O avião de comando e controle aéreo antecipado E-2D Advanced Hawkeye é reabastecido em voo por um KC-130 da Marinha dos EUA. (Foto: U.S. Navy / Liz Wolter)

Outro marco importante foi alcançado no programa E-2D Advanced Hawkeye no trimestre passado, quando o primeiro E-2D equipado com sonda de reabastecimento aéreo recebeu com sucesso sua primeira transferência de combustível em voo de um avião tanque KC-130, no dia 14 de julho, conforme anunciado pela fabricante da aeronave no dia 31 de outubro.

Durante o voo de quatro horas, os pilotos realizaram 10 contatos secos e dois com combustível, resultando na transferência bem-sucedida de mais de 1.700 libras de combustível de um KC-130 Hercules da Marinha dos EUA ao E-2D Advanced Hawkeye da Northrop Grumman.

“Passar combustível pela primeira vez em voo é um marco significativo no desenvolvimento desta tecnologia crítica para o E-2D, o que aumenta o alcance e a persistência do comando e controle que o E-2D fornece aos EUA e forças aliadas”, disse o Capitão Keith Hash, gerente do programa E-2 / C-2 Airborne Tactical Data Systems (PMA-231).

O E-2D equipado com a sonda da reabastecimento aéreo fez seu primeiro voo no dia 15 de dezembro de 2016, na instalação de St. Augustine da Northrop Grumman. A aeronave foi então transferida para o Esquadrão de Teste e Avaliação em Voo 20 (VX-20) na Estação Naval de Patuxent River, Maryland, onde a aeronave completará o programa de teste de reabastecimento aéreo.

“O desenvolvimento da capacidade de reabastecimento aéreo para o E-2D é outra demonstração do compromisso inabalável da Northrop Grumman de fornecer ao cliente da Marinha uma maior capacidade operacional”, disse Jane Bishop, vice-presidente e gerente d programa E-2 / C-2 da Northrop Grumman.

Existem dois aviões adicionais no programa de teste de reabastecimento aéreo e, enquanto a primeira aeronave estava fazendo seu primeiro voo de transferência de combustível, o terceiro avião a ser modificado fez seu primeiro voo em St. Augustine. Dois E-2Ds equipados com sonda de reabastecimento aéreo em voo ao mesmo tempo marcam uma primeira vez significativa para Northrop Grumman e para comunidade Hawkeye da Marinha dos EUA.

A modificação do sistema de reabastecimento aéreo contém várias atualizações do sub-sistema para acomodar a capacidade de reabastecimento, incluindo a adição de encanamento da sonda de combustível, iluminação para voo de formação, assentos para voos de longa duração, além de software de controle de voo e mudanças de hardware.

A Marinha dos EUA concedeu à Northrop Grumman o contrato de sistema de reabastecimento aéreo em 2013. Essa capacidade oferece à marinha americana a flexibilidade para realizar missões de mais de sete horas. O início previsto da produção será em 2018 e a Capacidade Operacional Inicial (IOC) está planejada para 2020. Os aviões E-2D já na frota serão eventualmente adaptados com o sistema de reabastecimento aéreo.

Anúncios

1 COMENTÁRIO

  1. Será que não há previsão de um modelo a jato no futuro para porta-aviões?

Comments are closed.