou a bagagem dentro de um dos motores.

A aeronave estava no ponto de espera esperando autorização para decolar quando o incidente ocorreu.

A ação causou pânico, já que alguns passageiros imediatamente exigiram que o piloto e a tripulação de cabine abrissem as portas da aeronave para que pudessem desembarcar devido a preocupações de segurança.

A Gerente Geral de Assuntos Corporativos da Autoridade Federal de Aeroportos da Nigéria (FAAN), Henrietta Yakubu, confirmou que o homem havia foi preso pela Equipe de Segurança da Aviação e levado para Tango City, uma unidade de segurança da FAAN domiciliada no Aeroporto Internacional Murtala Muhammed, em Ikeja.

Fontes disseram que o indivíduo, após a prisão, alegou que queria viajar para Gana, mas se recusou a divulgar como conseguiu obter acesso ao lado de fora da aeronave.


Nota do Editor: Acho que este indivíduo anda vendo muito show de wingwalking.

Anúncios

8 COMENTÁRIOS

  1. Já menino pegar rabeira em ônibus e caminhão mas pegar rabeira em avião e a primeira vez….

  2. O cara monta numa turbina ligada a todo vapor como se não fosse nada ???

  3. O cara deve ser fã de Missão Impossível e depois de ver o Tom Cruise decolar agarrado à porta daquele A-400 achou que também era capaz.

    • Incapacidade de gerar descendência – através da própria morte ou esterilização.
      Excelência – forma sensacional e estúpida com que comete o erro. Incrível desuso da lógica e da razão.
      Auto-selecção – Causa o desastre por si mesmo; com mérito incondicionalmente individual.
      Maturidade – O indivíduo deve estar em total uso das suas capacidades mentais e físicas. Deve possuir capacidade de julgamento e raciocínio.
      Veracidade – O evento tem de ser verificável. Excluem-se as "Lendas Urbanas".

Comments are closed.