A primeira aeronave P-8A Poseidon para Real Força Aérea Australiana decola do Renton Airfield. (Foto: RAAF)
A primeira aeronave P-8A Poseidon para Real Força Aérea Australiana decola do Renton Airfield. (Foto: RAAF)
A primeira aeronave P-8A Poseidon da Austrália completou com sucesso seu primeiro voo no dia 25. A aeronave voou numa curta distância, entre o Renton Airfield e o Boeing Field no Estado de Washington, onde os sofisticados sistemas de missão do P-8A serão instalados, como parte do projeto AIR 7000.

O programa P-8A de US$ 5,4 bilhões vai fornecer para Austrália uma aeronave tripulada com capacidade de patrulha marítima e de pronta resposta, substituindo, em parte, as aeronaves AP-3C Orion.

O P-8A Poseidon possui 39,5 metros de comprimento, tem um peso de decolagem máximo de 85.820 kg e uma envergadura de 37,6 metros. Tem uma velocidade máxima de de 907 km/h com um alcance máximo de 7.500 quilômetros.

A produção dos aviões incluirá cerca de US$ 25 milhões de produção de componentes de alta tecnologia realizado pela subsidiária local, a Boeing Aerostructures Australia.

As principais funções do P-8A incluem a detecção e resposta a ameaças, vigilância e reconhecimento navais de superfície e submarinos, e auxiliar nas operações de busca e salvamento.

Com uma economia de US$ 260 milhões em relação ao orçamento inicial, as aeronaves P-8A Poseidon foram adquiridas através de um programa de cooperação com a Marinha dos Estados Unidos e contratados com a Boeing Defesa, Espaço e Segurança.

Uma equipe de Royal Australian Air Force (RAAF) vai levar a aeronave para a Austrália no final de 2016, após uma sequência de controles pós-produção e aceitação.

Anúncios

6 COMENTÁRIOS

  1. Alguém sabe dizer qual a diferença do P-8A em relação aos nossos P-3 em relação aos aparelhos instalados?

  2. Eu sonho com a substituição dos P-3AM da FAB por P-8 novinhos…. *—*

Comments are closed.