O SB>1 Defiant, durante primeiro acionamento de seus motores.

O protótipo do helicóptero de nova geração Sikorsky-Boeing SB>1 Defiant avança nos seus testes de solo no Centro de Desenvolvimento de Voo da Sikorsky, em West Palm Beach, Flórida, quando acionou seus motores e girou seus rotores coaxiais pela primeira vez, como preparativo para o primeiro voo que será realizado este ano.

As primeiras imagens do conceito SB>1 foram divulgadas em conjunto pelas fabricantes no dia 26 de dezembro. O primeiro voo estava previsto para o final de 2018, mas o processo foi atrasado por questões de desenvolvimento.

“O helicóptero Sikorsky-Boeing SB>1 Defiant completou seu primeiro teste de motores e está avançando através da atividade de testes no solo até o primeiro voo”, disse a joint venture Sikorsky-Boeing. Seu propulsor de cauda de oito pás não girou durante a filmagem de cerca de 30 segundos.

Em março de 2013, foi anunciado o lançamento do Demonstrador Tecnológico Conjunto Multi-Função (JMR) para o Exército dos EUA, no qual o Defiant compete com o tiltrotor avançado V-280 Valor da Bell, que acumulou pelo menos 85 horas de voo desde que decolou pela primeira vez em 2018.

“A equipe conjunta da Sikorsky-Boeing está trabalhando rigorosamente em direção a um programa de testes de voo produtivo e informativo que informará a próxima geração de helicópteros militares como parte do programa Joint Multi-Role-Medium Technology Demonstrador (JMR-TD) do Exército dos EUA, parte da abordagem global para a aeronave Future Vertical Lift”, disse a equipe da Boeing-Sikorsky no comunicado.

O modelo de demonstração deve fornecer uma resposta para a demanda futura do Exército dos EUA no âmbito do programa Future Vertical Lift (FVL). Este programa FLV deve levar à chegada de uma nova geração de helicópteros de transporte e ataque.

O novo helicóptero SB>1 foi desenvolvido através do conceito X2 da Sikorsky e será equipado com pás do rotor principal coaxial e uma hélice propulsora na cauda.

A Sikorsky acumulou dados preciosos com horas de voo com seu modelo experimental S-97 Raider, uma versão em escala reduzida do Defiant que possui a mesma configuração de rotor coaxial com propulsor na cauda para voo de alta velocidade na horizontal.

Anúncios

8 COMENTÁRIOS

  1. Ao comparar os dois demonstradores concorrentes, esse e o V-280, concluo que o SB1 pareça um projeto mais equilibrado, menos arriscado.
    Fonte: a velha ciência do olhômetro.
    É que ao olhar o projeto da Bell vêm à mente todos os problemas enfrentados pelo V-22 e pelo BA609 e aí fica bem complicado defendê-lo.

  2. Aquele carrinho ao lado dele da pra ter uma ideia de tamanho, é maior do que eu imaginava, um belo projeto, provavel que irá a diante, nao creio na vitoria do V280.

  3. A época das belas formas da aviação acabou….. (lamento de viúva mesmo).

  4. Me parece um arranjo muito complexo esse de três rotores. Muita coisa pra dar defeito e para cuidar na manutenção. Só achismo, não pesquisei nada sobre esse conceito.

  5. Me da impressão só pelo visual pois não li nada a respeito, que ele é bem ou segue a filosofia "stealth" pois não tem penduricalhos na fuselagem, só não sei se aqueles rotores duplos e o da cauda, se detonam o RCS mas o corpo dele é bem stealth.

Comments are closed.