Os lançamentos são feitos a partir de seis pontos ao longo da aeronave multimissão. (Foto: Sgt. Bianca Viol / Agência Força Aérea)

A Ala 3, em Canoas (RS), foi o local de um ensaio inédito da aeronave multimissão KC-390 Millennium.

Os três lançamentos de chaff e flare, o primeiro parcial e os dois últimos com carga completa, foram realizados no final de outubro em dois voos com imagens registradas a partir da rampa do C-105 Amazonas.

“O objetivo do ensaio foi realizar todas as manobras nos limites do ‘envelope’ da aeronave para garantir que, em termos de segurança, o avião possa empregar todos os chaffs e flares da melhor maneira possível”, explica o Tenente Engenheiro Rafael Macedo Trindade, do Instituto de Pesquisas e Ensaios em Voo (IPEV), um dos militares que acompanha os ensaios do KC-390 Millennium pela Força Aérea Brasileira (FAB).

O C-105 e o KC-390 Millennium foram nivelados a cerca de 10.000 pés de altitude e a uma distância de 25 milhas – aproximadamente 40 quilômetros – da costa gaúcha, permitindo a captação das imagens. Além disso, o próprio KC-390 Millennium foi equipado com câmeras que registraram o ensaio para análise. E, ainda, outra aeronave – um Phenom – foi utilizada para que houvesse captação de imagens da lateral do avião.

Segundo o Gerente Operacional do Projeto KC-390 Millennium no Comando de Preparo (COMPREP), Major Aviador Reinaldo Alves da Silva, os dispositivos irradiadores de infravermelho chamados de chaff e flare são contramedidas defensivas essenciais a uma aeronave militar. “O KC-390 é uma aeronave multimissão e, em algum momento, podemos ter que entrar em território inimigo. Então, esse sistema autônomo de defesa é utilizado para despistar armamentos, radares e outras aeronaves”, ressalta o Major.

O primeiro KC-390 Millennium foi entregue à FAB em setembro de 2019 e está sediado na Ala 2, em Anápolis (GO). Ao todo, 28 aeronaves vão compor o acervo da Força Aérea.

Após cada certificação, as tripulações passam a operar as diversas funcionalidades do avião até atingir a capacidade final de operação (Final Operational Capability – FOC), que estará disponível em todos os KC-390 Millennium da FAB.


Fonte: Agência Força Aérea, por Tenente Emília Maria – Fotos: Sargento Bianca Viol e Soldado Felipe Coelho/CECOMSAER

Anúncios

3 COMENTÁRIOS

  1. Uma duvida, a Embraer não entrega a aeronave certificada, ou seja, com todos sistemas testados? Nesse caso da matéria a fab certifica sua tripulação mas não o sistema, pois se for o sistema então quer dizer que a Embraer não testou….?!

    ps* Major, se em algum momento nós tivermos que entrar em território inimigo eu espero que pra sorte da sua força, seja o Uruguai/Paraguai/Bolivia/Argentina…