Avião C-130 Hercules, do mesmo modelo que caiu nesta quinta-feira (23) na Austrália — Foto: REUTERS/David Gray

As imagens realizadas momentos antes do acidente mostram o avião lançando retardante de fogo (coloração rosa) sobre um incêndio florestal na área.

“A aeronave colidiu o solo e os relatos iniciais são de que houve uma grande bola de fogo em seguida. Não há nenhuma indicação, até o momento, do que causou o acidente”.

Um porta-voz da Autoridade de Segurança da Aviação Civil da Austrália disse que a aeronave entrou em um vale para derrubar o líquido usado no combate às chamas e não conseguiu subir.

O avião-tanque desaparece em uma espessa nuvem de fumaça por alguns segundos antes que uma explosão seja ouvida e uma grande bola de chamas possa ser vista caindo no chão.

Um avião C-130 Hércules, de propriedade canadense, caiu enquanto combatia incêndios em uma região montanhosa da Austrália nesta quinta-feira (23), matando os três tripulantes.

O capitão Ian McBeth, o primeiro oficial Paul Clyde Hudson e o engenheiro de voo Rick DeMorgan Jr estavam a bordo da aeronave C-130 Hércules quando a mesma caiu perto de Peak View, nordeste de Cooma, na semana passada. Todos faleceram no acidente.


 

Anúncios

1 COMENTÁRIO

  1. Será que houve uma perda de equilíbrio do avião após lançar o retardante e iniciar a curva a esquerda? Ou perda de consciência situacional pela fumaça? Mas em voos assim os pilotos não tiram os olhos dos mostradores.

Comments are closed.