Aeronave Ilyushin Il-76MD-90A.

O primeiro Ilyushin Il-76MD-90A produzido em série, uma modernização do avião de transporte militar Il-76, realizou seu voo inaugural no dia 7 de novembro, de acordo com Alexei Rogozin, CEO da Ilyushin Aircraft Company, em sua página no Facebook. A aeronave partiu do aeródromo junto a fábrica da Avistar, em Ulyanovsk.

“O Il-76MD-90A é a segunda geração de aviões de transporte militar Il-76, que realizou o primeiro voo em setembro de 2012 e o primeiro voo de avaliação para testar o cumprimento dos requisitos do Ministério da Defesa da Rússia em dezembro de 2016. Ontem, foi o primeiro voo do Il-76MD-90A com número de série “01-09″ – o primeiro avião produzido em série construído em conformidade com as características de desempenho do Ministério da Defesa da Rússia”, disse Rogozin.

O Il-76MD-90A produzido na empresa Aviastar-SP, em Ulyanovsk, é uma versão altamente atualizada do avião de transporte militar Il-76MD.

A nova versão do avião está equipada com os motores PS-90A-76 que ajudam a reduzir o consumo de combustível em 10%. O avião pode transportar uma carga útil de 52 toneladas e operar com autonomia de 5.000 km, em comparação com 47 e 4.000 km, respectivamente, para o Il-76MD. É capaz de transportar um maior número de equipamentos militares transportáveis ??e descartáveis.

O avião atualizado destina-se ao transporte de equipamentos e cargas pesadas de grande porte e também equipes terrestres, veículos e cargas.

O avião também pode ser usado em áreas de emergência, por exemplo, para extinguir incêndios. Em outubro de 2012, o Ministério da Defesa da Rússia e a United Aircraft Corporation assinaram um contrato no valor de 140 bilhões de rublos (US$ 2,1 bilhões) para a entrega de 39 aviões de transporte militar Il-76MD-90A às Forças Armadas russas.

Levando em conta os dois protótipos, bem como as duas aeronaves de testes entregues para missões especiais – o radar voador A-100 e o reabastecedor Il-78M-90A – o avião que voou no dia 7 tornou-se a oitava aeronave Il-76 produzida em Ulyanovsk.

3 COMENTÁRIOS

  1. Puta merda é realmente necessário manter esse nariz envidraçado feito um B 29 ?
    Os Russos são cafonas demais, imagem também ajuda muito.
    Eles precisam urgentemente parar de pintar calota de cação com aquele verde abacate horroroso, tirar aquele azul calcinha dos painéis e por ai afora.
    Desculpem o comentário não agregar nada do ponto de vista técnico mas postei assim mesmo…rs

    • Caro leonidas,

      Não sei por que você deveria se desculpar. Ninguém é obrigado a ser especialista em nenhum quesito aeronáutico para opinar — nunca vi tal exigência dos editores.

      Eu mesmo comento se um avião me parece feio (o Pucará argentino é ridículo, embora útil) e já basta.

      O caro Valduga é fotógrafo, certamente lhe importa observar e proporcionar vários pontos de vista sobre a estética das coisas, até sobre as breguices russas…

  2. Por falta de verba e tecnologia vai reciclando projetos antigos para reequipar sua força aérea. TU-95-, Tu-26, Tu-22, Il-38 a vai usando o resto da velharia da URSS de médio alcance da família ANTONOV. Russos nem conseguem fabricar um jato executivo orá e deviam comprar uns Y-20 dos chinas.