A aeronave Super Tucano apresentado para as autoridades da USAF nessa segunda-feira em Fort Lauderdale, Florida. (Foto: Stephen Trimble / The DEW Line))

Na última segunda-feira, dia 31 de janeiro, a Embraer e a nova parceira de negócios Sierra Nevada apresentaram um Super Tucano que acabou de completar as demonstrações em voo para a U.S. Air Force. O modelo está na competição para o contrato de aeronave de apoio aéreo leve (LAS – light air support) concorrendo com a aeronave turbohélice Lockheed Martin/Hawker Beechcraft AT-6. Essa aeronave Super Tucano em particular foi pega emprestada pela Embraer de um país africano não identificado (o qual acredita-se que seja Burkina Faso), e apresenta um esquema incomun de cores suaves. A seguir, o piloto de testes da Sierra Nevada, Chris Brayman, fala aos jornalistas sobre a missão de ataque leve, e porque acredita que o Super Tucano é melhor adequado para missão.

A empresa Sierra Nevada é a principal contratada da Embraer na competição que está previsto ter uma definição no próximo mês de junho. Através de um contrato com o U.S. Army de um sistema de vigilância e reconhecimento para altitudes médias (MARSS), a Sierra Nevada entregou uma versão de vigilância aérea do King Air 350s para a Força Aérea do Iraque. O projeto LAS onde o Super Tucano participa é similar, mas as aeronaves serão destinadas para a utilização junto a Força Aérea do Afeganistão.

Fonte: The DEW Line – Tradução: Cavok

22 COMENTÁRIOS

  1. Da onde veio mesmo o exemplar apresentado???? nunca ouvi falar em tal lugar e nem mesmo que existiam ST pela africa.

  2. É uma competição muito difícil para a embraer, mas mesmo assim acho que é o melhor vetor para esse tipo de missão ataque leve ao solo. To torcendo muito pelo super tucano.

Comments are closed.