A aeronave KC-390 da Embraer em 2019 passará a voar na Força Aérea Brasileira. (Foto: Agência Força Aérea)

A Embraer divulgou nesta semana um resumo sobre o status da campanha de testes do KC-390, que em 2019 deve entrar em operação com a Força Aérea Brasileira (FAB).

No mês de abril de 2018, a Embraer levou o KC-390 pela primeira vez para FIDAE no Chile, onde a aeronave foi apresentada para os jornalistas, que puderam realizar um voo próximo da Cordilheira dos Andes, incluindo com o Cavok.

Em 2018, a aeronave completou os testes de carregamento/decarregamento de veículos militares, e em maio um helicóptero H-60 Black Hawk foi colocado no compartimento de carga do KC-390. Em junho, a aeronave realizou testes na região sul do Brasil.

Em outubro passado, o primeiro KC-390 de produção em série realizou seu voo inaugural. Esta aeronave será entregue para FAB em julho próximo. Em novembro a aeronave passou pelos testes de evacuação de emergência na Ala 1 em Brasília.

Um dos fatos mais importantes para o programa em 2018 foi o recebimento do Certificado do Tipo emitido Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), concluindo uma etapa fundamental rumo à certificação militar, quando a aeronave atingirá a Capacidade Operacional Final (FOC), prevista para ocorrer no final de 2019

O KC-390 é uma aeronave para transporte tático/logístico e reabastecimento em voo desenvolvido e fabricado pela Embraer.

A aeronave estabelece um novo padrão para o transporte militar médio, visando atender os requisitos operacionais da Força Aérea Brasileira, em substituição às aeronaves de transporte C-130 Hercules. A Ala 2, em Anápolis, está passando por reformas para receber o maior avião já produzido pela Embraer.

A Embraer pretende ainda vender o moderno jato como substituto para as forças aéreas pelo mundo que possuem em sua frota aeronaves de transporte militar do mesmo porte, mas que estão obsoletas, em um mercado avaliado em US$ 60 bilhões. Portugal aprovou em maio uma verba para compra de 5 aeronaves KC-390.

3 COMENTÁRIOS

  1. Belíssima aeronave, papel de parede do meu pc. Será muito bom ver a força aérea se equipando com os KC e os Gripens. A venda destas aeronaves para Portugal poderá abrir caminho de comercio aos países da NATO, Sucesso?

  2. Espero que sem sustos em julho a entrega do KC-390 para FAB. Já bastou o acidente do protótipo 001 e o calote da Dilma 171 Rousseff/máfia pt no projeto.
    Portugal pular fora a sociedade com a Boeing para vender esse é a solução.

Comments are closed.