Processo de partida com explosivos nos motores do B-52.

Em um dia normal, leva cerca de uma hora para aquecer o motor de um B-52. Mas não se você usar cargas explosivas para dar partida nos motores.

Um novo vídeo divulgado pela Força Aérea dos EUA demonstra o início dos motores com cartuchos explosivos ou o método “Cart Start”. O pessoal da USAF usa pequenas cargas explosivas controladas para mover os motores de turbofan de um bombardeiro, permitindo que ele possa partir e decolar mais rapidamente.

Os bombardeiros do Comando Aéreo Estratégico dos EUA estavam em constante alerta durante a Guerra Fria, preparados para retaliar contra ataques nucleares surpreendentes a qualquer momento. O B-52 Stratofortress foi um dos pilares da força de bombardeio do SAC, que estava preparada para decolar de bases em todos os Estados Unidos e convergir para alvos inimigos. Os bombardeiros tiveram que se mover rapidamente para escapar de serem pegos no chão por bombardeiros inimigos e mísseis balísticos intercontinentais.

O bombardeiro B-52H, ainda usado hoje, precisa de cerca de uma hora de preparação, incluindo verificações de segurança para ser colocado em voo. No entanto, a Força Aérea dos EUA também inventou o método Cart Start, caso os grandes bombardeiros precisassem se mover.

As equipes de terra inserem pequenas cargas explosivas em dois dos oito motores. A explosão gira os motores. Um B-52 usando Cart Start poderia estar pronto para decolar em menos de dez minutos – tempo suficiente para evitar ser vaporizado no solo.

Embora este acionamento por explosão no motor pareça uma capacidade obsoleta, os bombardeiros B-52 ainda têm uma missão nuclear e podem acabar na linha de voo durante uma crise, precisando decolar rapidamente.


Fonte: Popular Mechanics

7 COMENTÁRIOS