Desde o advento da Era da aviação a jato, dois formatos se sobressaíram, sendo até hoje a base de todos os projetos aeronáuticos. Um deles é a fuselagem em formato de fuso, também conhecido como “charuto”; o outro são os motores pendurados das asas.

O formato fuso tem a ver com a praticidade para o transporte de passageiros e carga ao mesmo tempo, mas você já se perguntou por que os projetistas optaram pelo uso de motores pendurados e embaixo das asas? A seguir, alguns bons motivos para isso. Em aviação, nada é por estética. Tudo tem de ser funcional.

Manutenção

Ter os motores abaixo da asa torna o acesso a eles bem fácil e rápido. Na aviação comercial avião parado é prejuízo. Mesmo que seja necessário algum tipo de elevação, com o motor acima dificultaria o acesso.

Estrutura

Um motor abaixo da asa é bastante estável, pois está pendurado de cima. Naturalmente, ele quer continuar pendurado para baixo. A montagem do motor acima da asa seria menos estável e naturalmente a força da Gravidade tenderia a sempre buscar uma “queda”.

Som

O motor montado abaixo da asa ajuda a bloquear pela metade o ruído que chega aos passageiros, ao contrário de um motor montado acima. Já no solo, o motor acima da asa produz menos ruído.

Aerodinâmica

A superfície superior da asa é a parte mais sensível da forma aerodinâmica. É por isso que itens como painéis de acesso ao tanque de combustível são colocados na parte inferior. Ter um motor e um pilone acima afetariam o fluxo de ar sobre a asa.

Outro dado importante é o fato de que a asa tende a se torcer em voo. Isso é conhecido como Flutter, que é um fenômeno que pode ocorrer quando uma estrutura é submetida a forças aerodinâmicas. Ocorre não apenas em aeronaves, mas também em edifícios, linhas de energia, sinalização rodoviária e pontes. O Flutter é uma oscilação causada pela interação de forças aerodinâmicas, elasticidade estrutural e efeitos inerciais.

O motor colocado bem para frente da asa ajuda a amortecer o flutter, mas com a perda da vantagem da redução de ruído é perdida. Colocar o motor diretamente sob a asa (como nos primeiros Boeing 737) ajudaria no fornecimento de ar pré-comprimido, mas só, além de ser bem ruidoso.

Segurança

São casos isolados, mas motores as vezes “caem” das asas. Agora imagine se isso acontece com um motor montado sobre a asa. A tendência é levar a asa junto, o que não seria nada bom.

Consumo

Pendurado, o combustível pode fluir sem bombas, apenas por ação da gravidade.

É claro que existem benefícios em motores montados sobre/acima da asa, como o ruído reduzido, menor distância do solo, nenhuma interferência entre a saída do gases e o estabilizador horizontal, e menos chances de ingestão de detritos (foreign object debris – FOD). À medida que os novos motores obtêm diâmetros de ventilador maiores, as restrições se tornam mais difíceis. Alguns conceitos de design mostram motores integrados a fuselagem, assim como na maioria dos caças ou colocam os motores no topo da fuselagem. Mas para o projeto atual de aeronaves, os benefícios de ter os motores abaixo da asa ainda são mais vantajosos.


FONTE: Aircraft Design; Boeing; Northrop Co; Aviation Stack Exchange; Scaled Composites

12 COMENTÁRIOS

  1. Eu apoio os editores do Cavok a postarem mais matérias técnicas como essa. Não só sobre notícias da aviação. Muito legal. De um ponto de vista técnico, manutenção nos MD-11 e DC-10 não era muito divertido, com motor lá em cima, dificultava bastante a manutenção, mesmo para as coisas mais simples.

  2. Parabéns pela ótima matéria, Cavok!

    Sobre essa questão, creio que há uma vantagem de redução de custos de produção também, em relação às outras soluções usuais para design de aeronaves de passageiros.

  3. O que vcs deveriam abolir, sério mesmo, é com esse treco de não poder copiar os textos.

    Internet é livre acesso de informação. Poder transmitir e retransmitir idéias.

    Várias vezes eu poderia mandar links e dados daqui, trechos de matérias para outros blogs de vários assuntos, nem só da área militar quanto financeiro, mas ai me deparo com esse problema.

    É por isso também que tem pouco acesso aqui.

    Se tem um ou outro que copia e cola pra fazer um blog próprio usando material de vcs, dane-se, eles nunca vão ir pra frente desse jeito.

    Enfim. Espero que vejam como vcs estão errados. E se não quiserem aceitar minha opinião é um direito de vcs, não vou parar de acessar aqui.