Concepção artística do X-37B em órbita (Imagem: mashedpotatobulletin)

A atual missão do avião espacial X-37B OTV-4 cruzou a marca de 600 dias e, se ainda orbitar a Terra depois do dia 23 de março, quebrará o recorde anterior estabelecido pela nave OTV-3.

A nave robótica partiu, no topo de um foguete, da Estação de Força Aérea de Cabo Canaveral, na Flórida, no dia 20 de maio de 2015, iniciando a quarta missão espacial do programa (que é conhecido como Orbital Test Vehicle-4 ou OTV-4). Se a espaçonave ficar mais 74 dias no Espaço, quebrará o registro de duração estabelecido durante a missão OTV-3, que atingiu em outubro de 2014.

A Boeing divulgou duas imagens do X-37B após o pouso na Base Aérea de Vandenberg, na California, após o seu primeiro voo, onde pode-se ter uma ideia do tamanho da espaçonave remotamente controlada que foi apelidada de “mini space shuttle”. (Fotos: Boeing)

Mas não está claro quanto tempo o OTV-4 vai ficar em órbita. A maioria dos detalhes sobre as missões do avião espacial e cargas são secretos.

A primeira missão OTV foi do dia 22 de abril de 2010 a 3 de dezembro, ficando 224 dias de órbita. O OTV-2 decolou no dia 5 de março de 2011 e pousou no dia 16 de junho de 2012, depois de 468 dias em órbita.

A missão OTV-3 marcou 675 dias em órbita, circundando a Terra a partir de 11 de dezembro de 2012 até 17 de outubro de 2014.

As três missões anteriores da OTV pousaram na Base da Força Aérea de Vandenberg, na Califórnia, mas isso pode mudar para o pouso da OTV-4, se for necessário.

O desenvolvimento dos veículos X-37B está sob o controle da Boeing Space and Intelligence Systems em El Segundo, na Califórnia, onde fica o centro da Boeing para todos os sistemas espaciais, experimentais, satélites governamentais e comerciais.

Até à data, apenas dois veículos X-37B reutilizáveis constituem a frota de aviões espaciais. A atual missão OTV-4 é o segundo voo do segundo veículo X-37B construído para a Força Aérea pela Boeing.

O avião espacial militar parece uma versão em miniatura do Ônibus Espacial da NASA. O X-37B tem apenas 8,8 metros de comprimento e 2,9 m de altura, e tem uma envergadura de quase 4,6 m. Para fins de comparação, o Ônibus Espacial tem 37 m de comprimento, com envergadura de 24 m.

O X-37B tem um pequeno compartimento de carga útil que pode ser equipado com um braço robótico. A nave tem um peso de lançamento de 4 990 kg e a energia em órbita é gerada a partir de células solares e baterias de lítio-íon.

Cargas úteis a bordo

Algumas cargas úteis a bordo do OTV-4 foram previamente identificadas. Por exemplo, a Aerojet Rocketdyne disse que seu propulsor XR-5A havia completado os testes iniciais de validação em órbita a bordo do X-37B. Também a bordo está uma investigação de materiais avançados da NASA.

Testar equipamentos são um dos principais propósitos das missões OTV, juntamente com o desenvolvimento de tecnologias de espaçonaves reutilizáveis”, disseram oficiais da Força Aérea.

Quando perguntado sobre a adição de mais veículos X-37B para a USAF, o vice-subsecretário da Força Aérea para o Espaço, disse que o número atual de veículos atende às necessidades da Força Aérea.


FONTE: Space News

1 COMENTÁRIO